Conecte-se conosco

Geral

Ruraltins participa de seminário sobre a cadeia produtiva de arroz

Evento reuniu instituições parceiras da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no desenvolvimento dessa cadeia produtiva no Estado

Publicados

em

A integração entre a extensão rural, a pesquisa e o produtor rural proporcionou a implantação de 80 Unidades Demonstrativas de arroz no Estado

O Seminário Arroz do Tocantins, realizado nessa terça-feira, 4, reuniu instituições parceiras da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no desenvolvimento dessa cadeia produtiva no Estado. O evento foi realizado na sede da Embrapa Pesca e Aquicultura, em Pamas.

Há cinco anos atuando em parceria com a Embrapa, por meio da celebração de convênios, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) participou do evento apresentando resultados de ações conjuntas e os benefícios para os produtores rurais. De acordo com o engenheiro agrônomo Edmilson Rodrigues, responsável pela explanação, a integração entre a extensão rural, a pesquisa e o produtor rural proporcionou a implantação de 80 Unidades Demonstrativas (UDs) de Arroz Terras Altas, chamado de arroz sequeiro, alcançando 650 agricultores em todas as regiões do Tocantins, totalizando 80 municípios.

“Essa parceria está sendo fundamental para resgatar e fortalecer a cadeia produtiva do arroz, que muitas vezes é acometida por pragas e doenças, desestimulando o produtor. Então, por meio desse trabalho integrado, implantamos as unidades utilizando variedades de arroz desenvolvidas pelos pesquisadores da Embrapa, tendo em vista a alta produtividade e a qualidade de grãos. Aqui destacamos as variedades BRS Serra Dourada, BRS Sertaneja e BRS Esmeralda, as mais cultivadas entre os agricultores atendidos por nós do Ruraltins, pois são apropriadas ao clima e livres de doenças, como a bruzone”, frisou

Edmilson Rodrigues destacou ainda outras diversas atividades realizadas entre Embrapa e Ruraltins resultando em cursos de capacitação para 50 técnicos, palestras, Dias de Campo, não só no cultivo de arroz como também, feijão e mandioca.

“Nossa proposta com essa parceria é justamente trazer novas formas de produção para os agricultores em todo Estado, visando diversificar a produção nas propriedades rurais, além de propor alternativas para a recuperação de áreas degradas na formação de pastagens, gerando lucro e minimizando custos”, disse o engenheiro agrônomo, ressaltando que os produtores têm todo acompanhamento técnico necessário para a sua atividade, que vai desde a preparação do solo, a correção, a adubação, o plantio, a colheita até a comercialização.

O agricultor Alicio Alves, da Fazenda Cria Bem, localizada no município de Crixás, na região sul do Estado, é um dos exemplos bem sucedidos dessa parceria. Há cerca de três meses, ele implantou uma UD de cinco hectares, adotando o Sistema Barreirão, que é uma tecnologia utilizada para a recuperação de pastagens, consorciada com culturas anuais. Na propriedade, o agricultor, por meio da assistência técnica do Ruraltins, aliou o cultivo de arroz, consorciado com o capim, e já colhe agora os primeiros resultados.

“Já completando 90 dias, o capim está na altura para a entrada dos animais, e o arroz bem cacheado. A UD está bem bonita, tudo perfeito. A área produziu 3.500 kg de arroz por hectare (58 sacos), que, com a comercialização do grão, já cobre os custos de preparo da área, além de ter a pastagem recuperada”, frisou.

Durante o seminário, o pesquisador da Embrapa, Daniel Fragoso, falou da atuação da empresa no Estado, e outras instituições presentes também falaram de suas ações conjuntas.

Na oportunidade, foi assinado um acordo de cooperação técnico financeiro entre a Embrapa e as empresas privadas Uniggel Sementes, Sementes Simão e Sementes Brazeiro no valor de R$ 1,2 milhão distribuído por cinco anos.

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Prefeitura de Gurupi decreta ponto facultativo nesta quinta-feira (18)

Publicados

em

 

A Prefeitura de Gurupi decretou ponto facultativo nas repartições públicas no âmbito municipal nesta quinta-feira (18), em virtude do feriado da sexta-feira Santa (19). O decreto Nº 0484 foi assinado na tarde desta quarta-feira (16) pelo prefeito Laurez Moreira.

De acordo com o decreto, o ponto facultativo não atinge setores da administração pública municipal que desenvolvem serviços essenciais e que necessitem de plantão permanente. Não abrange também a contagem dos prazos licitacionais dos atos convocatórios, eventualmente publicados pela Comissão de Licitações de Gurupi.

Continue Lendo

Estado

Nota de Esclarecimento da Secretaria Municipal de Infraestrutura de Gurupi

Publicados

em

Prefeitura Municipal de Gurupi - Foto: Romilton Messias

 

A Secretaria Municipal de Infraestrutura de Gurupi (SEINFRA), diante dos fatos ocorridos envolvendo um funcionário da pasta, que de acordo com algumas denúncias da população tem usado o nome da Prefeitura Municipal e agido de má fé para conseguir dinheiro, vem a público esclarecer que, o servidor não tem comparecido ao serviço e como preconiza a legislação municipal, foi encaminhado um processo para a Comissão de Processo Administrativo Disciplinar para que sejam tomadas as devidas providências.

A SEINFRA manifesta a sua insatisfação com o ocorrido e afirma não compactuar com esse tipo de atitude tomada por este servidor. Vale ressaltar que a gestão honra com os compromissos com o funcionalismo público, trabalha para ofertar aos seus colaboradores os melhores benefícios e qualidade de trabalho.

O Município dentro de suas possibilidades se coloca à disposição dos familiares deste servidor para ajudá-lo, bem como para quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessários.

Continue Lendo

Geral

Campanha de Páscoa faz doação de chocolates a projeto que atende crianças carentes da capital

Publicados

em

 

A fundadora do projeto “Unidos por um Mundo Melhor” recebeu as doações entregues pela chefe do setor de Cerimonial, Mônica Farias, e destacou a importância da doação para crianças e adolescentes carentes. “É importante porque você tira de si para ofertar para alguém que você não conhece, mas sabe que vai fazer bem a essa pessoa e que ela vai se sentir melhor e importante. Parece tão pequeno, mas para quem recebe é muito grande e muda o dia dela”, declarou Júlia.

O sucesso da campanha, segundo Mônica Farias, deve-se à rede de solidariedade que se formou entre os integrantes do MPE. “A solidariedade virou rotina no Ministério Público e sempre que desenvolvemos uma campanha, a gente sabe que pode contar com o apoio de todos. Nós abraçamos essa proposta trazida pela Júlia porque sabemos o quão relevante é o projeto”.

Projeto

O Projeto “Unidos por um Mundo Melhor” é um projeto social e cultural conduzido por 30 jovens e atende a cerca de 1.400 crianças e adolescentes da capital. Além do trabalho de arrecadação de roupas, alimentos, mantimentos, tem a missão de capacitá-los e inseri-los no mercado de trabalho. Atualmente, o Ministério Público do Tocantins é parceiro com do Projeto “MP Cultural” no desenvolvimento de ações voltadas à expressão do movimento hip hop.

Continue Lendo