Conecte-se conosco

Geral

No Sul, 1° Concurso de Redação que incentiva a consciência política premia estudantes de Peixe

1° Concurso de Redação incentiva a consciência política de jovens estudantes

Publicados

em

Como parte integrante do projeto “Agentes da Democracia: formação de eleitores e políticos do futuro” foi realizado, na tarde desta terça-feira (30/10), a solenidade de premiação do 1° Concurso de Redação, realizado na 20° Zona Eleitoral, com o principal objetivo de desenvolver ferramentas educacionais, estimular e preparar o jovem eleitor. A premiação dos alunos vencedores aconteceu na Câmara de Vereadores do município de Peixe.

Participaram do Concurso 341 alunos, sendo 150 do Colégio Estadual Dom Orione, em Peixe, 52 do Colégio Estadual Adelaide Francisco Soares, em Jaú do Tocantins, 100 do Colégio Estadual Regina Siqueira Campos, em São Valério da Natividade e 39 alunos do Colégio Estadual Olavo Bilac, em Sucupira.

As redações foram corrigidas por Comissão Julgadora, designada por meio de uma parceria firmada pela Escola Judiciária Eleitoral (EJE/TO) e a Universidade do Tocantins (Unitins).

Os alunos vencedores das quatro melhores redações receberam bicicletas e notebooks, e as 20 melhores redações integram a coletânea que pode ser acessada no link

Por causa das chuvas na região durante a premiação o auditório ficou sem energia elétrica, mas a energia dos alunos era contagiante. Para a diretora da EJE/TO, desembargadora Ângela Prudente, é fundamental despertar nos jovens o sentimento democrático e o compromisso de participação na vida política do país.

“Entendemos ser necessária uma participação ativa da Justiça Eleitoral na formação direta de eleitores e políticos, a fim de fortalecer a democracia brasileira e consolidar o espírito democrático na vida da nação”, ressaltou a desembargadora.

O reitor da Unitins, professor Augusto de Rezende Campos, destacou a importância de debater a cidadania do processo eleitoral. “O debate passa pela formação e a conscientização na escolha dos nossos representantes”, disse.

O promotor eleitoral, Mateus Ribeiro dos Santos, emocionou-se ao ver os alunos cantando o hino nacional já que não foi possível a utilização de som mecânico, por causa da falta de energia durante a cerimônia. “Essa é uma verdadeira demonstração de cidadania, fico muito feliz em ver todos os alunos cantando o hino e demonstrando respeito a nossa pátria”, avaliou.

“O que esses alunos estão fazendo pela história do país é de uma importância excepcional, e os professores foram essenciais nesse processo”, ressaltou a juíza eleitoral, Cibelle Maria Bellezia.

O estudante Felipe Pereira, primeiro colocado no concurso de redação, contou que leu muito sobre a redemocratização do Brasil e o período da ditadura, quando os jovens de 16 não podiam votar. “Por isso acho fundamental a nossa participação no processo eleitoral, pois nós jovens podemos fazer a diferença”, acredita.

Classificação geral:

1 Felipe Gomes Pereira – Jaú do Tocantins

2 Victor Alessandro Ponce do Nascimento Pereira – Peixe

3 Olavo Lisboa dos Santos – São Valério

4 Ana Júlia Dantas Moreira – Sucupira

5 Victória Raika R da Silva – São Valério

6 Luiz Felipe de Castro Varanda – São Valério

7 Brenda de Paula Silva – Peixe

8 Helen Vitória Pereira Varanda – São Valério

9 Sebastião Junior Ferreira da Cruz – São Valério

10 Luiz Antônio José da Silva – Peixe

11 Isadora Ribeiro de Souza – Peixe

12 Samara Pereira Macêdo – Peixe

13 Lorraine Alves da Silva – Jaú do Tocantins

14 Victória Jeniff er da Silva Lopo – Jaú do Tocantins

15 Rayelly Oliveira Rubim – Jaú do Tocantins

16 Jakelline Gonçalves de Andrade – Jaú do Tocantins

17 Mayanne Barbosa Ramos – Sucupira

18 Nayane Eunice de S. Antunes – Sucupira

19 Amanda Gonçalves S. Abreu – Sucupira

20 Anita Carvalho de Assis – Sucupira

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

OAB-TO realiza eleição nesta quarta-feira; São 3 chapas e 4,7 mil profissionais estão aptos a votar nas 14 subseções

Publicados

em

A eleição da OAB-TO ocorre nesta quarta-feira, 28 de novembro, das 9 horas às 17 horas com urnas eletrônicas cedidas e programadas pelo TRE-TO (Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins). Serão escolhidos os dirigentes da Seccional e das 14 subseções da OAB.

Ao todo, são 4.773 advogados e advogadas aptos a votar nas Eleições da OAB-TO para o mandato do Triênio 2019/2021.

A votação, que vai ocorrer na sede da Seccional em Palmas e nas 14 cidades com subseção da OAB. Além do comando da Seccional, serão escolhidas as diretorias das subseções. Das 14 cidades, 9 estão com chapa única e 5 terão duas chapas disputando – Paraíso, Porto Nacional, Gurupi, Araguaína e Colinas. Portanto, nas subseções os advogados e advogadas vão votar duas vezes – primeiro para escolher a diretoria local e depois o comando da Seccional.

Para a disputa do comando da OAB-TO, há três chapas inscritas e os candidatos a presidente são os seguintes advogados. Com o nome “Advocacia Unida e OAB Respeitada”, está a chapa liderada por Juvenal Klayber Coelho, com Adriana Abi–Jaudi Brandão como candidata a vice-presidente. Com o nome “OAB Proativa”, está a chapa liderada pelo advogado Célio Henrique Magalhães Rocha e Albery César como candidato a vice. Já com o nome “OAB-TO Independente”, está a chapa encabeçada por Gedeon Batista Pitaluga Júnior e Janay Garcia, como candidata a vice-presidente.

“O desejo e os esforços são de que todo o processo eleitoral ocorra com lisura e retidão. Agradeço imensamente a todos os advogados e advogadas que participam da Comissão e subcomissões eleitorais, que são por volta de 100 pessoas, entre mesários, membros de comissão e subcomissões, funcionários e seguranças que estão contribuindo diretamente para o sucesso do pleito. Agradecemos muito o envolvimento dos profissionais do TRE-TO. Pedimos também uma postura tranquila das chapas e dos eleitores para a escolha dos novos dirigentes da Ordem. O dia da eleição é o dia do eleitor executar eficientemente seu voto, cumprindo seu desejo”, disse Hugo Moura, presidente da Comissão Eleitoral.

Voto obrigatório

De acordo com o parágrafo 1º do Artigo 63 do Estatuto da Advocacia, o voto é obrigatório para todos os inscritos na OAB. Ao todo, a OAB-TO tem 7 mil advogados e advogadas inscritos ativos, mas só estão aptos a votar aqueles com a anuidade em dia. O Artigo 134 do Regulamento Geral da OAB prevê que quem não votar, paga multa de 20% do valor da anuidade. Em caso de ausência, o advogado ou advogada poderá justificar em formulário que será disponibilizado a partir do dia 28 de novembro, em destaque na home do site da OAB (http://www.oabto.org.br). Todos os documentos relativos ao período eleitoral estão publicados no link: http://www.oabto.org.br/pagina-eleicoes-2018.

Continue Lendo

Cidades

No dia nacional de combate ao câncer crianças em tratamento no HGP recebem presentes do Papai Noel

Publicados

em

O setor de oncologia do Hospital Geral de Palmas foi marcado por muitos sorriso e emoção na manhã desta terça-feira, 27, data em que se comemora o Dia Nacional de Combate ao Câncer. Crianças que estão em tratamento contra a doença receberam presentes do Papai Noel.

A pequena Pâmela Pereira, de 9 anos, que trata de leucemia linfoide aguda (LLA) recebeu um teclado. “Eu escrevi a cartinha para o Papai Noel e não achava que o meu desejo fosse ser realizado, estou muito feliz”, disse.

Na ocasião, a mãe da Pâmela, Janicleia Pereira de Souza, cantou a música “Tá na mão de Deus” de composição de Géssica Santos. “Estou muito emocionada do desejo da minha filha ter sido realizado. Ela trata da leucemia desde os dois aninhos, moramos em Gurupi e toda terça-feira venho para Palmas para o tratamento dela”, disse.

Enzo Rodrigues Carvalho, de 9 anos, também recebeu presente. “Ganhei um celular que tinha pedido para o Papai Noel, agora vai ter alguma coisa para eu brincar quando estiver internado”, completou.

Ação

A ação do setor de oncologia do Hospital Geral de Palmas juntamente com a Fábrika Nutrição levou alegria as crianças e adultos em tratamento do Hospital. “Hoje temos 33 crianças em tratamento sendo alguns do interior do Estado que vem a cada seis meses fazer exames e retornam para suas cidades de origem. Muitas crianças são transferidas para outras cidades porque Palmas ainda não é referência nessa área”, explica a coordenadora do setor de humanização do HGP, Goiamara Borges.

Estiveram presentes também na ação os chefes e servidores, das Unidades da Advocacia Geral da União no Estado do Tocantins.

Dados

Dados recentes da Organização Mundial da Saúde revelam que os números de mortes por câncer no Brasil aumentaram em 31%. É a segunda causa de mortes no país, depois das doenças cardiovasculares.

Continue Lendo

Geral

Justiça condena INSS a pagar auxílio acidente a operador que teve 49% do corpo queimado

Publicados

em

A Justiça condenou nesta quinta-feira (22/11), o Instituto Nacional do Seguro Social a pagar auxílio acidente a um operador de caldeira que se acidentou no local de trabalho. O operador sofreu queimaduras de 2° e 3º graus, comprometendo 49% do corpo. A decisão é da juíza Luciana Costa Aglantzakis, da 1ª Vara Cível da comarca de Pedro Afonso.

Conforme consta nos autos, no dia 15 de agosto de 2010, o operador sofreu um acidente trabalho, sofrendo queimaduras de 2º e 3º graus em 49% do corpo, afetando assim a capacidade laboral, devido à sensibilidade de sua pele, que não mais poderá ser exposta ao sol.

Ao julgar as provas, a magistrada se baseou no artigo 86 da lei 8.213/91, “O auxílio-acidente será concedido, como indenização, ao segurado quando, após consolidação das lesões decorrentes de acidente de qualquer natureza, resultarem sequelas que impliquem redução da capacidade para o trabalho que habitualmente exercia”. E complementou: “O laudo é claro ao mencionar que as sequelas e lesões encontradas impossibilitam o autor de exercer a atividade que exercia por ocasião do acidente, bem como constatou o nexo de causalidade entre as lesões e o acidente ocorrido”, pontuou.

A magistrada julgou procedente o pedido e condenou o INSS a pagar para o autor o benefício mensal de auxílio acidente, nos termos do artigo 86 da lei 8123/91.

Continue Lendo