Conecte-se conosco

Brasil

Pleno julga prestação de contas de candidatos e partidos

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins se reuniu, nesta segunda-feira (9/9), durante sessões às 10 e 17h, para julgamento de processos de prestação de contas de candidatos que concorreram aos cargos de deputado estadual e federal nas Eleições Gerais 2018.

Publicados

em

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins se reuniu, nesta segunda-feira (9/9), durante sessões às 10 e 17h, para julgamento de processos de prestação de contas de candidatos que concorreram aos cargos de deputado estadual e federal nas Eleições Gerais 2018.

O Pleno julgou ainda recursos eleitorais, mantendo a desaprovação das contas e reduzido para quatro meses a suspensão de repasse de quotas do Fundo Partidário dos diretórios municipais do Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB/Pedro Afonso; Partido Socialista Brasileiro – PSB/Pedro Afonso; e do Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB/Tupirama.

Também durante as sessões, a Corte desaprovou as contas da direção estadual do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro – PRTB, com suspensão de cotas do Fundo Partidário pelo período de quatro meses (PJe – PC 0601077-09.2018)

Prestação de contas candidatos

Contas aprovadas com ressalvas: Patrícia Pereira de Oliveira (PJe – PC 0601188-90.2018); Robson Dias Galvão (PJe – PC 0601402-81.2018); Itamar Dante Zochi (PJe – PC 0601080-61.2018); e Wania Luzia Severo Neto Vidal (PJe – PC 0601260-77.2018).

Contas desaprovadas: Já os candidatos Maristela Felipe Oliveira (PJe 0601198-37.2018) e Domicio Fernandes Júnior (PJe – PC 0601160-25.2018) tiveram as contas desaprovadas.

Contas não prestadas: A candidata Josiana Costa Andrade (PJe – PC 0601413-13.2018) teve as contas julgadas como não prestadas.

Calendário

Ainda este mês, o Pleno volta a se reunir nos dias 23, 24 e 25, com sessões às 10 e 17h.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

CNI: produção industrial recua, mas intenção de investimento sobe

Publicados

em

A produção da indústria brasileira caiu em dezembro na comparação com novembro, informou hoje (27) a Confederação Nacional da Indústria (CNI). No entanto, a retração foi menor que em outros anos, e outros dados indicam reação na atividade.

De acordo com a pesquisa Sondagem Industrial, o índice de evolução da produção caiu 7,1 pontos em relação a novembro e fechou dezembro em 43,8 pontos. Indicadores abaixo de 50 pontos mostram queda. Acima de 50 pontos indicam crescimento.

Esse foi o segundo mês seguido de queda. Em novembro, o índice de produção tinha recuado 4,3 pontos em relação a outubro.

Apesar da retração em dezembro, o indicador mostrou melhora em relação ao mesmo mês do ano anterior. Em dezembro de 2018, o índice de evolução da produção estava em 40,7 pontos.

O índice de evolução do número de empregados caiu 1,3 ponto em dezembro na comparação com novembro, chegando a 48,7 pontos. Segundo a CNI, é comum a produção industrial cair em dezembro, por causa do fim das encomendas para as festas de fim de ano, mas a redução em 2019 foi inferior à de 2018.

Recuperação
Apesar da queda da produção em dezembro, outros indicadores mostram recuperação da indústria. A utilização da capacidade instalada somou 63% em dezembro, alta de 2 pontos percentuais em relação ao registrado em dezembro de 2018. Esse foi o maior índice para o mês desde o início da série, em 2010.

O nível de estoques em relação ao planejado encerrou em 49 pontos. Quando está abaixo de 50 pontos, o indicador mostra queda nos estoques e possibilidade de aumento da produção.

A disposição da indústria para investir nos próximos seis meses aumentou. O índice de intenção de investimento subiu 1,1 ponto em relação a dezembro e fechou janeiro em 59,2 pontos, atingindo o maior nível desde fevereiro de 2014. Esse foi o quarto mês seguido de alta no indicador.

A intenção não significa que os investimentos sairão do papel, mas servem de parâmetro para a indústria. Segundo a CNI, é fundamental que os planos de investimento se concretizem, de forma a gerar mais empregos e acelerar a recuperação da economia.

A pesquisa foi realizada de 6 a 17 de janeiro com 1.965 indústrias de todo o país. Do total, 744 são pequenas, 711 são médias e 510 são de grande porte.

Continue Lendo

Brasil

MEC suspende início das inscrições para o Prouni

Cronograma inicial previa abertura do prazo nesta terça-feira

Publicados

em

Inicialmente programadas para terem início nesta terça-feira (28), as inscrições para o Programa Universidade para Todos (Prouni) foram suspensas pelo Ministério da Educação nesta segunda-feira (27). O ministério ainda não estipulou nova data.

A decisão foi tomada após o Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região suspender a divulgação do resultado das inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Segundo o MEC, o cronograma do do Sisu e o do Prouni, ambos programas de acesso à educação superior, só serão divulgados após uma decisão final da justiça.

O Sisu oferta vagas em instituições públicas de ensino superior. Já o Prouni oferta bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior. Mas ambos utilizam notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Como foi comprovada a falha na correção (http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2020-01/inep-encontra-inconsistencia-em-correcao-do-enem) de algumas provas do Enem, a justiça atendeu o pedido da Defensoria Pública da União (DPU) de suspender a divulgação dos resultados do Sisu. A ideia é não comprometer a transparência e a lisura do procedimento que dá acesso às vagas, seja de um programa, seja de outro.

Segundo a DPU, em seu pedido, a revisão das notas pode provocar alteração nos resultados finais de todos os candidatos. E essa alteração, ainda que de décimos, pode ser a diferença entre conseguir ou não a vaga pretendida.

O MEC, no entanto, vai disponibilizar aos estudantes a consulta de bolsas do Prouni, uma vez que se trata apenas de uma informação. Com isso, a consulta das mais de 251 mil bolsas relativas ao processo seletivo 1/2020 já está aberta.

Continue Lendo

Brasil

Trump vai anunciar plano de paz para o Oriente Médio

Publicados

em

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, anuncia nesta terça-feira (28) seu plano de paz para o Oriente Médio, que tem o objetivo de resolver o conflito entre Israel e Palestina.

O anúncio foi confirmado ontem, no início de uma reunião com o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, na Casa Branca. O presidente afirmou que vai anunciar o que chamou de “grande plano” em relação à disputa entre Israel e Palestina,.

Trump disse ainda que está disposto a mediar o impasse das conversações de paz no Oriente Médio, oferecendo o que chamou de “acordo do século”. Acrescentou que, provavelmente, de início, os palestinos podem não gostar do plano, mas acredita que, com o tempo, passem a apoiá-lo.

Analistas preveem que o plano será favorável a Israel.

Continue Lendo

Notícias