Quarta, 18 de julho de 2018
Política

24/06/2018 ás 22h51 - atualizada em 24/06/2018 ás 23h48

Romilton

Palmas / TO

Diplomação e posse de Mauro Carlesse devem ocorrer no dia de 9 de julho
Balanço da Eleição Suplementar foi apresentado em entrevista coletiva no TRE-TO
Diplomação e posse de Mauro Carlesse devem ocorrer no dia de 9 de julho
Mauro Carlesse comemora resultado após apuração dos votos

Mauro Carlesse (PHS) governador interino do Estado foi eleito neste domingo, 24, com 368.553 dos votos válidos (75,14%). Ele disputou o segundo turno da Eleição Suplementar, cujo mandato segue ate 31 de dezembro, contra o senador Vicentinho Alves (PR), que recebeu 121.908 dos votos (24,86%).


A posse, de acordo com informações da assessoria da presidência da Assembleia Legislativa do Tocantins (AL-TO), está agendada para 9 de julho.


Coletiva


Em coletiva de imprensa que ocorreu na noite deste domingo, 24, na Sede do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), em Palmas, o presidente do órgão, desembargador Marco Villas Boas comentou a realização do Pleito Suplementar para o cargo de governador e apuração do resultado.


"Anuncio oficialmente o resultado final da Eleição Suplementar, tendo como candidato eleito Mauro Carlesse  e em segundo lugar ficou o Vicentinho Alves, também tivemos um número  muito alto de abstenção, o que merece uma análise  dos cientistas políticos para explicar  esse recado do eleitor", afirmou agradecendo o trabalho de todos envolvidos no pleito destacando a qualidade  do serviço prestado ao povo do Tocantins.


Sobre a diplomação de Carlesse, o presidente do TRE-TO disse: "A diplomação será realizada no dia 9 de julho, as 9 horas na Sede do TRE-TO".


Ainda sobre o pleito, Villas Boas destacou problemas técnicos que logo foram solucionados. "Tivemos um problema técnico no Bico do Papagaio, mas com eficiência e tecnologia logo foi resolvido e conseguimos divulgar o resultado em tempo recorde. Tivemos apenas três pequenas ocorrências" comentou o desembargador.


Presenças


Participam da coletiva, além  de membros da Corte Eleitoral e da Procuradoria Regional Eleitoral, representantes da Polícia Federal, Exército e Polícia Militar.


Na ocasião, Villas Boas deixou um recado para o eleitor tocantinense: “Que o eleitor reflita sobre o processo eleitoral e o valor da escolha de quem vai governar o Estado. O eleitor é a peça principal, a abstenção não é  a melhor escolha, é importante lembrar que vivemos em um país aonde o voto ainda é obrigatório, enquanto vivemos essa realidade, precisamos conclamar a todos que exerçam o direito do voto", disse o presidente do TRE-TO.


Votos perdidos


Os votos perdidos – brancos: 17.209, nulos: 155.627 e abstenções: 355.032 – superou a soma dos votos creditados a Carlesse e Vicentinho, totalizando 527.868. Os votos perdidos neste 2º turno também superaram os do 1º turno, que somou 507.723. Em termos percentuais estes números representam 51.8% do total de eleitores aptos.

FONTE: Jornal do Tocantins

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium