Conecte-se conosco

Política

Paulo Mourão participa de lançamento de candidatura de Dr. Nésio para deputado estadual

Publicados

em

O candidato a Senador pela coligação Frente Alternativa (PT, REDE, PV, PRTB, PDT, PTB, PCdoB e PSD), Paulo Mourão (PT), participou na noite deste domingo, dia 16, do lançamento da candidatura a deputado estadual Dr. Nésio (PCdoB), na 507 Sul, em Palmas. Também estavam presentes a primeira suplente professora Germana (PCdoB), o candidato a governador Márlon Reis (REDE) e seu vice Zé Geraldo (PTB).

Em seu discurso, Paulo Mourão elogiou Dr. Nésio e enalteceu o médico, destacando ser uma das grandes esperanças no parlamento estadual. “Aposto muito que você vai fazer um trabalho de forma representativa na Casa de Leis, não só pela sua competência, mas acima de tudo, pelo seu caráter, sua ética e forma de proceder. É isso que o Tocantins precisa. Você é uma promessa muito forte, precisamos ter mais pessoas com esse mesmo compromisso seu, que é o caminho mais curto para melhorarmos o Tocantins”, afirmou.

O senadorável falou de suas propostas para o senado, mencionando as reformas que vem penalizando a classe trabalhadora como as da Previdência e Trabalhista. “Precisamos fazer um debate necessário sobre essas reformas que desde o seu início não passaram por ampla discussão com a sociedade civil organizada. Ouve uma ausência de diálogo no Congresso Nacional com os trabalhadores”, observou.

Sobre a Reforma Tributária, Mourão irá propor também uma ampla discussão acerca do assunto. “O Brasil é um dos países mais injustos com a população e o setor produtor e empregador. O sistema de tributos penaliza quem compra. Então temos que fazer uma reforma para aliviar a carga sobre o consumo, porque poucos países no mundo se paga consumo com tributos. Vamos fazer tributos sobre transações, sobre lucros financeiros e sobre grandes fortunas, para aliviarmos a carga tributária do trabalhador e do empresário, que é a mola propulsora do desenvolvimento porque é ele que gera emprego e faz investimento”.

Mourão destacou também que para ocorrer a mudança que toda sociedade deseja é preciso haver uma consciência por parte do eleitor. “Todos nós desejamos uma mudança para o nosso país, mas como eu vou mudar? Mudaremos combatendo a corrupção, e não saindo nas ruas xingando político e criminalizando a política. Vamos mudar os rumos do nosso estado e país escolhendo bem os candidatos na hora de votar, apertando as teclas com os números certos”, reforçou.

“Vamos escolher de fato representantes que se propõem a mudar a história do nosso Estado. Vamos votar em Márlon Reis para governador, Paulo Mourão senador e Dr. Nésio deputado estadual, para juntos fazermos a recuperação e a reconstrução do nosso Tocantins”, garantiu.

O candidato ao governo Marlon Reis deixou claro que terá a missão de cumprir e resgatar o Tocantins que todos sonham com justiça social. “Queremos poder dizer ao povo que todos esses anos de dedicação ao Estado não foram em vão. O Tocantins é muito rico, mas infelizmente nós não conseguimos ainda experimentar de suas riquezas. Então nós temos muito o que fazer pela nossa gente e estamos preparados e encorajados com esse time unido que arregaçou as mangas para fazer a defesa do povo e lutar pelo desenvolvimento do Estado com justiça social”, destacou.

Márlon ainda defendeu a eleição dos candidatos presentes. “Precisamos que todos esses representantes cheguem lá para o exercício do mandato juntos, Dr. Nésio na Assembleia Legislativa, para termos a certeza de que vamos ter um representante que discutirá políticas públicas e não meio de enriquecimento pessoal. Da mesma maneira, sabemos da necessidade que nós temos da eleição de Paulo Mourão para o Senado. Um homem bem qualificado e preparado. Será um favor para nós tocantinenses se votarmos nele, que acompanhado da professora Germana, com certeza essa parceria vai dar muito certo no Senado da República”, reafirmou.

O candidato a deputado estadual Dr. Nésio disse que os princípios e as convicções foram o que coincidiram para todos estarem juntos no mesmo projeto, o de ver o Tocantins nascer de novo. “O projeto que nós queremos para o nosso Estado é ver ele nascer novamente. Por isso estamos firmes na candidatura de Marlon Reis governador, Zé Geraldo vice e Paulo Mourão senador, esses homens que tem a consciência que o nosso Estado precisa de homens comprometidos com a ética, o trabalho e a determinação para tomar as grandes decisões estruturantes para o desenvolvimento do Tocantins”, declarou o candidato.

Edson França que é representante do Comitê Central do PCdoB de São Paulo, disse que os candidatos podem contar o apoio do partido. “Conte com tudo aquilo que o PCdoB significa para que consigamos lograr êxito nas eleições. Vamos intensificar o nosso trabalho para que tenhamos um senador e um governador comprometido com o povo brasileiro e com uma agenda de desenvolvimento para esse estado que precisa se desenvolver e há muito ainda que crescer. “Então Paulo Mourão tem esse significado e nós precisamos eleger você Paulo, pode contar com a gente. A confiança do Partido em Paulo Mourão é total, é um voto que daremos com muita honra e alegria conte conosco para isso”, afirmou.

“Marlon também é uma parte de um projeto positivo, representa esse novo jeito de fazer político. Vamos trabalhar também para eleger Haddad, não podemos permitir que o fascismo impere no Brasil. Vamos construir um Brasil com educação, trabalho, desenvolvimento e com distribuição de renda. Esse é o projeto que o PCdoB que junto com o PT e a REDE tem se emprenhado para o Brasil. Temos a certeza que Nésio será o nosso próximo deputado estadual, trabalhamos bastante para que tenhamos ele, um talento na política que muito nos orgulha, esse homem que cresceu no partido”, disse.

Thalia Batista que é presidente estadual da União da Juventude Socialista, disse que Paulo Mourão é um deputado que desde o começo esteve do lado do povo do Tocantins. “Todos os seus mandatos foram voltados para o povo. Ele defende as pautas que a gente precisa, combatendo a reforma que traz retrocesso para o país, como a da Previdência, a Emenda Constitucional 95 que congela os gastos públicos em Saúde, Educação/Ciência e Tecnologia e a reforma Trabalhista que cortou tantos direitos dos trabalhadores”, relatou.

“Não tem como a gente da juventude não conhecer o trabalho do Paulo, porque ele sempre dedicou suas principais emendas para a educação. As políticas públicas que o Paulo defendeu no seu mandato sempre foram em favor da juventude tocantinense e da educação no Tocantins. Então sabemos do seu compromisso com a juventude e que ele é o melhor candidato entre os apresentados para representar o Senado”, destacou.

O advogado e membro do PCdoB, Edy Cesar, disse que o Paulo foi um grande gestor em Porto Nacional e que representou muito bem o povo tocantinense na Assembleia Legislativa com honra e dignidade. “Paulo Mourão tem um passado limpo e representa a renovação das forças políticas tocantinenses. Ele tem capacidade de entendimento do Estado, conhece o Tocantins inteiro e sabe dos anseios dos populares e tem condição de representar o Estado tanto na fiscalização e aplicação dos recursos públicos como nas proposituras de emendas. É uma pessoa ideal para representar uma mudança de fato na política estadual”, assegurou.

Visita a feira da Aureny I

Pela manhã, o candidato a senador Paulo Mourão fez caminhada pela Feira da Aureny I, na Capital, onde cumprimentou eleitores e feirantes, ao lado do ex-prefeito de Palmas Raul Filho (PSD). Entre uma barraca e outra, Mourão ouviu as demandas e anseios dos feirantes que desejam a construção de uma nova política para Tocantins.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

MPE denuncia prefeito de São Bento por tentativa de homicídio

Publicados

em

O Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Araguatins, ofereceu, nesta terça-feira, 18, denúncia criminal em desfavor do prefeito de São Bento do Tocantins, Ronaldo Rodrigues Parente, acusado de tentativa de homicídio contra quatro pessoas. O crime ocorreu no dia 09 de abril quando o acusado, portando uma arma de fogo, se dirigiu até a casa do vereador Adelson Rodrigues de Araújo, por volta de 20h, e fez 10 disparos com o fim de atingir o interior da residência.

De acordo com a denúncia, no interior da casa do vereador estavam quatro pessoas que só não foram atingidas porque se esconderam debaixo dos móveis.“O denunciado assumiu o risco de produzir o resultado morte no momento em que decidiu disparar contra a residência do vereador, tendo plena ciência dos efeitos que poderia ocasionar e tendo se mostrado indiferente quanto aos resultados possíveis da conduta”, disse o Promotor de Justiça Guilherme Cintra Deleuse na denúncia.

O Promotor de Justiça sustenta que o crime foi praticado por motivo fútil e com uso de recurso que impossibilitou a defesa das vítimas, pois foi motivado por discussões em redes sociais e realizado por meio de ataque repentino. A conduta está tipificada no art.121, § 2º, II e IV, do Código Penal.

Apesar de o prefeito ser detentor de foro privilegiado por prerrogativa de função, a competência da ação penal é da comarca de 1º grau de Araguatins, por força do entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), que restringiu o foro privilegiado apenas a crimes praticados no exercício do cargo e em razão dele.

Continue Lendo

Política

Governador Mauro Carlesse recebe comandante do 7º Distrito Naval

Governador destacou a importância da Marinha do Brasil e a parceria com a Capitania dos Portos Araguaia/Tocantins

Publicados

em

O Governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, recebeu na tarde desta quarta-feira, 19, em seu gabinete no Palácio Araguaia, o vice-almirante Wladmilson Borges de Aguiar, comandante do 7º Distrito Naval, acompanhado do capitão de Fragata Cláudio Alberto Teixeira Ramos, capitão dos Portos do Araguaia/Tocantins. Essa foi a primeira visita do comandante ao governador Carlesse.

O comandante Wladmilson Borges de Aguiar disse que assumiu recentemente e veio ao Palácio Araguaia se apresentar ao Governador e agradecer o apoio que o Governo do Estado tem dispensado à Capitania dos Portos Araguaia/Tocantins, que pertence à sua jurisdição. “Eu acho muito importante esse relacionamento da Marinha com o Estado e eu vim aqui para agradecer esse apoio, renovar os votos e me colocar a disposição para o que for possível”.

O governador Carlesse destacou a importância da Marinha do Brasil e a parceria com a Capitania dos Portos Araguaia/Tocantins. “Somos um Estado cortado por dois grandes rios e outros de menor porte e a Marinha é indispensável para promover a segurança“, avaliou.

Missão

A Marinha é responsável pelo policiamento da costa brasileira e das águas interiores, bem como, por fiscalizar e orientar a Marinha Mercante. É a mais antiga entre as três Forças Armadas. Sua origem remonta à Marinha portuguesa. É de jurisdição do 7º Distrito Naval, o Centro de Integração e Adestramento de Brasília; a Agência Fluvial de Imperatriz; a Agência Fluvial de São Félix do Araguaia, além da Capitania dos Portos Araguaia/Tocantins.

 

Continue Lendo

Política

CPI prossegue com oitivas e Presidente prepara relatório final

Publicados

em

 

A Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga as irregularidades nas aplicações financeiras do PreviPalmas se reuniu na última segunda, 17 e na  terça-feira,18,  para realizar as oitivas do gestor de investimento da CM Capital Markets, Arthur Farme DAmoed, e do presidente da Tercon, Luiz Fernando Conte Vaconselhos.

O gestor da Capital Matkets, Arthur Farme, afirmou que não teve contato com nenhum representante da gestão anterior do Previpalmas para discutir investimentos do Instituto no fundo Tercon e que a primeira vez que esteve na cidade foi em junho de 2018 a convite da atual gestão para discutir aspectos relativos aos investimentos, situação do fundo, rentabilidade e informações sobre o contexto dos investimentos que havia sido feitos pela gestão passada.

Durante o depoimento o gestor do Capital Matkets foi questionado pelos membros da CPI o porquê da empresa ter aceitado receber os investimentos mesmo o Previpalmas não sendo investidor qualificado para fazer tais aplicações de acordo com os regulamentos da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). “Não chegou ao meu conhecimento nenhuma irregularidade em relação à qualificação como investidor qualificado de nenhum cotista desse fundo. A nossa empresa não tinha nenhuma relação  direta com TERCON nós  prestávamos  outros tipos de serviços para o fundo que a Tercon era gestora e esse fundo tinha a Capital Marks como  administradora  e o  ITAÚ como custodiante”, explicou Arthur.

No entanto o presidente da empresa Tercon, Luiz Fernando Conte Vasconselhos, em seu depoimento afirmou que a responsabilidade para verificar as condições de cumprimento de normas e credenciamento do Previpalmas para saber se o órgão era um investidor qualificado era de  responsabilidade da administradora, no caso a Capital Matkets..“A obrigação de fazer esse levantamento era da Capital Matkets  e não da nossa empresa. A certificação seria o procedimento mais adequado – eles teriam que se certificar que o Previpalmas cumpria com os requisitos como investidor qualificado – é possível  que possa ter acontecido é que a administradora tenha analisado o Instituto exclusivamente em relação ao seu patrimônio  e tenha partido do pressuposto que era o suficiente, no meu entender  pode ter havido omissão. A responsabilidade por aceitar o investimento não é da gestora e sim da administradora,” afirmou  Luiz Fernando.

  Na ocasião, o presidente da CPI, vereador Milton Neris (PP), pontuou que o trabalho da comissão está esclarecendo pontos que estavam escuros e com os depoimentos e cruzamentos das informações a CPI já está muito próxima de fazer a conclusão e apresentar relatório final dos trabalhos e em seguida encaminhar as apurações para as autoridades competentes. “Com os depoimentos dessa semana esclarecemos pontos que a CPI precisava averiguar, ainda tem uma documentação que eles vão nos enviar por e-mail, e no momento que a gente cruzar tudo, vamos finalizar o nosso relatório dando responsabilidade a quem tem que ter. A Capital Matkets  participou do processo junto como o Fundo Tercon e no caso existe um  documento no processo que o presidente do Instituto  da época declarou que o Previpalmas era investidor qualificado mesmo não sendo. O gestor sabia de todos os riscos envolvidos  e mesmo assim permaneceu fazendo investimentos e aplicações em desconformidade com regras determinadas pela lei , e pelos  regulamentos da CVM e de portarias adotadas pelo Instituto”, disse Neris.

Continue Lendo