Conecte-se conosco

Cidades

Segunda edição do Passeio Ciclístico contra as Drogas reúne cerca de 700 pessoas

Publicados

em

Cerca de 700 crianças e adultos participaram do passeio ciclístico na região Sul de Palmas

O esporte sempre foi um aliado na luta do combate às drogas, e neste sábado, 20, o ciclismo levou adultos e crianças para uma ação de conscientização. Organizado pela Escola Municipal Thiago Barbosa e Polícia Militar (PM) do Tocantins, foi realizada a 2ª edição do Passeio Ciclístico contra as Drogas, no Jardim Aureny II. O evento reuniu cerca de 450 pessoas, que pedalaram um trajeto de aproximadamente 4 km. No total, a organização do evento e a Polícia Militar estimaram a participação de 700 pessoas durante toda a programação.

Por meio da integração entre escola e comunidade, o passeio tem o objetivo de conscientizar a comunidade, principalmente aos alunos, sobre os riscos do uso de drogas. “Se a família não estiver junto com a escola, nós não conseguimos efetivamente educar nossas crianças”, afirma o diretor da Escola Thiago Barbosa, Weudes Pereira da Rocha, ao salientar que o passeio também é uma forma de contribuir além do ensino da sala de aula e deixar uma marca positiva e uma mensagem para a comunidade local.

O professor de Educação Física Antônio Brito, que ministra aulas na instituição, explica que a escola deve desempenhar um papel não apenas dentro da sala de aula, mas também contribuir com ações para a comunidade. “Envolver as crianças, nesse caso com o esporte, é mostrar a elas que há a oportunidade de vivenciar uma sociedade melhor e, consequentemente, longe das drogas”, pontua Antônio.

A dona de casa Valéria Cristine de Assis acompanhou o filho durante todo o percurso a pé. Seu filho, Gabriel Assis, tem 8 anos e está na escola a apenas um mês, mas para a mãe é fundamental incentivar a participação da criança nas ações promovidas pela instituição. “Os pais têm que acompanhar os filhos em todo o processo com a escola, pois isso ajuda muito no desenvolvimento deles”, diz Valéria.

Quem também acompanhou o filho foi o vigilante Antônio Leonardo. Para ele, a participação em eventos como esse é essencial para a educação do seu filho. “Tem que vir participar, porque a nossa função é incentivar as boas práticas, ensinar a dizer não às drogas e também fazer com que eles pratiquem mais esportes”, conta o Antônio.

Parcerias

O Passeio foi realizado em parceria com o 6º Batalhão da Polícia Militar, que colaborou com a segurança, alinhamento e organização dos ciclistas presentes. O comandante do Batalhão, Major de Souza, afirma que esse trabalho com pessoas de diferentes idades ajuda a superar os desafios do combate às drogas. “É importante esse projeto acontecer em conjunto com a PM e o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência, pois trabalhamos para quando essas crianças se tornarem adultas elas já entendam as consequências que as drogas podem trazer no aspecto social, econômico e, principalmente, familiar”, explica o Major.

Segundo a coordenadora estadual do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), a tenente-coronel Alaídes Machado, esse projeto chama a atenção das crianças e da sociedade em geral para os problemas que enfrentamos diariamente nas ruas. “Nós acreditamos no poder transformador da educação. Sabemos que a informação e educação transformam pessoas, e pessoas transformam o mundo. Por isso, investimos tanto nas crianças para se tornarem cidadãos ativos em seus papeis sociais”, diz.

O evento também contou com a parceria da Agência Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade, Guarda Metropolitana de Palmas, Fundação Municipal de Esporte e Lazer, ONG Sonho de Criança, Cmei Cantinho da Alegria, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Secretaria Estadual de Educação, Juventude e Esportes e Pró-Tocantins.

Programação

Após o passeio, as crianças contaram com uma programação diversa, de brincadeiras, como touro mecânico, piscina de bolinha e cama elástica, peças teatrais, pinturas, lanches e sorteio de prêmios, dentre eles uma bicicleta.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Prazo do REFIS e IPTU é prorrogado até o dia 15 de maio

Publicados

em

A Prefeitura de Gurupi por meio da Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças prorroga o prazo do REFIS, Programa de Recuperação Fiscal e pagamento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). Para pagamento a vista ou parcelamento o prazo final passa a ser 15 de maio.

O REFIS é uma excelente oportunidade para o contribuinte que eventualmente tenha débitos com o município, como IPTU, ISSQN, Alvarás e outras taxas municipais, poder quitar a sua dívida. Para isso o programa oferece desconto de 100% nas multas e juros em pagamento a vista e de até 80% no pagamento parcelado.

O contribuinte terá neste prazo o desconto de 20% no pagamento a vista e a oportunidade de parcelar em até cinco vezes sem juros o seu IPTU. Para isso, basta imprimir o seu boleto no site da Prefeitura de Gurupi, clicando em (Consulte seus débitos), ou se dirigir até os guichês de atendimento na Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças, na Rua 01 entre Avenidas Maranhão e Goiás, no Centro.

Fique atento e não perca a chance de estar em dia com os seus débitos.

Continue Lendo

Cidades

Fundação Cultural de Palmas apoia 15ª edição da Paixão de Cristo, que acontece na sexta-feira 19

A entrada é 1kg de alimento não-perecível, que será doado a instituições e famílias carentes de Palmas

Publicados

em

A entrada é 1kg de alimento não-perecível, que será doado a instituições e famílias carentes de Palmas

A Fundação Cultural de Palmas (FCP) é uma das apoiadoras do espetáculo 15ª edição da Paixão de Cristo que será realizada na sexta-feira, 19, às 19 horas, na Praça dos Girassóis. Neste ano a encenação conta com a participação de indígenas de seis aldeias Xerente, da cidade de Tocantínia. A entrada é 1kg de alimento não-perecível, que será doado a instituições e famílias carentes de Palmas.

Para o diretor-geral do espetáculo, Valdeir Santana, a participação dos indígenas enriquecerá ainda mais a produção e é também uma forma de homenagem, pois coincide com o Dia do Índio. “O público perceberá a presença marcante dos indígenas logo na abertura, que contará com danças típicas da comunidade Xerente”, adianta o diretor.

Mais de 40 indígenas da comunidade Xerente integram a equipe, que tem a estimativa de reunir cerca de 500 pessoas, dentre equipe técnica, atores, figurantes e produção. Com o slogan ‘uma paixão feita por muitos’, o time da Paixão de Cristo integra ainda adolescentes internos do Centro de Atendimento Socioeducativo de Palmas (Case) e alunos da Associação de Pais e Amigos do Excepcional de Palmas (Apae), que se juntam a atores profissionais e amadores.

“Estamos cumprindo o IDE de Jesus Cristo, que não vê segregação de classe para levar a mensagem da Cruz. São pessoas que, geralmente, não têm a oportunidade de estar em uma produção teatral. Mas estão aqui para provar que eles podem muito, que são muito talentosos e também que estamos cumprindo o verdadeiro papel do teatro sacro que é de evangelizar e também incluir”, complementa.

Ainda há vagas para o elenco de figuração e os interessados em participar, devem se inscrever pelo whats da Companhia (9 8484-5422). Podem participar pessoas de todas as idades, com ou sem experiência e de todas as religiões. Os ensaios gerais acontecem na quarta e quinta-feira, 17 e 18, a partir das 19 horas, na Praça dos Girassóis. Todos os voluntários serão certificados pela Pró-reitoria de Extensão da Universidade Federal do Tocantins, através de uma parceria com a Art’Sacra.

Espetáculo

A Paixão de Cristo na Capital é realizada pelos voluntários da Cia Art’Sacra de Teatro e, de acordo com a organização, é considerado um dos maiores espetáculos a céu aberto na região Norte do País. Conforme o diretor de elenco da Paixão de Cristo 2019, Leo Sampaio, o espetáculo neste ano está com novidades. “Pensamos em inovar, sem perder a qualidade e a mensagem da Paixão de Cristo. O público perceberá a influência e participação das mulheres dentro da Paixão de Cristo, pois, mostraremos a Paixão através dos olhares das mulheres que diretamente fizeram parte da vida de Jesus naquela época”, alega, acrescentando ainda sobre a grande participação de mulheres na companhia.

Segundo ele, o roteiro foca a descendência das mulheres da família de Jesus para dentro da Paixão, até a chegada da sua Mãe Maria. “A Samaritana, Madalena, Maria e Marta, dentre outras, onde cada uma delas mostrará como era a paixão de Cristo, esta paixão que começou no amor ao próximo em acolher cada pessoa desprezada, rejeitada e excluída, até mostrar ao mundo o mais belo e verdadeiro amor que foi morrer de na cruz, mostrando que Ele nos ama e nos acolhe de braços aberto na Cruz. Pois a cruz não é sinal de morte, mas de vida e vida em abundância”, finaliza.

Patrocínio

O Projeto foi aprovado pela Lei Rouanet, do Ministério da Cultura, com autorização para captação de cerca de R$ 300 mil. Porém, o grupo não encontrou empresa para a captação. Desta forma, diante da falta de patrocínio, o grupo se empenhou com a realização de atividades beneficentes como galinhadas, arrecadação de doações e rifas, dentre outras atividades para custear as principais despesas. A FCP apoia o evento através de emenda parlamentar.

Reconhecimento

O espetáculo da Paixão de Cristo realizado pela Art´Sacra Cia. de Teatro foi instituído no calendário de eventos oficiais do município de Palmas, Lei 2.287, de 10 de janeiro de 2017. Em maio de 2010, a Fundação Cultural do Estado do Tocantins concedeu ao espetáculo teatral sacro da Paixão de Cristo, evento Cultural do Estado, pelos seus trabalhos realizados na área de teatro e formação. Tal reconhecimento ressalta a sua importância na sociedade como uma entidade que fomenta a cultura, às artes, sacra e popular e colabora desta forma com a formação cultural do Estado do Tocantins.

 História

A Cia foi fundada em 16 de maio de 2005 por um grupo de jovens apaixonados pelo teatro e que sempre atuavam nas apresentações sacras onde dramatizavam passagens dos Evangelhos e outras temáticas para reflexões litúrgicas e formações sócio-educativas na Paróquia Dom Orione, em Palmas.

Continue Lendo

Cidades

Confira o que abre e o que fecha na Saúde durante a Semana Santa em Palmas

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também funcionará de forma ininterrupta, podendo ser acionado pelo telefone 192

Publicados

em

Parte da rotina dos serviços públicos da rede de saúde de Palmas durante o período da semana será modificada para se ajustar ao ponto facultativo decretado pela Prefeitura de Palmas nesta quinta, 18 e o feriado da Sexta-feira Santa, 19. Desta forma, nos dois dias os Centros de Saúde da Comunidade (CSCs) e os atendimentos administrativos realizados na sede da Secretaria da Saúde não irão funcionar.

Já as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Norte e Sul, o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas (Caps AD III) vão atender normalmente, 24 horas por dia. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também funcionará de forma ininterrupta, podendo ser acionado pelo telefone 192.

Na segunda-feira, 22, todos os serviços voltam no expediente normal.

Continue Lendo