Conecte-se conosco

Cidades

Gurupi participa do Dia Mundial da Limpeza e realiza ação em diversos pontos da cidade

Nesse sábado, 15, mais de 150 países realizam o Dia Mundial da Limpeza que é uma ação efetivada desde 2008 por voluntários com foco na conscientização e preservação do meio ambiente

Publicados

em

Gurupi participa do Dia Mundial da Limpeza e realiza ação em diversos pontos da cidade

Cuidar do lixo é responsabilidade de cada um. A maneira como cada pessoa lida com o lixo que produz diz muito sobre ela. Em Gurupi são gerados por dia média de 90 toneladas de resíduos. E nesse sábado, 15, mais de 150 países realizam o Dia Mundial da Limpeza que é uma ação efetivada desde 2008 por voluntários com foco na conscientização e preservação do meio ambiente.

Gurupi participa nesse sábado pela primeira vez da ação que está sendo organizada pela Diretoria de Meio Ambiente por meio das Secretaria de Produção, Cooperativismo e Meio Ambiente, contando com a parceria das escolas municipais Professora Ilsa Borges, Agripino de Sousa Galvão, Professor Joel Ferreira Soares, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Associação de Catadores de Materiais Recicláveis, Coordenação de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde, Departamento de Posturas, Secretaria de Infraestrutura e Polícia Ambiental.

A ação iniciou pela manhã no Parque Mutuca, quando crianças da rede municipal realizaram a limpeza no entorno do Parque. Empolgada com a ação, Heloisa Soares, aluna do 4º ano da Escola Joel Ferreira, disse estar satisfeita em participar da ação que é mundial e colocar em prática o que tem sido aprendido na sala de aula. Quem compartilha da satisfação é Eduagáta Ferreira, também aluna do 4º ano, que comenta que sempre passa dicas aos pais de que não pode jogar lixo no chão e que alguns materiais podem ser reciclados.

A ação iniciou pela manhã no Parque Mutuca, quando crianças da rede municipal realizaram a limpeza no entorno do Parque

A professora Ana Lúcia Asevedo, que acompanhava as crianças dos 4º e 5 º anos da Escola Joel Ferreira, destacou que a ação é uma oportunidade de colocar em prática tudo o que tem sido ensinado em sala. “Estamos fazendo um trabalho de conscientização e que ele seja multiplicado em casa, na própria escola, na comunidade. Estamos fazendo hoje na rua aquilo que estudamos em sala e discutindo como efetivamente podemos aproveitar o nosso lixo e utilizar o nosso tempo em benefício do meio ambiente”, destaca.

A Coordenadora do Meio Ambiente, Asafe Gomes, comenta que Gurupi não podia ficar de fora dessa ação de limpeza que é realizada todos os dias por meio da coleta do lixo, mas que ainda não tem a participação efetiva da comunidade. “As pessoas ainda não estão conscientes de que manter a limpeza do meio ambiente não é apenas uma obrigação da gestão, mas de toda a comunidade. Pedimos a população que nos ajude no dia-a-dia, que deixe o lixo no local correto para a coleta. Temos coleta seletiva que é feita pela Associação de Catadores, mas não tem sido cem por cento porque a população não tem feito a separação do lixo. Estamos conscientizando para termos um meio ambiente bom para todos”, ressaltou.

O secretário de Produção, Cooperativismo e Meio Ambiente, Fernando Scotta, participou da ação que para ele é uma obrigação estar comprometido com ações que visam melhorias para coletividade. Segundo ele, a Secretaria abraçou essa causa com o objetivo de agregar segmentos da sociedade para conscientizar a população de que cada um é responsável pelo meio ambiente.

Scotta destaca que esse trabalho de conscientização e preservação do meio ambiente deve começar na base, nas escolas com as crianças que serão disseminadores desse conhecimento e de boas práticas. “As crianças são as que mais abraçam a causa, que se comprometem, que chamam a atenção dos pais que muitas vezes cometem algumas infrações e são advertidas por elas. Elas têm uma absorção do que tem que se fazer bem mais que os adultos”, enfatizou.

As equipes realizaram limpeza no entorno de praças, escolas, universidade e nos córregos Água Franca e Pouso do Meio, locais em que foram encontrados diversos tipos de resíduos jogados pelos moradores como cadeiras, madeira, ferro, carpetes, entre outros.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

MPE requer que Município de Dianópolis suspenda contratações ilegais e realize concurso público

Publicados

em

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Dianópolis, ajuizou nesta quinta-feira, 17, Ação Civil Pública (ACP), com pedido de liminar, para que o Município de Dianópolis proceda à suspensão temporária de contratações ilegais realizadas pela administração e realize concurso público para o provimento de cargos públicos.

A ação destaca que o Município vem admitindo várias pessoas para o desempenho de funções e ressalta, ainda, que essa prática tem se tornado rotineira. Segundo o Promotor de Justiça Lissandro Aniello, o município tem elaborado processos seletivos “temporários” todos os anos para promover renovações de contratações, no entanto, os critérios de seleção só beneficiam os atuais contratados, como por exemplo, a exigência de tempo de experiência.

Caso seja concedido o pedido de liminar e o município venha a descumprir a determinação, a ação requer a aplicação de multa diária pessoal imputada ao prefeito no valor de R$ 1.000,00. Na análise do mérito da ação, o MPE solicita a demissão de todas as pessoas contratadas ilegalmente por meio da contratação temporária, além da realização do concurso público.

Continue Lendo

Cidades

Metrologia Estadual afere radares fixos e móveis em Palmas

Na semana de 14 a 18 de janeiro, a Metrologia Estadual fez a Verificação Pós Reparo de vários equipamentos na capital, em avenidas movimentadas e que têm grande fluxo de veículos

Publicados

em

Durante a semana de 14 a 18 de janeiro, a Metrologia Estadual fez a Verificação Pós Reparo de vários equipamentos na capital

É da competência da Agência de Metrologia, Avaliação da Conformidade, Inovação e Tecnologia do Estado do Tocantins (AEM-TO) realizar as operações de Verificação Periódica e Pós Reparo em radares fixos e móveis de trânsito. A ação atende ao Regulamento Técnico Metrológico, aprovado pela Portaria do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) nº 544/2014, em que é obrigatória a verificação de radares de velocidade uma vez por ano ou todas as vezes que o equipamento passar por algum tipo de reparo.

                   Foram aferidos radares fixos e aparelhos móveis.

Os radares de trânsito são aparelhos que monitoram o tráfego de veículos e identificam quando um deles circula acima do limite estabelecido para a via em questão. Para o funcionamento, os radares devem ter seu modelo aprovado pelo Inmetro, atendendo à legislação metrológica em vigor e aos requisitos estabelecidos na resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Na cidade de Palmas, estão instalados radares que fiscalizam os motoristas e servem de controle de velocidade para veículos automotores e que nos períodos com maior incidência de raios sofrem constantes reparos, necessitando a aferição dos equipamentos pela equipe técnica da Metrologia Estadual. “Durante o período chuvoso e com a grande incidência de descargas elétricas no Tocantins, é necessária a Verificação Pós Reparo que atesta os equipamentos para assegurar a eficácia”, aponta o técnico da AEM, Luis Fernando da Silva Lima.

 A ação contou com a participação da equipe de trânsito da Prefeitura Municipal de Palmas, com o isolamento da área para as aferições

“As barreiras eletrônicas visam controlar a velocidade dos veículos e é fundamental que o medidor esteja marcando de forma correta, atestando a real velocidade dos veículos automotores, bem como considerar a segurança do trânsito e dos motoristas, passageiros, pedestres e ciclistas”, ressalta o presidente da AEM Rérison Antonio Castro Leite.

Radar fixo e móvel

Durante a semana de 14 a 18 de janeiro, a Metrologia Estadual fez a Verificação Pós Reparo de vários equipamentos na capital, em avenidas movimentadas e que têm grande fluxo de veículos. Foram aferidos radares fixos e aparelhos móveis.

A ação contou com a participação da equipe de trânsito da Prefeitura Municipal de Palmas, com o isolamento da área para as aferições. Em algumas vias o valor máximo permitido é de 70 km e em outras de 60 km. Durante os ensaios metrológicos, o veículo da AEM trafega com uma velocidade média de 10% a mais que o permitido para poder realizar o teste com segurança. O objetivo da ação é atestar a leitura dos medidores de velocidade para veículos automotores em conformidade com a velocidade permitida nas rodovias, bem como verificar se a velocidade que os radares marcam dos veículos que estão passando por ele está correta e se estão de acordo com o verificado Inmetro.

Processo de Verificação

Para fazer a vistoria dos radares, um veículo oficial da AEM passa pelo medidor de velocidade, em média cinco vezes, com um aparelho que é calibrado pelo Inmetro e que ao passar pela barreira eletrônica, compara a velocidade fornecida pelo radar com a do veículo. De acordo com os dados encontrados na vistoria, com base nessa equiparação, o radar pode ser aprovado ou reprovado.

Quando ocorre a reprovação dos medidores de velocidade, eles não podem ser utilizados até que a empresa responsável realize as adequações necessárias. Posteriormente, é necessária nova vistoria para identificar a correção do erro e se o radar está dentro dos parâmetros de aprovação.

Segurança em primeiro lugar

As velocidades permitidas nas rodovias são calculadas com base em diversos fatores, dentre eles a presença ou não de pedestres, a proximidade com áreas escolares ou hospitais, as curvas, declives e aclives que têm relação direta com a visibilidade e a segurança de tráfego na via.

Vale ressaltar que todos os radares fixos e móveis da capital estão funcionando.

 

Continue Lendo

Cidades

Previsão é de fim de semana de sol com possibilidades de chuvas na Capital

O clima no final de semana será instável

Publicados

em

A previsão do tempo para este final de semana em Palmas é de clima instável com possibilidades de chuvas a qualquer hora do dia, de acordo com a previsão climática do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). Nesta sexta-feira, 18, o período noturno deve ser marcado por pancadas de chuvas.

Segundo os dados divulgados pela Defesa Civil Municipal para esse sábado, 19, o dia inicia ensolarado e a temperatura máxima de 33 °C e a mínima 21 °C. Durante a tarde o clima pode ser marcado por muitas nuvens e a noite a temperatura diminui aumentando a possibilidade de novas chuvas.

Já no domingo, 20, a temperatura continua alta marcando os mesmos 33°C de máxima, e as pancadas de ventos podem registrar os 14 Km/h. A previsão climática indica ainda a possibilidade de pancada de chuvas à noite, e a umidade relativa do ar fica entre 54% e 100%.

Continue Lendo