Segunda, 25 de junho de 2018
Política

18/05/2018 ás 05h10

Romilton

Palmas / TO

Advogados dizem que Ohofugi “usa” OAB para “fins políticos”
Grupo protocolou documento ao presidente da entidade cobrando “isenção” e “imparcialidade”; secretário da Ordem chama iniciativa de "factóide"
Advogados dizem que Ohofugi “usa” OAB para “fins políticos”
Advogados protocolaram documento na OAB-TO (Foto: Divulgação)

Grupo de advogados protocolou uma petição na manhã desta quinta-feira, 17, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Tocantins (OAB-TO), cobrando “isenção” e “imparcialidade” política dos dirigentes da entidade. Um dos membros do movimento, Taumaturgo José Rufino Neto, afirmou que o presidente Walter Ohofugi está “usando a OAB para fins políticos”, por isso, foi solicitado que ele veicule nota pública negando a suposta candidatura a cargo público eletivo no pleito de 2018.


“É legítimo ele entrar na política, mas o que não pode é ele usar a instituição para fazer campanha partidária. A gente fica desmoralizado enquanto classe”, argumentou o advogado em entrevista ao CT.


Após o dirigente se filiar ao PSD no dia 6 de abril, começaram a circular nas redes sociais o comentário de que o ato seria uma espécie de lançamento de uma suposta pré-candidatura de Ohofugi a deputado federal. Conforme o documento, essa informação repercutiu na opinião pública, “com evidente desconforto social e classista”. Os advogados pontuaram que o quadro político do Estado, com eleições suplementares em andamento, “exige dos dirigentes da OAB isenção e imparcialidade”.


Especulações
A petição destaca que não é a legitimidade e a liberdade política de Ohofugi que está em questão, mas segundo o documento, a notícia de sua possível candidatura tem gerado “especulações”. “A sociedade e os advogados não toleram tergiversações quanto às obrigações e responsabilidades inerentes ao cargo de presidente. A OAB é maior que qualquer presidente, conselheiro ou advogado e, exatamente por isso, deve pairar soberana sobre todas as questões político-partidárias”.

FONTE: Portal CT

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium