Conecte-se conosco

Política

Prefeitura de Gurupi entrega 5º Cemei e destaca história do Senador João Ribeiro

Publicados

em

A noite desta última quinta-feira (23) foi marcada por uma grande comoção em Gurupi. A prefeitura municipal entregou o 5ª Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) da cidade, que homenageou o saudoso Senador João Ribeiro, conhecido popularmente como “João das Creches”. Os familiares do Senador que estiveram presentes, bem como as diversas lideranças políticas de todo o Estado que prestigiaram o evento ficaram comovidas com a homenagem.

O prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, em seu discurso destacou o empenho da gestão para atender todas as demandas da educação, bem como a merecida homenagem ao Senador. “Fico muito feliz de poder realizar mais um dos desejos da população gurupiense, como sempre digo, o que mais me realiza na vida de político é o poder de mudar a paisagem dos lugares e o destino das pessoas, e é isso que fizemos aqui, estamos dando a oportunidade da educação para centenas de crianças. Estamos seguindo o exemplo do nosso saudoso Senador João Ribeiro, que em sua vida política prezou pela educação desses pequenos”, disse.

A prefeita Cinthia Ribeiro, homenageada na noite, falou da alegria de receber a homenagem e elogiou a gestão gurupiense. “Esse é um momento de muita honra e de muita alegria. João Ribeiro, que foi conhecido como o “João das Creches”, em todo o Estado do Tocantins, teve aí as suas emendas, os seus recursos, principalmente voltados para essa grande política pública que é transformar a vida das pessoas que de fato mais precisam. Para nós é motivo de muita alegria ver a administração de excelência, os resultados eficazes de uma política transparente que o prefeito Laurez Moreira tem feito, seu primeiro mandato foi maravilhoso e o segundo segue sob a mesma perspectiva, ou seja, são pessoas de responsabilidade trabalhando dentro da gestão para de fato produzir resultados, e é isso que a população precisa”, destacou.

A deputada estadual Luana Ribeiro, filha do senador João Ribeiro, também homenageada no evento, relembrou o seu pai e agradeceu pela homenagem. “Essa obra é uma justa homenagem, nossa família está muito honrada. Meu pai foi um homem que dedicou a vida à política e ao próximo. O menino pobre que calçou sapato pela primeira vez aos onze anos de idade teve a oportunidade de pisar no tapete verde da Câmara e no tapete azul do Senado, retribuiu a população com trabalho, com amor e com respeito. Essa homenagem não é só ao senador, mas à toda população gurupiense, pois como meu pai dizia, é muito importante ter um local seguro, de qualidade, para que as crianças possam ficar bem acolhidas e terem uma boa formação, enquanto seus pais possam trabalhar com a certeza de que suas crianças terão um bom futuro”, declarou.

O Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei)

O Cemei Senador João Ribeiro, localizado no Loteamento Parque Residencial Nova Fronteira é a 5ª unidade de ensino entregue pela atual gestão. Com mais esta, a educação municipal de Gurupi terá a capacidade para atender um total de 9.418 crianças.

O investimento direcionado para a sua construção, equipamentos e mobiliários foi de R$ 2.626.757,56, recursos provenientes do Governo Federal/FNDE e próprios do Município. A nova unidade possui 1308.85 m² de área construída, 8 salas de aula, cozinha, depósito, almoxarifado, sala para professores, sala de informática, sala de leitura, vestiário, playground e banheiros adaptados para pessoas com deficiência. Tem capacidade para atender 312 alunos, crianças com a faixa etária de 1 a 3 anos, nas modalidades Berçário II, Maternal I e II.

O CEMEI Senador João Ribeiro já iniciou o período letivo nesta última segunda-feira, 20, juntamente com as demais unidades de ensino.

De acordo com informações da secretaria de Educação, a inauguração dos novos Cemeis, o Raimunda Regino de Lima, no setor Aeroporto III em dezembro deste último ano, e agora o Senador João Ribeiro, no Nova Fronteira, a capacidade de atendimento de crianças na faixa etária de 1 a 3 anos aumentou. Além disso, para atender toda a demanda por vagas, medidas como a junção de turmas e a criação de novas foram tomadas.

Histórico do Homenageado

De origem humilde, a mãe era dona de casa e servente de escola pública e o pai pedreiro, João Batista de Jesus Ribeiro era natural de Campo Alegre de Goiás. Ficou órfão de pai aos 7 anos e como segundo filho de sete irmãos (primeiro dos homens), João começou a trabalhar ainda criança para ajudar a mãe na criação da família. E como arrimo de família trabalhou na roça, foi engraxate, vendedor de picolé. Ainda jovem se mudou para Araguaína, na época norte goiano, a convite de seu patrão, dono de uma ótica.

João Ribeiro era casado com Cinthia Ribeiro, atual prefeita de Palmas, com quem teve um filho, João Antônio, hoje com 12 anos. O senador deixou outros seis filhos: Luana Ribeiro, deputada estadual, JR, Diego, Giovanna, Maria Teresa e Fábio. Foi presidente do Sindicato dos Garimpeiros da Serra Pelada graças ao seu estreito relacionamento junto aos garimpeiros.

Sua ligação com o Sindicato e a liga de Futebol de Araguaína, leia-se Tourão do Norte, o levou a eleição de vereador em 1982, dando início a sua brilhante carreira política.

Carreira política

Quatro anos depois foi o deputado estadual mais bem votado em Goiás. Destacou-se na defesa dos garimpeiros, em um período em que o Brasil vivia o auge do garimpo de Serra Pelada. Ainda naquele mandato, João Ribeiro se empenhou pela criação do estado de Tocantins. O senador considerava sua vitoriosa luta nesse sentido o principal marco de sua carreira política.

Disputou e venceu as eleições para prefeito de Araguaína, e ficou frente à administração municipal entre 1989 e 1993. No ano seguinte chegou a Brasília como deputado federal. Foi reeleito em 1998, proporcionalmente o mais bem votado no país. Nesses dois mandatos, deu prioridade à busca de recursos para Tocantins.

Durante o mandato de deputado, licenciou-se em duas oportunidades para ocupar cargos no governo de Tocantins. Foi secretário de Turismo Ecológico e secretário de Governo, nas gestões de Siqueira Campos, que atualmente governa o estado pela quarta vez. Em 2002 foi eleito Senador pelo Tocantins. Em 2026, foi coordenador da campanha do governador Siqueira Campos.

Mandato no Senado

A atuação no Senado foi marcada por um caráter municipalista. Agiu com empenho pela construção da Ferrovia Norte-Sul, das hidrelétricas dos rios Araguaia e Tocantins e para levar saneamento básico, esportes, estradas e turismo para as cidades do estado.

Em 2003 assumiu uma cadeira no Conselho Político do Governo Federal. Foi líder da bancada do governo. Reelegeu-se senador nas eleições de 2010, e foi o mais votado, tendo mais votos do que o governador eleito. Além de ser conhecido como João do Povo, por seu carisma recebeu também o apelido de João das Creches, pois 89 dos 139 municípios tocantinenses receberam recursos de suas emendas parlamentares para a construção de creches.

Foi, entre os anos de 2011 e 2013, o único representante do Tocantins na mesa diretora do Senado Federal, tendo sido eleito (internamente) para o cargo de 2º secretário. Por um desejo popular já era o pré-candidato a governador do Tocantins nas eleições de 2014.

Desejo esse interrompido em 18 de dezembro de 2013, quando o senador João Ribeiro faleceu em São Paulo, aos 59 anos de idade, vítima de complicações pulmonares após um transplante de medula óssea como parte do tratamento de um tipo raro de leucemia.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

Pressionado pela Justiça, Dimas revê medidas e impõe rigidez na abertura do comércio

As medidas foram elaboradas após uma reunião realizada nesse sábado, 4, entre o prefeito e membros da Associação Comercial e Industria de Araguaína (Aciara) e Defensoria Pública.

Publicados

em

Descrição: Prefeitura discute nova medidas com Aciara e DPE

Após o quarto caso positivo para covid-19 e em atendimento à determinação judicial, prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, revoga três decretos e assina um novo mantendo a suspensão parcial do funcionamento no comércio em geral. No entanto, ressalva que os estabelecimentos que decidirem abrir as portas devem seguir as orientações de segurança e higiene, para evitar a transmissão do coronavírus, entre elas a limitação da quantidade de clientes no interior do comércio.

O novo decreto, publicado neste domingo, 5, além de normatizar o funcionamento do comércio local, mantém suspenso o atendimento ao público, por tempo indeterminado, nas secretarias e outros setores municipais, “resguardados aqueles de caráter essencial, conforme definição dos responsáveis pela área”.

As medidas foram elaboradas após uma reunião realizada neste sábado, 4, entre o prefeito e membros da Associação Comercial e Industria de Araguaína (Aciara) e Defensoria Pública (DPE).

“Chegamos a um denominador comum em relação ao atendimento comercial em Araguaína, para os próximos 15 dias, e para isso, precisamos contar com a colaboração de todos. A estruturação da nossa rede de saúde está sendo realizada e, em breve, teremos aqui, aproximadamente, 60 leitos para atender a casos graves”, disse Dimas ao pedir para a população não entrar em pânico.

“Precisamos estar todos unidos na prática de medidas preventivas, exercendo o isolamento social e os protocolos de higiene; conter o avanço da Covid-19 é a única forma de impedirmos ou reduzirmos medidas mais rigorosas”, observou o defensor Sandro Ferreira, titular da 17ª Defensoria da Fazenda Pública.

Feiras livres e Igrejas

Com as novas medidas, a partir desta semana, as feiras vão retornar a funcionar. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde, vai baixar portarias, estabelecendo regras de funcionamento dos estabelecimentos e das feiras.

Entre as medidas já estabelecidas e que devem ser obedecidas estão o espaçamento entre as barracas, intensificação na limpeza e uso obrigatório do álcool para higienização. Será especificado o aumento do espaço das feiras livres; os idosos acima de 60 anos de idade estão proibidos de frequentar as feiras.

Ainda de acordo com o decreto, os templos religiosos podem manter suas portas abertas. A orientação é de que na celebração de missas, cultos ou rituais, as cadeiras sejam individuais e estejam afastadas uma das outras por, no mínimo, dois metros, observando o limite máximo de 40 participantes.

Seguem fechados

Continuam suspensas as atividades em casas de shows, boates, espaço destinados para eventos, academias e outros.

Seguem impedidos de receber o público para consumo no local os bares, restaurantes, padarias, conveniências e outros, podendo apenas realizar a venda de produtos para consumo em casa ou por meio de delivery.

Penalidades

Caso do o comércio deixe de cumprir as orientações, o proprietário do estabelecimento responderá por crime contra a ordem e a  saúde pública, além de multas previstas na legislação municipal.

A reincidência será motivo para imediata interdição do estabelecimento, sendo necessária a formalização de Termo de Ajuste de Conduta (TAC), entre município, Ministério Público Estadual e o infrator para eventual reabertura.

As denúncias podem ser feitas pelos telefones 3411 5640 e 3411 5639 em horário comercial, ou pelo 99949 5394 ou, ainda, acionando diretamente a Polícia Militar pelo 190.

 

T1 Noticias

Continue Lendo

Política

Joaquim Rocha deixa PRTB e vai disputar prefeitura de Palmas pelo PMB

O médico e ex-vereador da capital havia apresentado um projeto dentro do PRTB, onde não deram relevância, motivando o candidato a procurar outras alternativas.

Publicados

em

O médico e ex-vereador da capital, Joaquim Rocha, informou ao T1 Notícias neste sábado, 4, que deixou o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) no qual estava filiado e agora passa a disputar a prefeitura de Palmas pelo Partido da Mulher Brasileira (PMB).

Joaquim esclareceu que desenvolveu um projeto para Palmas, voltado para a saúde da população, com o objetivo de tratar doenças crônicas, que são doenças nutricionais, mudando os hábitos de vida e alimentares dos palmenses. Mas, de acordo com ele, o projeto não teve muita relevância dentro do PRTB. “Optaram por uma questão mais estrutural, os vereadores acham que a estrutura é melhor do que um projeto e me deixaram em uma situação difícil”, relata.

O médico ainda pontuou que havia cogitado a possibilidade de disputar a prefeitura pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC). “Nós tínhamos feito um acordo também, entre nós, que se não desse certo no PRTB eu iria para lá e íamos nos apoiar. Mas me informaram que só tinha vaga para vice e não para prefeito, para candidatura”, conta.

Depois do ocorrido, Joaquim Rocha explicou que procurou outra alternativa; entrou em contato com uma amiga que já havia falado sobre um partido e, posteriormente, conversou com a presidente nacional do PMB, que segundo ele, foi extremamente receptiva. “Ela nos deu autonomia para podermos  trabalhar o nosso projeto e transformar as mudanças que Palmas precisa. Deus está no comando”, finalizou.

 

Roberta Tum / T1 Noticias

Continue Lendo

Política

Cidades com mais de 50 mil habitantes começam a usar pregão eletrônico

Obrigação vale para compras com recursos de convênios com União

Publicados

em

A partir desta segunda-feira (6), os municípios brasileiros com mais de 15 mil habitantes terão de usar o pregão eletrônico para comprar bens e serviços com recursos de convênios com a União e demais transferências voluntárias. A nova regra vale para a aquisição de mercadorias e de serviços usadas no dia a dia. Apenas as obras estão fora dessa modalidade de contratação.

Em fevereiro, o pregão eletrônico tornou-se obrigatório nos municípios de mais de 50 mil habitantes. Em 1º de junho, será a vez de as cidades restantes, de até 15 mil moradores, adotarem o sistema. O cronograma foi estabelecido pela Instrução Normativa 206, editada em outubro do ano passado, pelo Ministério da Economia. Desde outubro, a obrigação vale para os estados e o Distrito Federal.

Segundo o secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert, o pregão eletrônico aumenta a economia de recursos públicos de duas maneiras. A primeira é a ampliação da concorrência. Ao permitir a participação de empresas de todo o país nas licitações, o sistema aumenta a oferta.

“Em vez de comprar apenas na região, a prefeitura pode comprar de todo o país, escolhendo o preço mais vantajoso”, explica Heckert. Segundo ele, caberá ao fornecedor oferecer o frete mais barato no caso de uma prefeitura adquirir bens de regiões distantes. “A responsabilidade, que muitas vezes era do Poder Público, passa para o vendedor”, acrescenta.

A segunda vantagem listada pelo secretário consiste na redução da corrupção. “O pregão eletrônico é um sistema mais transparente, que registra todas as transações. As informações estarão disponíveis para o cidadão acompanhar”, afirma Heckert.

Plataforma
Os municípios interessados podem registrar as aquisições com recursos de transferências voluntárias diretamente no Sistema de Compras do Governo Federal (Comprasnet). A ferramenta está integrada à Plataforma +Brasil, criada em setembro do ano passado para informatizar a prestação de contas de transferências federais voluntárias recebidas pelos entes locais.

Desde o início de março, os estados e as prefeituras podem integrar os sistemas locais de compras à União. Com esse processo, as compras poderão ser feitas nos sistemas próprios e serem instantaneamente registradas na Plataforma +Brasil.

Atualmente, a plataforma registra nove modalidades de utilização de recursos de transferências federais. O Ministério da Economia pretende estender a prestação eletrônica de contas a todas as 30 modalidades nos próximos meses.

O estado com mais municípios abrangidos pelas novas normas é São Paulo, com 137 municípios. Em seguida, vem Minas Gerais, com 72. Segundo a Secretaria de Gestão, a União assinou 1.920 convênios com cidades de mais de 50 mil habitantes no ano passado, repassando voluntariamente R$ 2,3 bilhões a essas prefeituras.07

Continue Lendo

Notícias