Conecte-se conosco

Cidades

Janeiro é o mês de conscientização do tratamento da hanseníase

Publicados

em

Janeiro é o mês para reflexão, combate e conscientização para o tratamento de hanseníase, que é uma doença transmissível que acomete, principalmente, a pele e os nervos periféricos, que são os nervos motores (dão ordens aos diferentes músculos para se contrair) e sensitivos (transmitindo as sensações da zona do corpo).

Segundo especialistas, a hanseníase pode atingir rosto, olhos, orelhas, nariz, braços, mãos, pernas e pés. Demora de dois a sete anos, em geral, para o aparecimento dos primeiros sintomas. A doença pode causar deformidades físicas, mas isso pode ser evitado com diagnóstico precoce e tratamento imediato.

Em Gurupi as Unidades Básicas oferecem o tratamento gratuito. Segundo a coordenadora do Programa de Combate à Hanseníase, Ludiane Ramos, a pessoa que constatar alguma alteração na pele como manchas esbranquiçadas, acastanhadas ou avermelhadas, ou, dormência, pode procurar a UBS mais próxima, onde o médico fará a diagnóstico clínico e, caso, confirmada a doença, o paciente será acompanhado por um período de seis a 12 meses conforme a gravidade. Pode se ressaltar que há outros sintomas como nódulos (caroços), diminuição ou queda de pêlos em algumas áreas do corpo, especialmente, nas sobrancelhas; e diminuição ou ausência de suor em áreas específicas do corpo, dentre outros sinais.

A coordenadora explica que a hanseníase é classificada como multibacilar, que é a mais grave devido o diagnóstico e tratamento tardios e o paucibacilar, a doença de maneira mais leve e diagnóstico precoce. Em Gurupi, existem 109 pessoas em acompanhamento com a hanseníase multibacilar e 15 com a paucibacilar.

A Policlínica é referência e pacientes que estão em tratamento que sofrem alguma reação são acompanhados na unidade. A Coordenadora ressalta que ainda existe preconceito em relação as pessoas que têm a doença e explica que a hanseníase é transmissível por meio do contato frequente ou prolongado com a pessoa infectada que não esteja em tratamento. A pessoa infectada transmite, caso não esteja em tratamento, através de tosse ou espirro.

O secretário municipal de Saúde, Gutierres Torquato, alerta sobre a importância das pessoas ao verificar alguma alteração na pele já agendar um atendimento nas UBS’s para que os caso não se agrave e possa ter um tratamento mais célere. Ele também comenta que é necessário que as pessoas deixem o preconceito de lado, pois o tratamento é muito eficaz e a pessoa pode ter uma vida normal.

Nesse mês para conscientizar as pessoas sobre o tratamento a coordenação está promovendo uma série de palestras nas UBS’s, além de blitzen educativas.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Prefeitura lança programação artística do 13º Festival Gastronômico de Taquaruçu

Publicados

em

Com uma programação eclética, a prefeita Cinthia Ribeiro anuncia as atrações artísticas do 13º Festival Gastronômico de Taquaruçu (FGT), com grandes nomes da música brasileira, como a banda de pop rock Jota Quest. A gestora lançou a programação  artístico-cultural do FGT, que acontecerá de 04 a 08 de Setembro, durante coletiva de imprensa, realizada na tarde desta segunda-feira, 19, na sala de reuniões do Gabinete da Prefeita.

Além do pop rock que abrirá o evento, a programação conta ainda com o cantor, sanfoneiro e compositor, Dorgival Dantas e a banda de rock, Ira se apresentarão no palco do evento.

Novidades 2019

Entre as novidades deste ano é que serão 58 concorrentes, mas, apenas 50 destes estarão no circuito gastronômico, e o restante atenderão nos próprios estabelecimentos.

A outra novidade para esta edição foi a inclusão da categoria “Restaurantes e Empreendimentos do distrito de Taquaruçu/Taquaruçu Grande”, que serão 15 vagas nesta 13ª edição do Festival Gastronômico, sendo que estas não serão destinados aos estandes de vendas no local da feira gastronômica, e sim funcionará nos estabelecimentos indicados no ato da inscrição, conforme data e horários que serão estipulados pela organização do evento.

A nova categoria, que recebeu a denominação de “Rota Gastronômica de Taquaruçu”, iniciará em horários especiais, e terá início já no dia 28 de Agosto, e vai até o dia 08 de setembro. Os pratos inscritos na “Rota Gastronômica”, concorrerão separadamente das demais, categorias, e serão comercializados entre os valores de R$ 10,00 a R$ 50.00.

Cozinha Show 

O modelo de sucesso do ano passado da programação do Cozinha Show será mantido nesta edição, com estrutura montada na praça Vereador Tarcísio Machado, com chefs regionais realizando preparo de pratos todos os dias do evento.

Segundo o presidente da Agtur, Eudes Assis, o objetivo de realizar a Cozinha Show no circuito gastronômico é promover uma integração ainda maior no evento, proporcionando que mais pessoas possam participar deste momento. Assis também ressalta que a escolha dos chefs é para aproximar mais as pessoas da gastronomia, com preparações simples do dia a dia.

Categorias

Os participantes concorrerão em uma das cinco categorias, que são: ‘Comidinhas Salgadas’ (sanduíches, pamonhas, salgados, tapiocas, crepe, pastel, tortas em geral, pizza, cuscuz, shawarma e similares); ‘Trailer/Food Truck’, nesta categoria, os participantes poderão concorrer com comidinhas salgadas (sanduíches, pamonhas, salgados, tapiocas, crepe, pastel, tortas em geral, pizza, cuscuz e similares); ‘Restaurantes e empreendimentos de Taquaruçu e Taquaruçu Grande’; ‘Prato Salgado’, em que serão aceitas receitas que contenham uma proteína com acompanhamentos; e na categoria ‘Prato Doce’, que serão avaliadas as sobremesas em geral.

Todos os participantes deverão concorrer com uma receita, em apenas uma das quatro categorias, sendo estas distribuídas em 19 vagas para ‘Comidinhas Salgadas’, 15 para ‘Pratos Salgados’, 11 para ‘Pratos Doces’, 05 para ‘Food Truck’ e 08 ‘Restaurantes e empreendimentos de Taquaruçu e Taquaruçu Grande’.

Os pratos serão avaliados por profissionais das áreas de alimentos e bebidas de Palmas para seleção dos vencedores do festival.

Premiação

Os vencedores serão premiados da seguinte forma: 1° lugar – R$ 6 mil, 2° lugar – R$ 2 mil, 3º lugar – R$ 1 mil, sendo desta forma para as quatro categorias do festival.

Este ano os pratos serão comercializados pelos seguintes valores, conforme suas categorias: as ‘Comidinhas Salgadas’ poderão ser comercializadas de R$ 10 a R$ 12,00, os ‘Pratos Salgados’ de R$ 10 a R$ 14,00, os ‘Pratos Doces’ de R$ 8,00 a R$ 10,00, para ‘Food Truck’ de R$ 10,00 a R$ 12,00 e ‘Restaurantes e empreendimentos de Taquaruçu e Taquaruçu Grande’ de R$ 10,00 a R$ 50,00.

Para a  prefeita Cinthia Ribeiro este ano o FGT será bem especial, pois além da programação que deverá contar com cinco grandes atrações nacionais, que ainda serão anunciadas posteriormente, também será a entrega do Projeto de Estruturação de Taquaruçu e nova categoria no FGT. “Este ano o evento terá algumas mudanças, esta nova categoria foi pensada com muito carinho para valorizar nossos empreendedores do distrito, e também a entrega desse projeto que tem mudado Taquaruçu, pois queremos ainda mais que o turismo fortalecido na Capital, por isso estamos com grandes projetos no Ministério do Turismo”, ressaltou a chefe do executivo.

Na oportunidade, a gestora anunciou apenas três das atrações artística do FGT, ressaltando que anunciará as duas outras restante da programação, quando os contratos estiverem assinados. “Não anunciarei neste momento os demais, pois prefiro ter cautela, e resolver a parte burocrática para depois anunciar, mas em breve anunciaremos, e tenho certeza que a vocês vão gostar. Além disso, vamos contratar pelo  menos dez atrações regionais, mas os nomes não estão definidos”, finalizou a gestora.

Confira programação:

Artistas Nacionais Confirmadas

Quarta-feira, 04 – Jota Quest

Sexta-feira, 06 – Banda Ira

Domingo, 08 – Dorgival Dantas

Continue Lendo

Cidades

FMA realiza simpósio sobre Manejo Populacional de Capivaras a partir dessa segunda, 19

Capivaras são vistas com frequência no Parque Cesamar

Publicados

em

Terá início nesta segunda-feira, 19, o Simpósio sobre Manejo Populacional de Capivaras, realizado pela Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA) em parceria com diversos órgãos e instituições. A intenção é discutir sobre o crescimento populacional destes animais em espaços urbanos e suas consequências.

O evento acontece na Universidade Católica de Palmas I (Unicatólica) e na Ulbra, no período de 19 e 22 de agosto, sendo os dois primeiros dias abertos ao público em geral e os dois últimos restritos a médicos veterinários parceiros do projeto.

Durante o simpósio serão debatidas questões relativas ao habitat natural das capivaras, a ocupação não adequada por esses animais de espaço urbano, o que pode acarretar prejuízos tanto ao meio ambiente, quanto ao ser humano e também às próprias capivaras. Também serão abordados temas como os recursos naturais disponíveis para atender as necessidades nutricionais desses animais.

As inscrições para participação no Simpósio podem ser realizadas através do link ou no próprio local.

A organização solicita que o participante faça doação de um litro de leite zero lactose ou uma lata de wiskas (alimento para gatos que possui nutrientes específicos), para ajudar na recuperação de animais abrigados no Centro de Fauna do Tocantins (Cefau).

Programação

Segunda-feira, 19

09h30 – 10h30

Mesa de abertura

Local: Auditório da UniCatólica

10h30 – 12h

PALESTRA : Diagnóstico das Capivaras

Local: Auditório da UniCatólica

(Bruna de Almeida – FMA)

14h -15h30

PALESTRA 2: FMB e Lyme

Local: Auditório da UniCatólica

(Dr. Mônica Silva Dias FrancoInfectologista)

15h30 – 16h30

MESA REDONDA: Impacto Ambiental e Urbano da Fauna de Capivaras

Local: Auditório da UniCatólica

(Mediador: Marcelo Grison, Convidados: Naturatins, Representante da BPMA, Representante da GMP, Prof. Dr. Marcos Vinícius de Souza)

Terça-feira, 20

08h – 09h30

PALESTRA 3: Controle ético de

capivaras em centros urbanos

Local: Auditório do Ceulp/Ulbra

(Prof. Dr. Marcos Vinícius de Souza)

9h30 – 12h

PALESTRA 4: Existem riscos ao se manejar grandes roedores selvagens?

Local: Auditório do Ceulp/Ulbra

(Prof. Dr. Marcos Vinícius de Souza)

14h -15h30

PALESTRA 5: A Extrapolação Alométrica como ferramenta na contenção farmacológica de grandes roedores.

Local: Auditório do Ceulp/Ulbra

(Prof. Dr. Marcos Vinícius de Souza)

15h30 – 16h30

PALESTRA 6: Modulação comportamental: uma aliada no manejo de animais selvagens.

Local: Auditório do Ceulp/Ulbra

(Prof. Dr. Marcos Vinícius de Souza)

16h30 – 17h30

Encerramento para o público geral

Quarta-feira, 21

8h – 12h

TEÓRICO I:

Administração de fármacos a distância

Local: Clínica Veterinária da UniCatólica

(Público alvo: Médicos Veterinários participantes do projeto)

14h – 17h30

PRÁTICA I: Confecção de Dardos

Local: Parque Cesamar (Público alvo: Médicos Veterinários participantes do projeto)

Quinta-feira, 22

8h – 12h

PRÁTICA II: Cirurgia

Local: Hospital Veterinário do Ceulp/Ulbra

(Público alvo:Médicos Veterinários participantes do projeto)

14h – 17h30

PRÁTICA III: Cirurgia

LOCAL: Hospital Veterinário do Ceulp/Ulbra

(Público alvo: Médicos Veterinários participantes do projeto)

Continue Lendo

Cidades

Comando do 4º BPM visita Comarcas da região Sul do Estado e estabelece vínculos para a lavratura de Termos Circunstanciados de Ocorrências – TCO’s

Com o propósito de esclarecer a atuação da PM na lavratura de TCO’s o comando da Unidade realiza visita à Comarca de Palmeirópolis. Os policiais militares receberão capacitação para atuarem diante dessa nova realidade.

Publicados

em

Na tarde desta quinta-feira, 15, o subcomandante do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), major QOPM José Batista Freitas visitou a Juíza de Direito da Comarca de Palmeirópolis, Dra. Ana Paula Araújo Aires Toríbio com a finalidade de esclarecer a atuação da Polícia Militar (PM) na lavratura de Termos Circunstanciados de Ocorrências – TCO’s e estabelecer este vínculo específico, além da natural missão institucional de sua competência.

A medida está fundamentada no Provimento no 009/2018 – TJTO, endossado por decisão do Conselho Nacional de Justiça – CNJ, que autoriza os juízes dos Juizados Especiais Criminais e os demais com competência criminal a receber, distribuir e processar os TCO’s lavrados por policiais militares do Tocantins.

Durante a visita, o major Freitas conversou brevemente com a magistrada acerca dos serviços prestados pelo batalhão na sua área circunscricional, da qual integra a cidade e Comarca de Palmeirópolis, e fez uma explanação sobre a capacitação de policiais militares para a lavratura dos TCO’s.

Na mesma ocasião, o capitão Marcus Vinícius de Farias, chefe da Seção de Planejamento, Instrução e Ensino da Unidade, esclareceu como será operacionalizado a atuação dos policiais militares e também ajustou a pauta de audiências da Comarca com o objetivo de realizar as intimações prévias das pessoas que serão notificadas.

A doutora Ana Paula destacou que a decisão que autoriza a lavratura de TCO’s pela PM contribuirá para a melhoria dos serviços ao cidadão, principalmente no aspecto de desburocratização e celeridade na prestação jurisdicional.

O comando da Unidade reitera que os policiais militares receberão instruções e aprimoramento técnico-profissional para atuarem dentro dessa nova realidade com o propósito de melhor atender as exigências da sociedade e o interesse da Corporação.

Visitas às Comarcas:

O comando da Unidade já visitou também as Comarcas de Gurupi, Formoso e Araguaçu.

Continue Lendo

Notícias