Conecte-se conosco

Cidades

Metrologia Estadual afere radares fixos e móveis em Palmas

Na semana de 14 a 18 de janeiro, a Metrologia Estadual fez a Verificação Pós Reparo de vários equipamentos na capital, em avenidas movimentadas e que têm grande fluxo de veículos

Publicados

em

Durante a semana de 14 a 18 de janeiro, a Metrologia Estadual fez a Verificação Pós Reparo de vários equipamentos na capital

É da competência da Agência de Metrologia, Avaliação da Conformidade, Inovação e Tecnologia do Estado do Tocantins (AEM-TO) realizar as operações de Verificação Periódica e Pós Reparo em radares fixos e móveis de trânsito. A ação atende ao Regulamento Técnico Metrológico, aprovado pela Portaria do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) nº 544/2014, em que é obrigatória a verificação de radares de velocidade uma vez por ano ou todas as vezes que o equipamento passar por algum tipo de reparo.

                   Foram aferidos radares fixos e aparelhos móveis.

Os radares de trânsito são aparelhos que monitoram o tráfego de veículos e identificam quando um deles circula acima do limite estabelecido para a via em questão. Para o funcionamento, os radares devem ter seu modelo aprovado pelo Inmetro, atendendo à legislação metrológica em vigor e aos requisitos estabelecidos na resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Na cidade de Palmas, estão instalados radares que fiscalizam os motoristas e servem de controle de velocidade para veículos automotores e que nos períodos com maior incidência de raios sofrem constantes reparos, necessitando a aferição dos equipamentos pela equipe técnica da Metrologia Estadual. “Durante o período chuvoso e com a grande incidência de descargas elétricas no Tocantins, é necessária a Verificação Pós Reparo que atesta os equipamentos para assegurar a eficácia”, aponta o técnico da AEM, Luis Fernando da Silva Lima.

 A ação contou com a participação da equipe de trânsito da Prefeitura Municipal de Palmas, com o isolamento da área para as aferições

“As barreiras eletrônicas visam controlar a velocidade dos veículos e é fundamental que o medidor esteja marcando de forma correta, atestando a real velocidade dos veículos automotores, bem como considerar a segurança do trânsito e dos motoristas, passageiros, pedestres e ciclistas”, ressalta o presidente da AEM Rérison Antonio Castro Leite.

Radar fixo e móvel

Durante a semana de 14 a 18 de janeiro, a Metrologia Estadual fez a Verificação Pós Reparo de vários equipamentos na capital, em avenidas movimentadas e que têm grande fluxo de veículos. Foram aferidos radares fixos e aparelhos móveis.

A ação contou com a participação da equipe de trânsito da Prefeitura Municipal de Palmas, com o isolamento da área para as aferições. Em algumas vias o valor máximo permitido é de 70 km e em outras de 60 km. Durante os ensaios metrológicos, o veículo da AEM trafega com uma velocidade média de 10% a mais que o permitido para poder realizar o teste com segurança. O objetivo da ação é atestar a leitura dos medidores de velocidade para veículos automotores em conformidade com a velocidade permitida nas rodovias, bem como verificar se a velocidade que os radares marcam dos veículos que estão passando por ele está correta e se estão de acordo com o verificado Inmetro.

Processo de Verificação

Para fazer a vistoria dos radares, um veículo oficial da AEM passa pelo medidor de velocidade, em média cinco vezes, com um aparelho que é calibrado pelo Inmetro e que ao passar pela barreira eletrônica, compara a velocidade fornecida pelo radar com a do veículo. De acordo com os dados encontrados na vistoria, com base nessa equiparação, o radar pode ser aprovado ou reprovado.

Quando ocorre a reprovação dos medidores de velocidade, eles não podem ser utilizados até que a empresa responsável realize as adequações necessárias. Posteriormente, é necessária nova vistoria para identificar a correção do erro e se o radar está dentro dos parâmetros de aprovação.

Segurança em primeiro lugar

As velocidades permitidas nas rodovias são calculadas com base em diversos fatores, dentre eles a presença ou não de pedestres, a proximidade com áreas escolares ou hospitais, as curvas, declives e aclives que têm relação direta com a visibilidade e a segurança de tráfego na via.

Vale ressaltar que todos os radares fixos e móveis da capital estão funcionando.

 

Cidades

Feira de adoção animal acontece neste sábado na Capital

Publicados

em

Cerca de 25 cães e 15 gatos estarão esperando por um novo lar

Com o objetivo de ressocializar animais em situação de abandono, a Veterinária Paula Lima promove uma feira de adoção, neste sábado, em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins. O evento é especialmente dedicado a todos aqueles que entendem a importância de se adotar um bichinho, dando a ele condições dignas de vida, além de muito amor e carinho.

Para Keylla Farias, administradora do Grupo de Proteção Animal Patinhas de Palmas, os eventos de adoção promovem um bem social. “São nestas feiras que podemos dar voz aos grupos de proteção animal, chamando a atenção da sociedade e estimulando a conscientização de uma adoção responsável. Nosso trabalho vai muito além de resgatar e cuidar temporariamente. Temos o compromisso de achar um lar definitivo e garantir que os bichinhos tenham qualidade de vida”, destacou a protetora.

A Feira ainda vai proporcionar um momento informativo, em que os interessados poderão tirar todas as dúvidas sobre castração, vacinas e sobre a adoção em si. Conhecerão o processo de uma adoção responsável e de tudo eu isso implica: dedicação e compromisso com o animal.

Entre os parceiros da ação estão o Movimento de Integração de Animais a Um Lar (MIAUL), Aus e Miaus, Projeto Vira-lata, Adota Palmas, Adote um amigo e Patinhas de Palmas.

O quê? Feira de Adoção Animal
Quando? 19 de outubro (sábado), das 9h às 12h
Onde? Estacionamento do Corpo de Bombeiros (403 Sul)

Continue Lendo

Cidades

Idosos de Gurupi receberam palestra sobre depressão na terceira idade

Publicados

em

O Psiquiatra Dr. Moysés Chaves esteve no auditório do Centro de Convenções Mauro Cunha na tarde desta quarta-feira (16), para ministrar a palestra “Depressão no Idoso”. O evento, promovido pela Prefeitura de Gurupi por meio da Secretaria Municipal do Idoso, contou com a participação de aproximadamente 150 idosos.

Segundo o palestrante Dr. Moysés Chaves, a depressão é uma doença muito comum na terceira idade e foi de extrema importância a iniciativa da Prefeitura. “Toda a equipe envolvida está de parabéns por ter trazido este tema a tona a esse público, pois não se fala muito em doenças mentais e a principal delas é a depressão. Ela atinge cerca de 30% dos idosos. Então falamos aqui hoje sobre como identificar a depressão nessa idade, como prevenir e como tratar, tanto com tratamentos medicamentosos e não medicamentosos”, explicou Chaves.

Para a secretária municipal do idoso, Regiane Garcia, a gestão atual tem dado uma atenção especial aos idosos, envolvendo-os em ações interativas, dinâmicas e informativas, ao longo de todo o ano. “Nós temos visto muitos casos de idosos com depressão, por isso tivemos a iniciativa de oferecer a eles uma palestra em parceria com o Dr. Moysés para informa-los sobre como evitar a doença e como agir no tratamento. Essa é mais uma ação dentre as várias realizadas durante o ano para motivar nossos idosos e torna-los mais saudáveis. Aqui em Gurupi, a secretaria tem sempre buscado deixar eles ativos em diversas atividades e eventos”, afirmou a secretária.

A palestra foi interativa e despertou a atenção dos idosos presentes quanto ao tema. Eles tiveram um espaço para tirar dúvidas e debaterem sobre o tema e saíram satisfeitos com as informações adquiridas. “Achei muito importante a palestra, todo conhecimento é bem vindo e da forma como foi feita a dinâmica facilitou bastante, vou procurar colocar todos os ensinamentos em prática”, relatou a aposentada Raimunda Tavares, de 67 anos. “Eu procuro ser bem ativa e alegre para não me entregar a velhice e as doenças, por isso achei muito bom assistir essa palestra e vou seguir a risca as orientações que o doutor falou”, disse Regina Télia da Silva, também aposentada.

Além da palestra, a programação contou com dinâmica, sorteio de brindes e um coquetel para finalizar o evento.

Continue Lendo

Cidades

No Outubro Rosa, Governo do Tocantins abre linha de crédito especial para as mulheres

Oportunidade disponível na Agência de Fomento abrange qualquer linha de crédito, oferece taxa reduzida de 1,66 % e pagamento em até 36 vezes

Publicados

em

Outubro Rosa na Agência de Fomento tem facilidade e oportunidade para a mulher empreendedora

O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Fomento, apoiando o Outubro Rosa, liberou, neste mês de outubro, linha de crédito especial para as mulheres empreendedoras. Com o recurso do Governo do Estado, a campanha segue até o final do mês, com taxa reduzida de 1,66 % ao mês.

Segundo a presidente da Agência de Fomento, Denise Rocha, a campanha é uma oportunidade para alavancar o empreendedorismo feminino no Tocantins que é muito evidente em diversas áreas de atuação.

“Esta é uma chance direcionada para toda mulher empreendedora, seja pessoa física ou jurídica, investir no seu negócio e melhorar sua posição no mercado. O recurso atende aquela empresária, costureira, feirante, dentre outras mulheres presentes no Tocantins que querem fazer a diferença. Por isso, com esta campanha, estamos trabalhando com taxas reduzidas e pagamento em até 36 vezes, sem estabelecer uma categoria específica para o financiamento”, pontua a Presidente.

Com o tema Ser dona do seu futuro significa não perder nenhuma oportunidade, a Agência de Fomento destaca a valorização da mulher que empreende e se destaca como autora da sua própria história.

Serão disponibilizados até R$ 30 mil de crédito, com carência de três meses, para as mulheres interessadas, que podem entender mais dessa oportunidade entrando em contato com um dos agentes de crédito da Fomento, por meio do site

ou pelo telefone (63) 3220-9800.

 

Continue Lendo

Notícias