Conecte-se conosco

Cidades

Prêmio de Motocross oferece aos palmenses espetáculo de manobras radicais

Participantes garantiram um show aos palmenses que acompanhavam atentos as manobras

Publicados

em

Pilotos do Tocantins, Mato Grosso, Goiás, Bahia, Maranhão, Pará e Piauí participaram da competição

O tocantinense João Victor Alves, de 17 anos, conquistou a primeira colocação na categoria MX1 Profissional no 1º Grande Prêmio de Motocross. O jovem conseguiu a primeira colocação com manobras altas e arriscadas em meio a uma disputa acirrada com pilotos de estados vizinhos presentes na competição. Ao todo 178 pilotos do Tocantins, Mato Grosso, Goiás, Bahia, Maranhão, Pará e Piauí levantaram poeira na tarde deste domingo, 25, no Parque Sussuapara, Região Norte de Palmas.

Eles garantiram um show aos palmenses que acompanhavam atentos as manobras. “Gosto de motocross, achei ótimo isso aqui, bem bacana. A gente assiste e se entusiasma junto com eles”, disse o funcionário público Ângelo Alberto Araújo. “Agradeço muito a todo mundo que veio nos prestigiar e a todos que nos apoiaram. É sempre bom correr em Palmas. A prova foi muito boa, uma das melhores que a cidade já recebeu. Corro desde os quatro anos então, motocross é algo de que gosto muito de poder mostrar”, disse o jovem que é de Araguaína.

A pista que serviu de palco para a competição possuía largura e comprimento exigidos pela Confederação Brasileira de Motociclismo. Foram 1.200 metros de extensão, com 8 metros de largura e 11 obstáculos com rampas, duplos e king’s. “Nossa intenção era oferecer um espetáculo com 100% de adrenalina e zero de acidentes e conseguimos. Houve muita ultrapassagem e manobras radicais graças à pegada de pilotos muito experientes. Isso tudo aconteceu para mostrar que Palmas está ressurgindo para o motocross, já que há dois anos não aconteciam eventos aqui. Também foi uma oportunidade para mostrar o nível dos pilotos do Tocantins, que é surpreendente”, avaliou o membro da comissão organizadora, Rafael Balena.

A organização não confirmou data, mas ratificou a intenção de realizar a partir de 2019 dois eventos por ano com competições de motocross em Palmas. O 1º Grande Prêmio de Motocross foi organizado pela Associação Tocantinense de Titan Cross com apoio da Yamaha MotoPalmas, Serra Verde Honda, Balena Racing e Fundação Municipal de Esportes e Lazer (Fundesportes).

O presidente interino das Fundesportes, Giovanni Assis, ressaltou que a Prefeitura de Palmas continuará investindo na modalidade, pois entende o esporte como uma grande atração para prática de atividade física voltada para a qualidade de vida e lazer para a população de Palmas. “Não houve eventos de motocross por dois anos. Fizemos uma pista nova para garantir toda essa emoção. Continuaremos a apoiar com certeza”, garantiu Assis.

Mais fotos podem ser baixadas direto no Flickr da Prefeitura de Palmas, por meio do link: www.flickr.com/photos/cidadepalmas/

Cidades

“No início era um mar de rosas. Mas ele começou a me xingar, foi ficando agressivo, ciumento e controlador”, relata mulher vítima de agressão doméstica

Publicados

em

“No início era um mar de rosas. Mas ele começou a me xingar, foi ficando agressivo, ciumento e controlador. Eu não podia ir sozinha ao mercado, ele me vigiava na faculdade. Então eu terminei o relacionamento, mas ele continuou me perseguindo, e procurei a Justiça para pedir medida protetiva, pra garantir minha segurança. Hoje ele está com tornozeleira, sendo monitorado, e eu ando com o botão do pânico, para o caso dele se aproximar”. A história dessa assistente contábil, que prefere não se identificar, faz coro com a de outras mulheres vítimas de violência doméstica que participaram, nesta terça-feira (20/8), do projeto Monitorando a Paz em Casa, no Fórum de Palmas. .

A ação, criada pela Equipe Multidisciplinar da Vara Especializada no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Palmas, busca acompanhar vítimas e monitorados que estão sob medida cautelar, usando a tornozeleira eletrônica, e faz parte da programação da Semana Justiça Pela Paz em Casa.

Nesta terça, o encontro foi apenas para as vítimas e contou com a participação dos envolvidos na Rede de Proteção à Mulher Vítima de Violência: Defensoria Pública, Centro Flor de Liz, Patrulha Maria da Penha (Polícia Militar) e Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Polícia Civil).

Durante o encontro, as participantes relataram suas histórias e como estão agora. As informações servem de base para atuação da Rede de Proteção. Dessa forma, a mulher pode ser direcionada a um acompanhamento psicológico ou pedir ação mais efetiva da Patrulha, por exemplo.

Monitorados

Acontecerá na próxima quinta-feira (22/8) o encontro com os monitorados, também com os representantes da Rede de Proteção à Mulher. O objetivo é para acompanhar como eles estão e sugerir ações efetivas, como tratamento de dependência química, por exemplo.

Mutirão de audiências

Ainda como parte da programação da Semana da Justiça pela Paz em Casa, acontecerá nesta quarta e quinta-feira, dias 21 e 22, o mutirão de audiências da Vara Especializada no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Palmas. O objetivo é acelerar os processos em tramitação sobre violência doméstica. São 40 audiências previstas, 20 por dia.

Continue Lendo

Cidades

Clínica da Mulher de Gurupi realiza palestra sobre amamentação em comemoração ao Agosto Dourado

Publicados

em

O mês de agosto é dedicado à intensificação das ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Clínica da Mulher, promoveu na manhã desta terça (20), uma palestra aberta a comunidade com o intuito de tirar dúvidas, orientar e conscientizar sobre a importância da amamentação exclusiva até os seis meses.

Segundo o Secretário de Saúde, Gutierres Torquato, eventos como este é muito importante para toda a população, pois fortalece o vínculo familiar. “Eu aprendi logo que fui pai, que essa conexão não é somente da mãe, mas de toda a família! Ações como essa é de alegrar o coração, pois aqui além de gestantes eu vejo pais que querem participar, aprender sobre esse momento!” comemorou Torquato.

Com a participação da comunidade e de profissionais da saúde, a fisioterapeuta e facilitadora Jaciara Martins orientou sobre os principais tabus que as mães sofrem por falta de informação. “Nós tentamos levar para toda a família o quão é importante para a mãe esse momento de amamentação. Elas precisam de muito apoio, pois existe uma insegurança, que é natural, onde muitas mães deixam de acreditar que somente a amamentação é suficiente, em questão de hidratação e alimentação, além do vínculo que é gerado com o bebê nesse reconhecimento maternal” comentou.

Programação 

No dia 21 a Unidade Básica de Saúde do setor Pedroso juntamente com o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) realizará palestra, a partir das 7h30. No dia 22 a Unidade Básica de Saúde do setor Casego também realizará palestra.

No próximo dia 28 deste mês a partir das 16h, acontecerá no Centro de Convenções Mauro Cunha a “Hora do Mamaço”, evento onde as mães e gestantes irão se reunir para confraternização e mais orientações para toda a comunidade, seguindo o calendário de ações do Agosto Dourado.

Continue Lendo

Cidades

“Não é Não”: Palestra abordou direitos da mulher em campanha do Agosto Lilás em Gurupi

Publicados

em

Na manhã desta sexta-feira (16), foi realizada uma palestra com o tema “Não é Não e não cabe interpretação”, alusiva à campanha Agosto Lilás em Gurupi. A programação do Agosto Lilás está sendo promovida pela Prefeitura de Gurupi por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Assistência Social e Proteção a Mulher.

A palestra ocorreu no pátio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e foi voltada ao público masculino, ministrada pela Darlene Pereira, bacharel em direito e coaching. Ela explicou que na palestra foi falado sobre a responsabilidade de cada cidadão combater esse tipo de violência, pois é um dever de toda sociedade.

“Fiz um apanhado sobre os riscos da violência contra a mulher que atinge toda a sociedade, independente de classe social, idade, etnia e religião. É uma violência que atinge toda família, ou seja, todos nós. E cada um é responsável para ajudar, cabe a todos nós evitarmos que isso se perpetue, conscientizando as pessoas, tanto as mulheres quanto a seus direitos, como toda a sociedade de forma geral quanto a nossos deveres enquanto cidadão de proteger as mulheres nessa situação de vulnerabilidade”, explicou a Coaching.

A programação do Agosto Lilás iniciou nesta quinta-feira (15) com panfletagem durante a inauguração da Unidade Básica de Saúde (UBS) João Queiroz Neto, no Setor Parque das Acácias. A campanha segue até o dia 29, onde será realizada uma blitz educativa com o tema “Nada justifica a violência”.
Programação

Dias 22 e 29 de agosto – Panfletagem nas inaugurações das obras municipais (Centro de Convenções Mauro Cunha e Centro de Atenção Psicossocial/CAPS III).
Dia 29 de agosto – Blitz educativa com o tema “Nada justifica a violência”.
Local: Semáforo da Rua 05 com a Avenida Goiás, Centro
Horário: 07h30

Continue Lendo

Notícias