Conecte-se conosco

Polícia

Polícia prende dois homens acusados de roubos sucessivos em Gurupi

Após cerco nas imediações dos locais onde aconteceram dois roubos sucessivos, policiais militares do 4º BPM prendem dupla de criminosos e recuperam objetos subtraídos.

Publicados

em

O 4º Batalhão de Polícia Militar – 4º BPM prendeu no início da noite desta quarta-feira, 11, dois homens, 20 e 24 anos, ambos acusados de roubo de roubos sucessivos em Gurupi. Com os autores a PM localizou uma bolsa feminina contendo documentos pessoais da vítima, três cartões de crédito, um aparelho celular, uma carteira feminina, uma motocicleta Yamaha YBR 125, cor preta e uma pequena quantidade em dinheiro.

Os roubos aconteceram na avenida Pará, e nesta mesma via, esquina com a rua 03, região central. De acordo com testemunhas, na primeira ação delituosa os autores subtraíram o aparelho celular de um adolescente, que ao perceber que a dupla não portava arma, reagiu ao assalto e tomou o objeto.

Os criminosos fugiram numa motocicleta e logo à frente roubaram a bolsa de uma mulher, que trafegava à pé pela rua. Testemunhas relataram que um dos homens ameaçou a vítima como se estivesse portando uma arma e em seguida, após lutar com a mulher, roubou a sua bolsa e ambos fugiram na moto.

A PM foi acionada e fechou o cerco nas imediações do local do crime. Durante as diligências os policiais interceptaram os autores na avenida Maranhão, entre as ruas 15 e 16, centro. A bolsa contendo os objetos roubados da vítima se encontrava em poder da dupla, que recebeu voz de prisão.

Em seguida os autores foram conduzidos e apresentados na Delegacia Central de Flagrantes para as devidas providências.

A PM ressalta ainda, que um dos acusados tem passagem criminal pela prática de latrocínio e o outro por violência doméstica, estupro e ameaça.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cidades

Polícia Civil identifica grupo de pessoas que descumpriu decreto instaurado para combater disseminação da Covid- 19 em Arapoema

Envolvidos estariam participando de uma festa nos arredores da cidade

Publicados

em

Os policiais encontraram no local, latas e garrafas de bebidas alcoólicas e vários preservativos usados

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 38ª Delegacia de Polícia de Arapoema, instaurou nesta segunda-feira, 25, um inquérito policial para responsabilizar os envolvidos que participavam de uma festa no aeroporto da cidade, no último sábado, 23. O evento teria reunido cerca de 10 pessoas, incluindo adolescentes. Os policiais encontraram no local, latas e garrafas de bebidas alcoólicas e vários preservativos usados.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Marco Aurélio Lima, diversas denúncias foram feitas à polícia civil sobre o ocorrido. A partir da investigação, a polícia identificou três veículos e os respectivos proprietários, além de homens e mulheres que participaram da festa na pista do aeroporto da cidade. Segundo as denúncias, a música era tão alta que podia ser ouvida em quase todos os bairros do município de Arapoema. Além do desrespeito ao decreto municipal nº 106/2020, os investigados ainda poderão responder pelos delitos de perturbação do sossego alheio e oferecimento de bebida alcoólica para menor de idade.

Infrações

Houve descumprimento do decreto municipal nº 106/2020 que trata de prevenção contra a Covid-19, nos artigos 2º e 3º do decreto que suspendem reuniões ou aglomerações e proíbe consumo de bebida alcoólica em locais públicos. Pelo descumprimento do decreto, os investigados responderão por infração de medida sanitária preventiva tipificado no artigo 268 do Código Penal. O artigo criminaliza quem “infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa”. Somadas, as penas podem chegar a cinco anos de restrição da liberdade e multa. Com a identificação já realizada pela Polícia Civil, o inquérito será enviado ao Poder Judiciário para os devidos encaminhamentos.

Operação Barbosa

A ação foi denominada de “Barbosa” em homenagem ao servidor Wesley Barbosa de Sousa, de 38 anos, que atuava na Unidade Penal de Arapoema, e que faleceu nesta segunda-feira 25, em Araguaína, vítima da Covid-19. Ainda conforme o delegado Marco Aurélio Lima, a Polícia Civil está na linha de frente, assim como os demais profissionais dentro de suas atribuições, para investigar os casos de descumprimento de qualquer medida dos poderes públicos no combate a Covid-19.

 

 

Continue Lendo

Polícia

Polícia Civil prende na tarde desta sexta-feira, 22, mais uma suspeita de tráfico de drogas em operação no sul do Estado

Até o início desta manhã, cinco pessoas haviam sido presas

Publicados

em

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Sendo apreendidos aparelhos celulares, uma quantia em dinheiro, droga e balança de precisão

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 8ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (Deic – Gurupi), deflagrou na manhã desta sexta-feira, 22, nas cidades de Formoso do Araguaia, Peixe e Gurupi, uma operação de combate ao tráfico de drogas. Até o início desta manhã, cinco pessoas haviam sido presas, e na tarde desta sexta-feira, outra suspeita foi capturada pela polícia. A estudante de medicina foi autuada em flagrante por tráfico de drogas. Ela confessou a prática do comércio ilícito de drogas, dizendo inclusive que o dinheiro era oriundo da atividade criminosa.

Além das prisões a polícia realizou cinco cumprimento de cinco mandados de buscas domiciliares. Sendo apreendidos aparelhos celulares, uma quantia em dinheiro, droga e balança de precisão. Durante cumprimento de mandado de busca domiciliar na casa da estudante, no setor Jardim Boulevard, a polícia encontrou em poder dela, nove micro-pontos de LSD, R$ 205 em espécie e um aparelho celular.

Conforme o delegado titular da Deic – Gurupi, Rafael Falcão, os suspeitos estavam sendo investigados após ficar comprovado o envolvimento deles com outro traficante de Gurupi, preso há cerca de 30 dias. O delegado explicou que o primeiro traficante preso seria o fornecedor de entorpecentes vendidos pelos investigados capturados nesta sexta-feira. A operação contou com o apoio da 3ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP – Gurupi), da 94ª Delegacia de Polícia (Peixe) e da 84ª Delegacia de Polícia (Formoso do Araguaia).

Os suspeitos serão encaminhados para a Casa de Prisão Provisória de Gurupi e ficarão à disposição da Justiça.

 

 

Continue Lendo

Polícia

PM segue com Operação Hórus Barreira Sanitária na região norte do Estado

Fiscalizações de trânsito, higienização de veículos, testes rápidos contra COVID-19 em passageiros e condutores estão dentre as ações realizadas em rodovias estaduais

Publicados

em

Policiais militares em barreira sanitária em Itaguatins

A Polícia Militar do Estado do Tocantins, por meio do Batalhão de Polícia Militar Rodoviário e de Divisas (BPMRED), segue realizando a Operação Hórus Barreira Sanitária, desde 9 de abril, com o objetivo de realizar fiscalização trânsito e abordagens a veículos de transporte de passageiros no intuito de verificar a efetivação das normas do Decreto Estadual 6.072, de 23 de março de 2020, que trata de ações preventivas contra a COVID-19.

Nessa segunda-feira, 11, as operações ocorreram nas cidades de São Miguel, Colinas do Tocantins e Arapoema, especificamente nas rodovias TO-134, TO-126 e TO-201 que abrangem os municípios de Axixá, Sítio Novo, São Miguel, Bela Vista e Itaguatins.

Em Itaguatins, os policiais militares juntamente com agentes da Secretaria Municipal de Saúde atuaram numa barreira sanitária na TO-126 a fim de impedir a proliferação do novo Coronavírus. Sendo fiscalizado o uso obrigatório de máscara de proteção respiratória seja pelos condutores e passageiros e foram realizadas higienizações em veículos.

Em Colinas do Tocantins, a operação atuou em apoio a Polícia Rodoviária Federal e equipe municipal de saúde onde foram realizados 40 testes rápidos de comprovação para Covid-19. Sendo que seis testaram positivos: quatro caminhoneiros e dois ajudantes. Os veículos passaram por processo de desinfecção e eles foram conduzidos pela equipe de saúde para um abrigo, onde ficarão em quarentena num período de 15 dias. Em Arapoema também há uma barreira sanitária para fiscalização de veículos e passageiros.

Segundo o comandante do BPMRED, tenente-coronel James Duarte, a PM está atuando juntamente com a Secretaria de Saúde Municipal e Polícia Rodoviária Federal em cidades que possuem rodovias, com o intuito de fiscalizar veículos de passeio e principalmente caminhões que vêm de outros estados, a fim de verificar se os condutores e passageiros estão infectados pela Covid-19. E assim atuar preventivamente no combate à doença, reduzindo os riscos de contágio para mais pessoas no Estado, além de intensificar a presença ostensiva da PM.

Nesta quarta-feira, 13, a operação será realizada em Pau D’Arco e povoado de Garimpinho em Araguaína.

 

Continue Lendo

Notícias