Quarta, 18 de julho de 2018
Brasil

29/12/2017 ás 14h51

Romilton

Palmas / TO

Governo intensifica investimentos em novas delegacias e modernos equipamentos
Melhorias possibilitaram planejar e executar com mais efetividade políticas públicas, investigando e elucidando crimes
Governo intensifica investimentos em novas delegacias e modernos equipamentos
Araguaína passou a contar com novas delegacias especializadas e recebeu viaturas para a Polícia Civil e o sistema penitenciário


A segurança do Tocantins ganhou grandes reforços no ano de 2017 com a reforma e a criação de novas delegacias de Polícia Civil, a convocação de aprovados em concurso, além da entrega de novas viaturas, armamentos e equipamentos. A partir disso, o Governo conseguiu planejar e executar com mais efetividade as políticas públicas, investigando e elucidando crimes praticados contra pessoas e patrimônios. Promovendo, dessa forma, a cidadania e o respeito aos direitos humanos.


Somente neste ano, o Governo do Tocantins criou oito novas delegacias especializadas em todo o Estado. Na Capital, foram criadas as delegacias de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC), de Repressão aos Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT) e de Repressão aos Crimes de Maior Potencial Contra a Administração Pública (Dracma).


No norte do Estado, a cidade de Araguaína passou a contar com a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e as delegacias especializadas na Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) e em Infrações de Menor Potencial Ofensivo (Deimpo). Já na região sul do Estado, foram implantadas, em Gurupi, a delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e a DERFRVA.


Reforma e novas instalações de delegacias


No 2° semestre deste ano, o Governo entregou, à população de Palmas, novas instalações de oito delegacias de Polícia Civil, entre elas a 5ª Delegacia de Polícia Civil, em Taquaralto, em prédio que funciona a Central de Atendimento da Polícia Civil de Palmas – região sul; a sede do Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote); da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic); do Complexo II de Delegacias Especializadas, abrigando seis outras delegacias, da 6ª Delegacia de Polícia Civil (Taquaruçu); da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas e da Delegacia de Repressão a Conflitos Agrários (Derca).


No interior do Tocantins, foram entregues as novas sedes da Delegacia de Polícia Civil de Miranorte, Araguaína, Conceição do Tocantins, Dianópolis, Barrolândia e Porto Nacional, com modernas instalações, dotadas de mobília e equipamentos de qualidade, para o conforto de servidores e cidadãos e maior eficiência na realização das atividades-fim da Polícia Civil.


Conforme o secretário de Estado da Segurança Pública, César Simoni, as melhorias na segurança são resultado de um trabalho em conjunto. "Isso só é possível, porque, por trás há uma equipe competente, tanto administrativa quanto dos policiais civis. Temos equipe e estrutura para atuar no combate ao crime e é isso que estamos fazendo", declarou.


Convocação dos aprovados


Em maio de 2017, foram convocados 248 aprovados no concurso público da Polícia Civil tocantinense. Na ocasião, 53 delegados, 13 médicos legistas, 35 peritos, 14 papiloscopistas, 63 escrivães, 44 agentes e 26 necrotomistas tomaram posse em seus respectivos cargos. Em agosto de 2017, após publicação no Diário Oficial do Estado (DOE), mais 86 aprovados no certame foram convocados para posse, implementando o efetivo da Polícia Civil com mais 31 delegados, 50 escrivães e cinco peritos. Ao todo, 334 aprovados no concurso público da Polícia Civil foram convocados para posse neste ano.


Novos armamentos, equipamentos de segurança e viaturas


Por meio de emendas parlamentares, a Polícia Civil tocantinense foi equipada neste ano com 90 pistolas Glock, 10 fuzis calibre 7,62 e 20 miras holográficas.


No mesmo sentido, o Governo do Estado buscou parcerias públicas, conseguindo doações no Ministério da Justiça e na Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), envolvendo 10 mil munições, 421 coletes a prova de bala, 10 fuzis calibre 556 e 200 pistolas calibre .40 SW.


Ao todo, 290 pistolas produzidas com padrão de reconhecimento internacional, possibilitaram, ao policial civil tocantinense, uma atuação com maior segurança e qualidade no combate ao crime cada vez mais organizado e aparelhado. 


O Governo do Tocantins entregou também 79 veículos novos, equipando delegacias de Polícia Civil no interior e na Capital, bem como a Superintendência de Polícia Científica. O aumento da frota de veículos de Polícia Judiciária, além de potencializar o trabalho policial, ainda transmite seriedade, credibilidade e segurança ao público-alvo da Polícia Civil, que é o cidadão tocantinense.


Academia Itinerante


Por meio da Academia Itinerante, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) capacitou, em 2017, 755 policiais civis lotados em delegacias de Arraias, Dianópolis, Gurupi, Guaraí, Pedro Afonso, Colinas, Alvorada, Araguaína, Araguatins, Tocantinópolis, Paraíso, Porto Nacional e Palmas.


A Academia Itinerante tem o objetivo de formação continuada como instrumento de construção de uma Polícia Civil cidadã e possui atividades teóricas e práticas, envolvendo temáticas de qualidade no atendimento ao público, investigação criminal, inteligência policial e operações policiais, com o aperfeiçoamento das atividades de manuseio de arma de fogo, técnicas de tiro e uso progressivo da força, impactando diretamente na melhoria da qualidade do serviço ofertado à população pela Polícia Civil tocantinense.


Delegacia Virtual


Criada em 2011 e implantada em abril de 2012, a Delegacia Virtual recebeu em 2017 (até 21 de novembro), 7.068 boletins de ocorrência. A plataforma agiliza o atendimento da população, trazendo comodidade e celeridade para o cidadão. Da mesma forma, torna mais eficiente o trabalho da Polícia Civil, já que o serviço abrange o registro de furto/perda de documento, acidentes de trânsito, desaparecimentos, informações sobre procurados e denúncias em geral, deixando o atendimento presencial para crimes de maior potencial ofensivo.


Ações e operações


Além das melhorias em recursos materiais e humanos da Secretaria, em 2017, foram efetuadas mais de 1.000 prisões como consequência do trabalho investigativo da Polícia Civil, 603 delas apenas pelas delegacias especializadas na Repressão a Narcóticos e em Investigações Criminais (Deics Centro, Norte e Sul), assim como foram apreendidos 650 kg de substâncias entorpecentes, mais 698 comprimidos de ecstasy e LSD (dietilamida do ácido lisérgico), pela Deic Norte e Denarc.


Operações Policiais Especiais também foram deflagradas em todo o Estado, como a que resultou, em junho, na prisão de seis assaltantes envolvidos no assalto da agência do Banco do Brasil em Gurupi, encontrados no Tocantins e também nos estados do Pará e Goiás; a que possibilitou a prisão do mandante do homicídio do advogado Danilo Sandes, em agosto, e dos suspeitos de serem os executores do crime, em setembro de 2017. Além dessas ações positivas, destacaram-se, ainda, a Operação de Combate à Criminalidade que, também, em setembro, levou à prisão de três adultos e apreensão de um adolescente, que mantinham, em depósito na zona rural de Formoso do Araguaia e também em Gurupi, 333 kg de cocaína pura, e a operação Plunder, que, em dezembro, resultou na prisão de integrantes de organização criminosa especializada na prática de roubos a instituições financeiras no Pará, no Tocantins e no Maranhão.


Dados Segurança Pública


Confira abaixo os números das ações de incremento na área da segurança pública do Estado (Polícia Militar e SSP).


- 232 viaturas entregues;


- 3 novos batalhões da PM;


- 23 delegacias novas e reformadas;


- 550 armas, pistolas e fuzis;


- 119.000 munições;


- 2.780 coletes a prova de balas;


- 2.650 cintos táticos operacionais;


- 5.000 itens de mobiliário para equipar as delegacias.


Concursos:


- 820 nomeados para o Sistema Penitenciário;


- 409 nomeados para o Sistema Socioeducativo;


- 242 nomeados para a Polícia Civil.


Para o governador Marcelo Miranda ainda há muito que avançar, mas é preciso reconhecer os passos já alcançados. "A segurança pública no Tocantins tem recebido toda atenção possível do meu Governo. Já avançamos muito e queremos continuar atuando forte na luta contra a criminalidade em todo o Tocantins", concluiu.



O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium