Segunda, 25 de junho de 2018
Brasil

16/02/2018 ás 09h11

Romilton

Palmas / TO

Ações do Detran no Carnaval de Gurupi reduzem índices de ocorrências de trânsito
Nas abordagens, as orientações eram sobre o não consumo de álcool se for dirigir; o uso do cinto de segurança; não usar o celular enquanto dirige; respeito à sinalização das vias, entre outros


As ações educativas, as operações ostensivas e da Lei Seca realizadas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran),  através da Gerência de Fiscalização e Segurança  de Palmas, e do Polo de Fiscalização de Trânsito, em Gurupi, geraram resultados positivos durante todo o período carnavalesco na cidade.


Cerca de 400 veículos foram abordados, 131 testes do bafômetro realizados, enquanto que foram registradas duas ocorrências de crimes de trânsito, quatro autuações para motoristas que estavam conduzindo um veículo sob efeito de álcool (Artigo 165 do Código de Transito Brasileiro (CTB), 28 autuações a condutores que se recusaram  a se submeter ao teste do etilômetro (Artigo 165-A do CTB), três condutores inabilitados (Artigo 162-I do CTB), três condutores com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida há mais de 30 dias (Artigo 162-V do CTB), e sete condutores trafegando com o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) atrasado (Artigo 230-V do CTB).


Conhecida como a Capital da Amizade, Gurupi atravessou os dias de folia com baixo índice de ocorrências envolvendo os motoristas. Para o capitão Geraldo Magela, gerente de Fiscalização e Segurança do Detran, trata-se de uma reação em cadeia. Os cidadãos estão cada vez mais colaborando para tornar as vias mais seguras. 


Contudo, dezenas de motoristas se recusaram a fazer o teste do bafômetro. O gerente destacou que a mistura de álcool e direção ainda requer mais consciência dos condutores, que podem optar por alternativas como a adoção do motorista da vez, o uso de transporte alternativo, carona, entre outros.


“Essa é uma questão que ainda nos preocupa, e há situações em que isso só ocorre com o processo de fiscalização”, afirmou Geraldo Magela.


Nas blitze coercitivas foram autuados, também, condutores que não estavam usando o cinto de segurança; os que estavam com calçados inapropriados para conduzir o veículo (carro ou moto), e ainda, a Polícia Militar fez verificações relacionadas a carros clonados.


Pelo menos três grandes operações foram realizadas no município em parceria com a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Batalhão de Polícia Militar Rodoviário e de Divisas.


Geraldo Magela adiantou que “ações assim serão ampliadas, principalmente, em períodos temáticos como os que temos no Tocantins, durante feriadões e realização de shows”.


Ações educativas


Nas abordagens, as orientações eram sobre o não consumo de álcool se for dirigir; o uso do cinto de segurança; não usar o celular enquanto dirige; respeito à sinalização das vias; Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e gravidez indesejada. 


As equipes da Circunscrição Regional de Trânsito de Gurupi em parceria com a Polícia Militar, e as Secretarias de Estado da Cidadania e Justiça e de Educação, por meio da Superintendência da Juventude (Ciretran) distribuíram panfletos informativos e preservativos, pela Campanha Carnaval do Bem.



O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium