Faça da Folha do Tocantins sua página incial

Contato

folhadotocantins@gmail.com

Domingo, 20 de agosto de 2017

EM PALMAS

Assembleia vai reunir prefeitos para definir destino de recursos de empréstimo

Deputados defendem mais recursos para os municípios

HOME ESTADO POLÍTICA OPINIÃO GERAL

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Defesa Agropecuária apreende mais de 5 toneladas de queijos impróprios para consumo

Queijos receberiam tratamento químico com ácidos e seriam remetidos a um estabelecimento com registro no Serviço de Inspeção Federal em Augustinópolis

Queijos receberiam tratamento químico com ácidos e seriam remetidos a um estabelecimento com registro no Serviço de Inspeção Federal em Augustinópolis

14 JUL  2017 atualizado às 11:09

Inspetores e fiscais de defesa agropecuária da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) apreenderam, na tarde desta quarta-feira, 12, em uma propriedade rural no município de Sampaio, no norte do Estado, 1.275 barras de queijo de 4 kg cada, totalizando 5.100 kg de produtos impróprios para o consumo. Os queijos estavam armazenados em uma fazenda e, segundo a denúncia, receberiam tratamento químico, com utilização de soda cáustica e ácidos, e seriam remetidos a um estabelecimento com registro no Serviço de Inspeção Federal (SIF) em Augustinópolis. O proprietário da fazenda foi autuado em R$ 1 mil e os produtos foram destruídos no aterro sanitário de Augustinópolis.

O responsável técnico pelo Programa Estadual de Leite, Mel e Derivados da Adapec, Jean Paulo Galletti, relatou como se deu a ação. “A operação aconteceu após recebimento de denúncia anônima. Ao chegarem ao local, o inspetor e os fiscais identificaram forte odor pútrido de queijo e localizaram os produtos em um cômodo da casa, ali fizeram contato com o proprietário da fazenda informando da ocorrência, o mesmo alegou que os queijos eram de um amigo que solicitou o local para armazenar os produtos, e confirmou que os queijos seriam provavelmente enviados a uma fábrica de laticínio com SIF da cidade de Augustinópolis para serem ralados, porém, não repassou precisamente de qual indústria se tratava e o nome do suposto proprietário dos produtos”, contou.

A gerente de Inspeção Animal da Adapec, Joseanne Cademartori, disse que os queijos não possuíam nenhuma condição de consumo, pois infringia totalmente a legislação sanitária. “O local não possuía qualquer tipo de refrigeração, os produtos estavam sem rótulos de identificação, apresentavam forte odor pútrido, e ainda foi encontrada substância granular branca sobre as crostas, podendo se tratar de sal de cozinha (cloreto de sódio) ou outras substâncias conservantes”, disse Joseanne, acrescentando que os produtos ofereciam sérios riscos à saúde humana.

O presidente da Adapec, Humberto Camelo, disse que a Agência dará continuidade às ações de combate ao comércio clandestino de produtos de origem animal no Estado. “Nossas ações têm o objetivo de coibir o comércio clandestino de produtos sem as devidas condições sanitárias e, ao mesmo tempo, proteger e garantir, à população, o consumo seguro de alimentos dentro das normas higiênico-sanitárias”, ressaltou.

A ação contou com o apoio de inspetores e fiscais de defesa agropecuária e da barreira volante da regional de Araguatins.



Publicidade

Publicidade

PONTE ALTA

Equipe do Programa Criança Feliz realiza visitas em Ponte Alta

DIANÓPOLIS

Governador entrega cisternas do Programa Água para Todos em Dianópolis nesta sexta

OPINIÃO

Miguel Lucena // 11 JUL  2017

Cortesia com o chapéu alheio na Câmara Legislativa do DF

Na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), achando pouco a quantidade de bolsas que são distribuídas a troco de nada e as verbas de gabinete usadas sem rumo, resolveram incluir no Código Penitenciário do Distrito Federal, subsídio para que os presidiários possam frequentar teatro e cinema.

Greice Guerra // 11 JUL  2017

Filme mostra que o Plano Real, atento às regras do mercado, estabilizou economia e gerou crescimento

O governo de Itamar Franco-Fernando Henrique Cardoso, com economistas atentos, como Gustavo Franco e Persio Arida, debelou a inflação, estabilizou a moeda e gerou confiança no mercado

ARAGUAÍNA

Polícia Civil recupera produtos agropecuários furtados de fazendas na região de Araguaína

ESTADO

Programa Criança Feliz realiza atendimento integrado a famílias de Ponte Alta e Pindorama

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

NA ASSEMBLEIA

Escola do Legislativo é lançada com expectativa de fazer diferença na vida do cidadão

ESTADO

Governo entrega títulos de propriedade de cisternas em Dianópolis

NA FORMATURA DO PROERD

Marcelo entrega viaturas e anuncia implantação do Colégio Militar

Indicação de notícia

14/07/2017

Defesa Agropecuária apreende mais de 5 toneladas de queijos impróprios para consumo

Queijos receberiam tratamento químico com ácidos e seriam remetidos a um estabelecimento com registro no Serviço de Inspeção Federal em Augustinópolis

ESTADO E SECRETARIAS
AUTARQUIAS E GERAL
POLÍTICA E SERVIÇOS SITES ESPECIAIS

Copyright Folha do Tocantins. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha do Tocantins