Conecte-se conosco

Polícia

Homem que tentou matar ex-sogro em Arraias é condenado a 14 anos de reclusão

Publicados

em

Manoel Rocha Campos, que tentou assassinar seu ex-sogro na cidade de Arraias em junho de 2018, foi condenado a pena de 14 anos e cinco meses de reclusão, em julgamento realizado no último dia 2.

O Tribunal do Júri acatou integralmente as teses da acusação apresentadas pelo Ministério Público do Tocantins (MPTO), condenando o réu pelo crime de tentativa de homicídio duplamente qualificado, já que ele agiu por motivo torpe e utilizou-se de meio que impossibilitou a defesa da vítima.

Segundo os fatos apresentados pelo promotor de Justiça João Neumann Marinho da Nóbrega, Manoel Rocha dos Santos viveu em união estável com a filha de José Teles da Costa por cerca de nove anos, em uma relação com diversos episódios de violência doméstica. Ao fim da união, Manoel passou a praticar violência psicológica contra a ex-companheira e a ameaçar de morte o pai dela, pelo fato dele tê-la acolhido em sua casa.

No dia 21 de junho de 2018, o réu arrombou a porta da casa de José Teles da Costa e partiu para cima do ex-sogro, dizendo que iria matá-lo. Então, agarrou-o pelo pescoço, aplicou-lhe um golpe com o joelho e penetrou o canivete em seu tórax pelo menos uma vez. A vítima caiu no chão desacordada e sangrando, mas foi levada para o Hospital Regional de Arraias e depois transferida para o Hospital Geral de Palmas, onde recebeu os cuidados devidos, vindo a sobreviver.

A condenação ocorreu por maioria de quatro votos dos integrantes do Conselho de Sentença, ao que se seguiu o cálculo da pena por parte do juiz Márcio Ricardo Ferreira Machado, presidente do Tribunal do Júri.

Além da reclusão, Manoel Rocha Campos foi condenado também a pagar indenização à família da vítima, no valor de R$ 30 mil. Na ocasião do julgamento, o réu já se encontrava preso na cadeia pública de Arraias.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polícia

O sargento Carlos Alberto é homenageado durante Seminário em Palmas

O sargento Carlos Alberto Teles Vieira foi homenageado durante o seminário do Proerd, ocorrido no Palácio Araguia. O policial foi o instrutor que atendeu o maior número de município do Tocantins.

Publicados

em

O sargento Carlos Alberto Teles Vieira, lotado no 4º Batalhão de Polícia Militar, em Gurupi, foi homenageado na manhã de terça-feira, 15, durante o 6º Seminário do Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência (Proerd), realizado em Palmas, no auditório do Palácio Araguaia. Cerca de 60 instrutores do programa participaram do evento.

O objetivo do encontro foi promover o alinhamento de ações do Proerd, com atualização técnica curricular, troca de experiências e investimento na saúde física, emocional e intelectual do policial militar que atua no programa.

Sete profissionais foram homenageados como instrutores destaques em 2018, dentre eles o sargento Carlos Alberto, por ter atendido o maior número de municípios, o militar trabalhou em nove cidades: Gurupi, Formoso do Araguaia, Aliança, Crixás, Peixe, Figueirópolis, Dueré, Cariri e Sucupira. Como reconhecimento pelo serviço prestado, o sargento foi premiado com três dias de dispensa recompensa pelo comando da Polícia Militar (PM).

A coordenadora regional do Proerd, tenente Shirley Rocha Albino disse que a equipe está feliz com a conquista do colega, que acontece pelo segundo ano consecutivo. “Ano após ano a equipe do Proerd do 4º BPM, se empenha em atender o maior número de cidades, pertencentes a nossa área circunscricional, ao todo 4.674 crianças foram certificadas em nossa região. Parabenizo o sargento Carlos e toda equipe pelos excelentes resultados alcançados no ano de 2018”, afirmou a tenente.

Para o comandante do 4º BPM, tenente-coronel Jaime Porfírio de Souza é gratificante ver o sargento Carlos destacar-se num projeto social que é de extrema importância para a sociedade. “Sabemos que todos os policiais que atuam no Proerd do 4º Batalhão são muito dedicados e tem feito um trabalho extraordinário na região Sul do Estado” declarou o comandante.

O homenageado afirmou que o mérito do destaque no evento não é somente dele, mas é reflexo de um trabalho realizado com uma equipe unida, coordenada pela tenente Shirley. Ele agradeceu o reconhecimento da Instituição e o apoio recebido pelo comando do 4º BPM para que o Proerd alcance o maior número de crianças e pais.

Continue Lendo

Polícia

Menor é apreendido pela Polícia por tentativa de homicídio e roubo em Gurupi

O adolescente foi encontrado pelos policiais durante patrulhamento na cidade. Ele é suspeito de tentar matar um homem com arma de fogo e roubar o aparelho celular de outra pessoa. Durante a ação dos militares um revólver foi localizado.

Publicados

em

Na noite dessa quarta-feira, 16, em Gurupi, o 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM) apreendeu um adolescente, 16 anos, após este tentar matar um homem e em seguida roubar o celular de uma mulher. No momento da abordagem o suspeito estava com o aparelho roubado e um revólver de calibre 32, com cinco munições, sendo três deflagradas e duas intactas.

Uma equipe do Batalhão patrulhava na Avenida Rio Grande do Norte, quando avistou o menor em atitude suspeita. Antes de ser abordado, o indivíduo tentou descartar a arma, mas toda a ação foi acompanhada pelos policiais. Após ser interceptado, o infrator relatou que foi responsável pelos disparos contra um homem na Avenida Guaporé e depois cometeu o roubo entre as Avenidas Alagoas e Pará.

Já no hospital, a vítima dos tiros informou que o menor fez diversos disparos contra ela, sendo atingida por uma munição nas costas. O homem lesionado foi socorrido pelo Samu e encaminhado para o Hospital Regional de Gurupi.

O adolescente, a arma e o celular apreendidos foram conduzidos à Central de Flagrantes para os procedimentos cabíveis.

Continue Lendo

Polícia

Polícia prende homem acusado de violência doméstica e apreende arma de fogo emTalismã

O autor da violência doméstica agrediu sua companheira com um tapa no rosto e por duas vezes a ameaçou de morte, sendo impedido por terceiros. Na primeira tentativa o homem esteve na casa onde a vítima estava e a ameaçou com uma faca e logo depois retornou com uma espingarda, mas o genro e uma testemunha convenceu o autor a desistir do ato.

Publicados

em

Na tarde desta quinta-feira, 10, o 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), prendeu em Talismã um homem, 31 anos, acusado de violência física contra mulher e apreendeu uma espingarda calibre 38, fabricação artesanal e uma munição de mesmo calibre.

O crime aconteceu na avenida Rio Tocantins, região central. Na ocasião a vítima, uma mulher, 32 anos, se encontrava na casa de uma vizinha. De acordo com as informações, o autor do delito havia entrado em vias de fato com outra pessoa na rua e em seguida, após o seu retorno para casa, se dirigiu até a casa vizinha e agrediu a sua companheira com um tapa no rosto.

O agressor ainda ameaçou a mulher com uma faca e após intervenção do seu genro, o homem se ausentou do local. Porém, logo em seguida o autor foi até a sua casa e retornou com a espingarda na mão.  Todavia, uma testemunha interviu no episódio, convenceu o homem a desistir do seu intento e o retirou do local em seu veículo.

A PM foi acionada e durante as diligências localizou o homem portando a espingarda nas suas mãos. Ele tentou fugir, mas foi preso em seguida, tendo a sua arma apreendida pelos militares.

O homem e a arma foram conduzidos e apresentados na delegacia Central de Flagrantes de Alvorada para os devidos procedimentos.

Continue Lendo

Notícias