domingo, 22 de julho de 2018
Cidades

19/04/2018 ás 08h48

Romilton

Palmas / TO

Reeducandos da Barra da Grota participam curso de panificação e produzirão o próprio pão
Participam do curso, que terá 200 horas/aula de formação teórica e prática, 15 reeducandos que serão beneficiados com remissão da pena
Reeducandos da Barra da Grota participam curso de panificação e produzirão o próprio pão
Formação dos futuros padeiros e confeiteiros será acompanhada por empresas do setor

Quinze reeducandos da Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota (UTPBG), em Araguaína, participam de um curso especial de panificação e confeitaria oferecido pela Embrasil Serviços, empresa responsável pela cogestão da unidade prisional, em parceria com a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) e com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Serão dois meses e meio de treinamento.


 


Segundo Alexandre Calixto da Silva, gerente de Execução Penal da Embrasil, após esse período, “os reeducandos produzirão os pães consumidos nas refeições da unidade”, explica. O curso teve início na última segunda-feira (16) e, ao todo, terá 200 horas/aula de formação teórica e prática.


 


Ainda segundo Calixto, esse projeto tem o objetivo de complementar a Oficina de Capacitação Permanente (Panificação e Confeitaria) que está sendo implantada pelo Estado, que já adquiriu todos os maquinários de panificação para três maiores unidades prisionais, através de convênio com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen).


 


Batizado de “Fermento da Liberdade”, além de formação profissional, o projeto também beneficia os reeducandos com remissão da pena. A formação dos futuros padeiros e confeiteiros será acompanhada por empresas do setor, que poderão avaliar de perto a qualidade dos cursos e o desempenho dos profissionais. “Essa é uma forma de sensibilizar desde já os potenciais empregadores dessa mão de obra que estamos formando dentro da unidade”, destaca o gerente da Embrasil.


 


De acordo com o gerente de Reintegração Social, Trabalho e Renda do Preso e do Egresso, Ricardo Araújo, os cursos profissionalizantes ofertados pelo Senai vêm agregar valores e conhecimentos às oficinas de panificação que estão em fase de implantação pela Seciju, por meio de convênio com o Depen.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium