Conecte-se conosco

Cultura

Netflix grava série em Natividade: conheça cinco curiosidades sobre o município histórico do Tocantins

Além de “O Escolhido”, Natividade também já serviu de cenário para outras produções; a mais recente foi a novela “O Outro Lado do Paraíso”

Publicados

em

O belo conjunto arquitetônico, urbanístico e paisagístico de Natividade foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 1987

A Netflix escolheu o município de Natividade no Tocantins para gravar sua primeira série original de suspense sobrenatural. A série O Escolhido é baseada na história mexicana Niño Santo, possui sete capítulos e traz no seu elenco principal a atriz Paloma Bernardi e o ator Renan Tenca.

Parte dos figurantes foi formada por moradores nativitanos trazendo mais naturalidade para a ambientação da série. A história gira em torno de três médicos que são enviados para um vilarejo no Pantanal para vacinar a população contra uma mutação do vírus da zika. Porém, eles acabam presos em uma comunidade que segue um líder que prega a cura por meio da fé, e não de medicamentos.

A série ainda não tem data de estreia, mas está prometida para chegar ao streaming ainda em 2019. Além de O Escolhido, Natividade também já serviu de cenário para outras produções, sendo a mais recente a novela das nove da TV Globo, O Outro Lado do Paraíso.

Para descobrir os segredos que encantam em Natividade, listamos abaixo cinco curiosidades sobre o município:

Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

O belo conjunto arquitetônico, urbanístico e paisagístico de Natividade foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 1987. A cidade faz parte do programa Monumenta, do Ministério da Cultura (MinC), que visa à recuperação e à preservação do patrimônio histórico brasileiro.

Natividade se destaca pela sua charmosa arquitetura colonial, festas religiosas, folclore e gastronomia. Sua história começa no ciclo do ouro, por volta de 1734, quando ocorreu a ocupação da região por bandeirantes, escravos, mineiros, sertanistas, missionários e criadores de gado. Natividade chegou a ser um dos maiores arraiais da então Capitania de Goiás.

Os visitantes podem conhecer um pouco da história da cidade visitando o Museu Histórico de Natividade. No local, funcionava uma antiga cadeia, da época do Império. A construção abriga o Centro de Artesanato e Apoio ao Turista, a Oficina de Ourivesaria Mestre Juvenal, uma loja de comercialização de produtos artesanais, além de uma exposição permanente com artefatos encontrados na região.

Festas Religiosas

A religiosidade é uma importante marca de Natividade com festejos como a Romaria de Nosso Senhor do Bonfim, considerada a maior festa religiosa do Estado, e a Festa do Divino Espírito Santo de Natividade. A cidade guarda ainda as ruínas da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, construção iniciada pelos escravos no século XVIII, mas que não chegou a ser concluída.

Região das Serras Gerais

A região das Serras Gerais é conhecida como a nova rota turística do Tocantins. O local engloba além de Natividade, os municípios de Almas, Arraias, Aurora, Dianópolis, Paranã e Taguatinga (região sudeste do Estado).

As Serras Gerais fazem parte da maior cadeia de serras do Brasil e, além das maravilhas naturais, guardam tradições, arquitetura colonial, história e cultura como as Cavalhadas, as festas do Senhor do Bonfim e do Divino Espírito Santo, entre outras festas folclóricas e religiosas herdadas do colonialismo e da era do ciclo do ouro, como em Natividade, quando o município era grande produtor de joias.

Em toda a região, o ecoturismo é propiciado por uma profusão de rios, canyons, cachoeiras e cavernas. A Cachoeira Paraíso, em Natividade, possui diversas quedas d’água de médio e pequeno porte, em meio a pedras e paredões rochosos formando, ao longo do percurso, piscinas naturais de águas verdes e transparentes.

Em meio à fauna, à flora e outras belezas naturais, o visitante pode apreciar também os centros históricos de Natividade, Dianópolis e Arraias, que em suas ruas estreitas e muros de pedra construídos por escravos guardam memórias da história do Tocantins.

Joias

As joias de Natividade são famosas por sua tradição, seu design e sua originalidade. O conhecimento técnico vem sendo passado por várias gerações e promovendo a inclusão social de jovens, dando oportunidade a eles de construírem uma carreira e terem sua renda.

As joias artesanais de Natividade já foram reconhecidas em diversos projetos de apoio à cultura no país. Uma das técnicas que mais chama atenção nas peças é a filigrana, um trabalho ornamental herdado dos portugueses, feito de fios muito finos e pequeninas bolas de metal, soldadas de forma a compor um desenho. O metal é geralmente ouro ou prata, mas o bronze e outros metais também são usados.

Amor Perfeito

O famoso biscoito Amor Perfeito é feito de polvilho de mandioca tradicional. A receita foi criada há mais de cem anos e permanece a mesma. O biscoito ganha forma todos os dias em uma cozinha construída no quintal da casa da doceira Tia Naninha. O processo permanece artesanal com os biscoitos sendo moldados manualmente e assados em forno de barro. Na época da festa do Divino Espírito Santo, são feitos em forma de pomba e servidos de graça aos visitantes.

 

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

Número de casos de covid-19 sobe para 7.910; mortes chegam a 299

O índice de letalidade aumentou de 3,5% para 3,8%.

Publicados

em

O número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no país subiu de 6.836 para 7.910 de ontem (1º) para hoje (2), conforme atualização do Ministério da Saúde. O número de mortes passou de 240 para 299. O índice de letalidade subiu de 3,5% para 3,8%.

As mortes ocorreram em São Paulo (188), Rio de Janeiro (41), Ceará (20), Pernambuco (nove), Piauí (quatro), Rio Grande do Sul (cinco), Paraná (quatro), Amazonas (três), Distrito Federal (quatro), Minas Gerais (quatro), Bahia (três), Santa Catarina (dois), Rio Grande do Norte (dois), Sergipe (dois), Alagoas (um), Maranhão (um), Mato Grosso do Sul (um), Pará (um), Espírito Santo (um), Goiás (um), Paraíba (um) e Rondônia (um).

Na entrevista coletiva, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, avaliou que a forma da propagação dos casos indica um acerto nas medidas de distanciamento social e quarentena dos governos estaduais.

“A gente está conseguindo ficar com curva menos íngreme. Está valendo a pena manter dinâmica de isolamento. Estamos ajudando para ter uma condição para atravessar período difícil”, comentou.

Sobre os impactos na economia, ele acrescentou que o governo vem promovendo iniciativas que criam um “colchão de proteção” e que a abertura das atividades terá que ser vista a partir da análise do desenvolvimento da pandemia no país.

“A gente consegue ir compatibilizando: estados em que podemos andar mais, e [lugares] onde vamos ter que segurar mais. Vamos ter que ir regulando. Se na Saúde a gente achar que está passando muito, vamos ter que segurar. Vamos fazer todo o possível para dar equilíbrio entre saúde e economia”, observou.

Leitos e insumos
O ministro informou que foi assinada hoje portaria destinando recursos para o atendimento exclusivo de pacientes com covid-19. Entre as medidas de reforço estão o pagamento de despesas com pacientes e o aumento do valor diário das Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) custeadas pelo Executivo.

Os representantes do ministério da Saúde anunciaram a criação de um site no qual serão publicados os insumos repassados aos estados, bem como os recursos disponibilizados para leitos de UTIs.

De acordo com o site, em todo o Brasil há 30.623 leitos de UTI para adultos, enquanto outros 170 foram locados pelo Ministério. Em relação aos equipamentos de proteção, o Executivo repassou aos estados 24 milhões de luvas, 14,2 milhões de máscaras cirúrgicas e 742 mil aventais. Também foram encaminhados cerca de 500 mil testes rápidos.

Sobre a compra de materiais, Mandetta informou que foram adquiridos oito mil respiradores (utilizados em UTIs), que devem chegar em até 30 dias. Já sobre os equipamentos de proteção individual (EPIs), foram adquiridas 200 milhões de unidades. Contudo, o ministro vem alertando que diante de dificuldades com os fornecedores, a concretização das compras só se dará no momento em que os produtos chegarem, de fato, ao país.

Profissionais de saúde
O titular da Saúde abordou a iniciativa de criar um cadastro de profissionais de saúde, programa intitulado “Brasil Conta Comigo”. Segundo ele, o intuito é fazer um mapeamento dos trabalhadores que teriam disponibilidade de atuar em outras cidades ou estados que necessitem de reforço nas equipes das unidades de saúde.

Mandetta comentou a ação ajuizada pelo Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (CREMERJ) contra o programa e a possibilidade de convocação de profissionais e afirmou que o intuito é deslocar apenas quem tem interesse, mas que, em uma eventualidade a convocação compulsória poderia ocorrer. “Não é obrigatório. Mas a lei prevê requisição de bens e serviços e se precisar a gente vai requisitar. Se tiver necessidade, vamos convocar sim.”, disse.

Como vem ocorrendo diariamente, o governo atualizou nesta tarde, em coletiva no Palácio do Planalto, os dados do avanço da doença no país. Participaram os ministros da Casa Civil, Walter Braga Netto; da Saúde, Luiz Henrique Mandetta; da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves; e do Turismo, Álvaro Antônio.

Máscaras caseiras
Mandetta defendeu a prioridade das máscaras médicas de proteção para os profissionais de saúde. Para a população, recomendou a produção ou aquisição de máscaras de pano, que funcionam como “barreira física”. Para isso, elas devem ser utilizadas somente por uma pessoa, que também deve ser a responsável por lavá-la. O indicado é que esses objetos tenham duas camadas de pano, ou sejam dupla face. Podem ser usadas como matéria-prima algodão, tricoline, TNT e outros tecidos. A lavagem deve ser feita com água e sabão ou água sanitária.

Vacinação
O ministro informou que a segunda fase da campanha de vacinação contra a gripe, com início previsto para o dia 16 de abril, terá a inclusão de profissionais de segurança, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e trabalhadores em portos. Até hoje, 15,6 milhões de pessoas foram vacinadas.

Continue Lendo

Cidades

Secult participa de reunião para tratar da segurança durante o carnaval de Gurupi 2020

Publicados

em

A Secretaria de Cultura e Turismo (Secult) da Prefeitura de Gurupi reuniu na manhã desta terça-feira, 11, com a Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), 3° Batalhão de Bombeiros (3° BBM), Detran, Agentes Municipais de Trânsito, empresa de segurança Master, Secretaria Municipal de Saúde, representantes da classe empresarial, representantes de blocos carnavalescos para juntos tratarem da segurança do Carnaval de Gurupi 2020. A reunião foi realizada na sede do Quartel do 4° Batalhão da Polícia Militar de Gurupi (4º BPM).

O objetivo da reunião foi ajustar o plano de segurança no circuito de carnaval e fora desse perímetro, estabelecendo e esclarecendo as atribuições de cada parceiro com o propósito de garantir segurança e tranquilidade aos foliões durante o evento.

“Nós continuamos com toda a estrutura de apoio para a PM, Bombeiros, Saúde, Agentes de Trânsito, todas as pessoas envolvidas na realização do carnaval terão respaldo da Prefeitura. Tudo o que depender da gestão nós faremos para manter o carnaval seguro. Nós antecipamos a resolução dos problemas que podem acontecer, por isso temos sempre o cuidado de seguir todas as determinações dos órgãos de segurança. Contratamos uma equipe de segurança especializada, equipe de brigada, queremos fazer uma grande festa, mas com a segurança em primeiro lugar, e contamos com todas as forças disponíveis para garantirmos isso”, ressaltou a secretária de Cultura e Turismo, Zenaide Costa.

O Comandante da PM de Gurupi, Tenente-Coronel Jaime Porfírio ressaltou o trabalho que será feito durante a folia. “A Polícia Militar com a sua equipe fará o policiamento ostensivo preventivo e também no entorno do cinturão de segurança, receberemos reforço de Palmas, a PM mais uma vez cumpre seu papel constitucional, e trará uma tranquilidade muito grande ao carnaval de Gurupi. A estrutura de segurança todos os anos nós a incrementamos, visualizamos os pontos fortes e fracos, mantemos os fortes e os fracos procuramos melhorar. Este ano teremos uma segurança maior por meio do monitoramento com câmeras, que está ativo em toda a cidade. O nosso objetivo é manter a festa totalmente segura”, declarou.

O delegado Alicindo Augusto da Polícia Civil ressaltou a importância da junção de forças em prol da população. “Essa reunião é de extrema importância por estarmos integrando todas as forças para garantir a segurança da sociedade. Esse planejamento é essencial para que ano a ano possamos melhorar cada vez mais o trabalho que realizamos”, afirmou.

Continue Lendo

Cultura

Balé Popular abre período de inscrição para estudantes interessados em ingressar na companhia

São ofertadas 100 vagas; inscrições prosseguem até a sexta-feira, 14

Publicados

em

Em 2019, foram atendidos mais de 500 bailarinos nos cinco polos

Os estudantes interessados em ingressar no Balé Popular do Tocantins têm até a sexta-feira, 14, para se inscreverem. No sábado e no domingo, 15 e 16, serão realizadas as audições que selecionarão os 100 novos estudantes, de 7 a 15 anos, distribuídos nos 5 polos do projeto, seguindo as modalidades e a faixa etária.

O Balé Popular do Tocantins é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) e oferece aulas gratuitas de dança. Para se inscrever, é necessário comparecer à escola onde deseja participar das aulas, acompanhado de um responsável e munido de documento pessoal com foto.

O Balé Popular oferece aulas no Colégio Militar do Estado do Tocantins – Unidade II, no Colégio Estadual de Tempo Integral Raquel de Queiroz, no Colégio Estadual de Tempo Integral Vila União, no Colégio Estadual de Tempo Integral Professora Elizângela Glória Cardoso e na Escola Estadual Frederico José Pedreira.

As audições serão realizadas conforme os polos que os estudantes desejam participar das aulas. No sábado, 15, no Colégio Militar do Estado do Tocantins – Unidade II, ocorrem as audições da própria unidade de ensino e também as da Escola Estadual Frederico José Pedreira, a partir das 14 horas; no Colégio Estadual de Tempo Integral Raquel de Queiroz, a audição ocorrerá a partir das 8 horas; no Colégio Estadual de Tempo Integral Vila União, a audição ocorrerá a partir das 8h30. Já no Colégio Estadual de Tempo Integral Professora Elizângela Glória Cardoso, a audição ocorre no domingo, 16, a partir das 8 horas.

Histórico da Cia

O Balé Popular do Tocantins foi criado em 2013 como forma de oferecer aulas de dança gratuitas a crianças e jovens do Estado. Em 2019, foram atendidos mais de 500 bailarinos nos cinco polos.

Entre as conquistas do Balé, estão as cinco premiações no Festival Internacional de Dança de Goiás, a participação no Festival de Dança de Joinville, além do segundo lugar do bailarino Maicon Cardoso em competição da Academia Americana de Dança, em Nova York (EUA). Além disso, estudantes da companhia ganharam bolsas de estudo para o curso de férias American Ballet Theatre, em Nova York.

 

Continue Lendo

Notícias