Conecte-se conosco

Estado

Saúde descarta suspeita de Coronavírus em paciente internado e esclarece sobre Plano para combate

Informações foram repassadas em coletiva de imprensa nesta segunda; exames confirmam que paciente contraiu o vírus H1N1

Publicados

em

Coletiva ocorreu na tarde desta segunda-feira no auditório da SES e teve participação da Vigilância em Saúde e do HGP

Na tarde desta segunda-feira, 3, o secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini, recebeu a imprensa para esclarecer sobre o Plano de Assistência Emergencial Epidemiológica desenvolvido pela equipe técnica da pasta, visando o possível manejo de pacientes infectados por Coronavírus, no Tocantins.

Segundo o gestor, logo que houve a suspeita do primeiro caso em território nacional, uma equipe da Vigilância em Saúde reuniu-se com as demais áreas afins para que fosse traçado um plano de forma coordenada e articulada, a fim de proporcionar um diagnóstico e tratamento célere e adequado a cada caso. “Reunimos as áreas técnicas e definimos o HGP [Hospital Geral de Palmas] como a unidade a ser referência para os casos, com 14 leitos de internação e três de UCI [Unidade de Cuidados Intermediários]”, relatou.

Toda a preparação se mostrou eficiente quando um paciente, oriundo da Alemanha, deu entrada em Porto Nacional na rede pública de Saúde com sintomas e histórico que indicava a possível contração do novo vírus, que demonstrou alta capacidade de transmissibilidade. O quadro clínico do paciente apresentou melhora desde sua internação e resultados de exames realizados no Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen) confirmaram a presença do vírus Influenza A, H1N1, que assim como o Coronavírus, causa Síndrome Respiratória Aguda.

Edgar Tollini reforçou que não há motivos para alarde. “Somos um dos cinco estados brasileiros a ter este plano, antes mesmo de sermos acionados pelo Ministério da Saúde. Estaremos esta semana, em Brasília, para as orientações gerais, além de fazermos as reivindicações pertinentes ao trabalho, necessárias para as atividades voltadas aos possíveis pacientes”, enfatizou.

Coronavírus

Também presente na coletiva, o médico infectologista, Flávio Milagres, informou que “a melhor forma de prevenir-se é manter a boa higienização das mãos, evitar aglomerações, principalmente em período de resfriado e ao primeiro sinal de Síndrome Respiratória Aguda Grave, deve-se procurar uma unidade de saúde, para que sejam feitos os protocolos de rastreamentos pré-estabelecidos”.

O especialista acompanhou todo o processo envolvendo o caso suspeito. Ele explica que o Coronavírus é um agente viral novo, de uma família já conhecida, que sofreu alterações em sua estrutura e agora adquiriu a capacidade de infectar seres humanos.

Inicialmente, os primeiros casos foram identificados na região da China e, pelas suas características de transmissibilidade, vêm se espalhando ao redor do mundo, causando desde uma síndrome respiratória simples, como um resfriado, até uma grave, como pneumonias.

Ainda não se sabe, em relação ao vírus, a sua capacidade de transmissão, entretanto estima-se um período de dois a 14 dias de encubação. Assim, é possível identificar a contração do vírus em pacientes que respeitem os critérios de definição para suspeita do Coronavírus: episódios de tosse ou falta de ar, combinados com febre, histórico de presença em região onde há circulação do agente viral pelos últimos 14 dias ou contato com outros pacientes com diagnóstico confirmado. Estes casos serão incluídos no protocolo de enfrentamento.

“No Tocantins, não há circulação do vírus, houve apenas um caso investigado e descartado e a população em geral pode ficar tranquila em relação aos cuidados oferecidos ao paciente e ao baixo risco de infecção neste momento”, tranquilizou o médico Flávio Milagres, explicando que os pacientes que apresentarem suspeita do caso, devem ser conduzidos em sua maioria por meio das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e UPAs.

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Estado

Governo busca modernizar a malha viária do Tocantins e anuncia concessão de 640 km de rodovias

Concessão é alternativa de oferecer ao cidadão estradas bem conservadas, seguras e com serviços de apoio aos usuários

Publicados

em

A Medida Provisória foi encaminhada pelo Governo para a Assembleia Legislativa do Tocantins (AL/TO), nesta sexta-feira, 3. Os deputados vão analisar o texto e devem votar a MP em breve

Com o objetivo de modernizar a malha viária do Estado, o governador Mauro Carlesse autorizou à Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) que possa, mediante processo licitatório, conceder à iniciativa privada os serviços de operação, manutenção, conservação, monitoramento e implantação de obras de infraestrutura e de outras melhorias, em oito rodovias e trechos estratégicas para o desenvolvimento do Estado, totalizando 640,40 km. A decisão foi oficializada com a assinatura da Medida Provisória (MP), nº 9, desta sexta-feira, 3 de abril de 2020.

“A concessão de rodovias e trechos possibilita uma alternativa de oferecer ao cidadão estradas bem conservadas, seguras e com serviços de apoio ao usuário. Esse processo também permite a criação de novos postos de trabalho no Tocantins, principalmente nas obras que serão realizadas pelos novos concessionários”, destacou o governador Mauro Carlesse.

De acordo com a MP, as rodovias beneficiadas serão as TO-050, Palmas/Porto Nacional – trecho de 58,70 Km; TO-010, TO-445 e TO-342, Palmas/Miracema do Tocantins/Miranorte – trecho de 108,00 Km; TO-030, Palmas/Taquaruçu/Santa Tereza – 67,00 Km; TO-080, Palmas/Paraíso do Tocantins – 74,70 Km; rodovias TO-455 entroncamento TO-255 entroncamento TO-080 – trecho de 71,00 Km; TO-355, Colinas do Tocantins entroncamento TO 010 – trecho de 60,00 Km; TO-222 Araguaína/Filadélfia – trecho de 107,00 Km; Rodovia TO-500 travessia da Ilha do Bananal – trecho de 94,00 Km.

Benefícios

Uma pesquisa técnica realizada pela Confederação Nacional de Transporte (CNT), em outubro de 2019, mostrou que as 22 melhores rodovias brasileiras são concedidas à administração privada. A iniciativa já é adotada há tempos em estados como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Bahia (BA), Goiás (GO), e Minas Gerais (MG), e é uma prática comum também em outros países desenvolvidos.

No Brasil, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, também anunciou, no ano passado, que o governo federal pretende fazer a concessão de 16 mil km de rodovias federais.

De acordo com o governador Mauro Carlesse, a concessão também vai melhorar a logística do Estado, possibilitando mais desenvolvimento. “A burocracia ou os recursos limitados, muitas vezes acabam por atrasar serviços que são importantes para as rodovias, como os de manutenção e conservação. Com a concessão, esse processo consegue ser permanente e mais ágil”.

A Medida Provisória foi encaminhada pelo Governo para a Assembleia Legislativa do Tocantins (AL/TO), nesta sexta-feira, 3. Os deputados vão analisar o texto e devem votar a MP em breve.

 

 

Continue Lendo

Estado

Cidadania e Justiça divulga novas ações de prevenção à Covid-19 nas unidades prisionais do Estado

Objetivo é preservar a saúde de servidores e pessoas privadas de liberdade custodiadas em unidades prisionais do Tocantins

Publicados

em

Todos os servidores terão acesso ao documento

Com o objetivo de impedir a disseminação do novo Coronavírus no Sistema Penitenciário e Prisional do Tocantins (Sispen/TO), a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio do Núcleo de Operações, Prevenção e Controle à Covid-19, elaborou a segunda nota técnica com orientações de prevenção do contágio do vírus e outras doenças. O objetivo do documento é preservar a saúde de servidores e pessoas privadas de liberdade custodiadas em unidades prisionais do Tocantins.

Preparada por especialistas da Secretaria, a nota traz informações sobre ações de boas práticas de limpeza e assepsia. O documento atenderá servidores, população carcerária e visitantes das unidades penais. Além de orientações de como prevenir a doença adotando hábitos de higiene, a nota técnica apresenta ao público informações como os serviços essenciais, estado de alerta, o grupo de risco à doença, sintomas, dentre outras questões que são necessárias para evitar o contágio.

O superintendente do Sispen/TO, Orleanes Sousa, que está à frente do Núcleo juntamente com o secretário da Seciju, Heber Fidelis, destaca que o material é de extrema importância e todos os servidores terão acesso. “Iremos divulgar no site da secretaria, disponibilizar nas redes e enviar memorandos circulares às unidades prisionais. Todos os gestores destas unidades deverão dar visibilidades a estas recomendações”, afirma Orleanes Sousa.

A gerente de Assistência Educacional e Saúde ao Preso e Egresso da Seciju, Marluce Oliveira, está à frente da equipe que produziu o documento e enfatiza que a informação é a maior aliada nesta batalha. “A segunda nota técnica tem por objetivo fortalecer as equipes operacionais do Sistema Penitenciário e Prisional que fazem parte dos serviços essenciais e que não podem ficar em casa, ou com trabalho remoto, para que possam se prevenir e ao mesmo tempo evitar a propagação do vírus. Nesse momento, a prevenção e as informações legítimas são importantes, fechando as portas de entrada do Sistema à pandemia”, conclui.

 

 

Continue Lendo

Estado

Agência Tocantinense de Regulação informa meios de comunicação on-line para atendimento

Atendimentos ao público estão sendo realizados preferencialmente on-line, 24 horas por dia

Publicados

em

Parte dos servidores da ATR está realizando trabalho remoto

Em respeito às medidas de segurança para o combate à proliferação da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus, a Agência Tocantinense de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (ATR) alterou os atendimentos dos serviços públicos estaduais.

Os atendimentos ao público estão sendo realizados preferencialmente on-line, 24 horas por dia, pelos e-mails:

Gerência de Operacionalização e Arrecadação (permissionários): [email protected]

Protocolo: [email protected]

Ouvidoria: [email protected]

A ATR ressalta que os serviços de fiscalização do transporte rodoviário intermunicipal de passageiros estão funcionando normalmente nos Terminais Rodoviários, das 8 às 18 horas.

Ainda podem ser feitas reclamações, denúncias, sugestões, elogios e críticas por meio da Ouvidoria Geral do Estado, no telefone 162 (ligação gratuita), de segunda-feira a sexta-feira, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas.

 

Continue Lendo

Notícias