Conecte-se conosco

Brasil

Bolsonaro defende mudanças na legislação para combater a violência

Manifestação ocorre após ameaça feita contra ele nas redes sociais

Publicados

em

O presidente Jair Bolsonaro defendeu hoje (11) mudanças na legislação com a participação de todas as esferas de todos os Poderes e da imprensa para impedir o avanço da violência no país. A afirmação foi feita em referência a um vídeo que pode ser visto na conta pessoal de Bolsonaro no Twitter.

Nas imagens, aparece um prédio incendiado no Ceará e uma voz masculina ameaçando o presidente com xingamentos. As ameaças fazem referência às declarações de Bolsonaro no sentido de endurecer a política de combate à violência.

“Note a necessidade mais que urgente de se mudar a legislação com participação de todas as esferas de Poderes e Imprensa”, esceveu o presidente destacando a palavra “imprensa” com letra maiúscula.

Ao se referir ao vídeo, Bolsonaro afirmou que a população precisa ter uma resposta urgente e que não aceita ameaças. “Não porque o marginal ameaça, citando meu nome, mas para mostrar ao povo ordeiros de que lado estão o Executivo, Legislativo e Judiciário.”

Minutos depois, em um novo tuíte, o presidente destacou que os criminosos “sabem exatamente o que fazem”. “Combatê-los é simples e rápido, mas requer que os Poderes permitam mecanismos para realmente defender a população”, acrescentou. Segundo Bolsonaro, “é necessário [adotar] ações para que os agentes de segurança possam dar a efetiva resposta”.

Ataques no Ceará
A onda de violência no Ceará começou há mais de uma semana. Prédios e ônibus são incendiados, e moradores temem sair às ruas por causa dos riscos constantes.

A Força Nacional foi enviada à região para atuar com os agentes de segurança locais, assim como presos considerados mais perigosos foram transferidos para presídios federais.

EBC

Brasil

Empreendedorismo feminino cresce mais de 15%

Publicados

em

As mulheres empreendedoras estão fortalecendo a economia brasileira. Nos últimos dez anos, o número de empresárias aumentou 15,4%, segundo dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e hoje já correspondem a mais de oito milhões de empresárias no Brasil. A tendência é que esse número cresça ainda mais.

As lojas de roupas são a principal aposta para uma fonte de renda fixa a muitas mulheres, dando maior oportunidade para que, independentemente da idade, sejam donas dos próprios negócios, tendo assim a independência financeira almejada.

No caso da proprietária da Chloe Multimarcas, Vanessa da Rosa Avello, foi a paixão feminina por roupas e por moda que fez a agora empresária abrir o primeiro negócio.  “Sempre gostei de ficar vendo sobre as tendências de moda e, abri a minha loja de roupas vendo nela uma oportunidade promissora. Hoje, a Chloe traz além de elegância, sofisticação, qualidade dos materiais que trabalhamos e a variedade de marcas e estilos. A nossa loja é para todas as mulheres que amam variar os looks e querem sempre estar belas e atuais”, destacou Vanessa.

Continue Lendo

Brasil

Mega-Sena vai sortear prêmio de R$ 3 milhões neste sábado

Publicados

em

O concurso 2.136 da Mega-Sena vai pagar aos acertadores das seis dezenas sorteadas um prêmio estimado em R$ 3 milhões. Os números serão sorteados na noite de hoje (23) em Cravinhos (SP).

As apostas podem ser feitas até às 19h (horário de Brasília) em qualquer lotérica do país e também no Portal Loterias Online. Clientes com acesso ao internet banking da Caixa podem fazer as apostas pelo computador, tablet ou smartphone. O serviço funciona das 8h às 22h (horário de Brasília), exceto em dias de sorteios, quando as apostas se encerram às 19h.

Para jogar pela internet, no Portal Loterias Online, o apostador precisa ser maior de 18 anos e efetuar um pequeno cadastro.

O jogo mais barato, em que o apostador marca seis dezenas, custa R$ 3,50. O prêmio máximo é para quem acerta as seis dezenas sorteadas, mas quem faz a quina e a quadra também é contemplado.

Continue Lendo

Brasil

Preço da gasolina sobe pela 4ª semana e acumula alta de 3,5% em um mês

Publicados

em

O preço médio do litro da gasolina comercializada em postos de combustível de todo o país fechou esta semana a R$ 4,319. Essa foi a quarta alta semanal do produto, que acumula um aumento de preço de 3,5% em um mês, já que, na semana de 17 a 23 de fevereiro, o litro era vendido a R$ 4,172.

Os dados são do levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O óleo diesel, comercializado em média a R$ 3,54 por litro, registrou nesta semana sua quinta alta consecutiva e acumulou, no período, aumento de preços de 2,8%.

O litro do etanol, que foi comercializado em média a R$ 2,969, também subiu pela quinta vez consecutiva, acumulando alta de 8,2% no período de cinco semanas. Já o preço do GNV (gás natural veicular) aumentou pela terceira semana, fechando em média a R$ 3,169 o metro cúbico, uma alta de 1% no período.

Continue Lendo