Conecte-se conosco

Saúde

Governo regulariza atendimentos do Hospital Dona Regina em menos de 24 horas

Com o trabalho da SES, foi possível acomodar ou transferir pacientes que precisavam de cirurgias ou partos de urgência e emergência

Publicados

em

Com o incansável trabalho das equipes técnicas da Secretaria de Estado da Saúde foi possível acomodar ou transferir todos os pacientes que necessitavam realizar as cirurgias pediátricas ou os partos de urgência e emergência

Depois de diversos dias com aumento anormal de atendimentos, lotação em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e um crescimento atípico de nascimento de recém-nascidos (RNs) prematuros ou com malformações congênitas que necessitavam de tratamento intensivo, o Hospital e Maternidade Dona Regina volta à normalidade. Com o incansável trabalho das equipes técnicas da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e dos profissionais de saúde do Hospital Dona Regina, foi possível acomodar ou transferir todos os pacientes que necessitavam de cirurgias pediátricas ou partos de urgência e emergência.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Renato Jayme, a Secretaria da Saúde mobilizou toda sua equipe técnica, dentre eles os setores de regulação de leitos e cirurgias, setor de cotação e compras, administrativo e setor jurídico que trabalharam com afinco e conseguiram, em menos de 24 horas, fazer a busca de leitos de UTI Neonatal, UTI pediátrica e vagas em outros hospitais públicos e privados para casos específicos, como cirurgias cardíacas congênitas e partos de urgência.

Ao todo, foram realizadas 10 internações em leitos de UTI Neonatal no Hospital Dona Regina; no Hospital Maternidade Dom Orione – em Araguaína; no Hospital Cristo Rei – em Palmas; na UTI pediátrica do Hospital Geral de Palmas; e no Hospital Municipal de Araguaína. Quatro recém-nascidos tiveram melhoria clínica e não necessitaram de UTI, mas continuam internados no Hospital e Maternidade Dona Regina, sob os cuidados da equipe multiprofissional da Unidade.

Duas gestantes realizaram suas cesarianas no Hospital Dona Regina, a paciente Lorena Freire Dorcino e a mãe de gêmeos, Watila Karolaine P. Ramos, que, após o parto, não necessitaram de UTI. Outra gestante, Vanessa Pereira, foi encaminhada para o Hospital da Criança em Goiânia, onde foi realizado seu parto e o recém-nascido está recebendo acompanhamento com neurocirurgião pediátrico, devido à patologia neurológica congênita da criança.

Outras três crianças que aguardavam cirurgias pediátricas já realizaram os procedimentos no próprio Hospital e Maternidade Dona Regina nos dias 15 e 16 de março, sendo eles os recém- nascidos de Camila Vitória Barbose da Silva, Vanderléia Cantuares Leite e Sara Moraes dos Santos.

O recém-nascido de Creonice Alves da Costa deverá ser transferido nas próximas horas, para o Hospital da Criança em Goiânia, na intenção de que seja realizado tratamento cardíaco congênito, sendo que a criança tem uma rara e grave patologia cardíaca; e necessitará de correção de hipoplasia de ventrículo esquerdo com alto índice de mortalidade.

Segundo o diretor de Contencioso da Secretaria de Estado da Saúde, Cícero Bandeira, o setor de regulação entrou em contato com a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Passos, localizada na cidade de Passos em Minas Gerais, solicitando a liberação de leito e cirurgia para atender o RN de Creonice Alves, pois a empresa possui credenciamento com a SES e deveria prestar o serviço, a preço Sistema Único de Saúde (SUS), o que foi negado sem justificativa.

“A Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Passos informou apenas que não poderia receber a criança, sem justificativa técnica, razão pela qual a SES requereu que sejam tomadas as medidas judiciais cabíveis ao caso, determinando o recebimento imediato da referida paciente. Não satisfeito com isso, pois o atendimento imediato do RN é prioridade, a SES também solicitou cotação do Hospital da Criança em Goiânia para transferência da paciente”, salientou Cícero.

Todas as transferências dos pacientes foram feitas pela SES, com recursos do Tesouro do Estado e do SUS. A Secretaria reforça que os demais atendimentos do hospital estão regulares e todos os pacientes internados estão recebendo os cuidados necessários da equipe multiprofissional do hospital. Não há centro cirúrgico bloqueado para atendimento na unidade.

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cidades

Tocantins tem 26 casos confirmados de Covid-19

Publicados

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que neste domingo, 12, o Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen/TO), analisou 04 amostras para Covid-19, todas negativas. No entanto, a Secretaria de Saúde de Palmas (Semus) comunicou ao Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS), a confirmação de 01 novo caso positivo, diagnosticado em laboratório da rede privada.

Paciente do sexo masculino, com 42 anos, sem histórico de viagem. O mesmo apresentou sintomas como febre, tosse, dor de garganta, diarreia, calafrio, dor de cabeça e dor de estômago e está em isolamento domiciliar, sem comorbidades.

Com este resultado, o Tocantins tem, agora, 26 casos confirmados de Covid-19, sendo 16 em Palmas, 06 em Araguaína, 01 em Gurupi , 01 em Dianópolis, 01 em Cariri do Tocantins e 01 em Paraíso do Tocantins. O Estado continua sendo o único sem óbito pela doença, no Brasil.

Os dados divulgados nos boletins de acompanhamento são consolidados a partir das notificações recebidas pelas equipes de Vigilância municipais, até as 17h, junto aos exames realizados no Lacen. Casos notificados após este horário, entram no boletim do dia seguinte.

Continue Lendo

Cidades

Prefeitura de Gurupi informa que não há casos confirmados da Covid-19

Publicados

em

O Comitê Gestor de prevenção e combate ao coronavírus em Gurupi informa que o cenário epidemiológico continua o mesmo. Não há casos confirmados da Covid-19, e 10 casos suspeitos estão sendo monitorados enquanto aguardam o resultado dos exames.

O comitê informa ainda que foi disponibilizado um canal de comunicação direto com a população para divulgar todas as informações relacionadas ao Covid-19. Por meio deste canal disposto no site oficial e nas redes sociais oficiais da Prefeitura são veiculados boletins diários, orientações gerais sobre procedimentos para evitar a transmissão do vírus e informações sobre os fluxos dos serviços de saúde, com locais e horários para a busca de atendimento em casos de suspeita de infecção ou sintomas da doença.

Os telefones para contato direto com a ouvidoria do município para tirar qualquer dúvida são os números: (63) 3315-0077 e 0800 646 3366. Os números da Vigilância Epidemiológica para que a população tire dúvidas em relação aos sintomas da doença e como proceder na busca por atendimento são: (63) 98424-4156 ou 3315-0088. O órgão disponibiliza ao cidadão também, o email: [email protected]

O Comitê pede ainda que a população compreenda a importância do isolamento social, que é fundamental neste momento para combater o vírus e que redobre os cuidados de prevenção. Pede também o apoio da comunidade às pessoas que possam estar em situação de dificuldade, em função da pandemia, para que se sensibilizem e façam doações, com a orientação de que saiam de casa só se for para fazer o bem e seguindo sempre as medidas de prevenção ao vírus.

Continue Lendo

Saúde

Forças tarefas otimizam atendimentos no Hospital Geral de Palmas

Publicados

em

HGP tem realizado forças tarefas, intensificando atendimentos em áreas com grande quantidade de pacientes, como ortopedia, cardiologia e oncologia

Maior hospital público do Estado do Tocantins, o Hospital Geral de Palmas (HGP) é uma unidade de alta complexidade que opera na maior parte do tempo com superlotação, por ser uma unidade portas abertas do Sistema Único de Saúde (SUS). Em busca de atender a grande demanda, a gestão da Secretaria de Estado da Saúde (SES), juntamente com a gestão e equipe multiprofissional da unidade, têm realizado forças tarefas, intensificando atendimentos em áreas com grande quantidade de pacientes, como ortopedia, cardiologia e oncologia.

Na última ação, realizada pela unidade entre os dias 12 a 31 do mês passado, o HGP realizou 217 procedimentos ortopédicos durante uma força tarefa, totalizando em todo o mês de agosto 300 cirurgias. As atividades contaram com médicos ortopedistas, médicos residentes, enfermeiros, técnicos de enfermagem, instrumentadores e a equipe da gestão do centro cirúrgico.

Um dos pacientes atendidos na força tarefa da ortopedia foi o lavrador Adauto dos Santos Ribeiro, morador de Recursolância, que teve o tornozelo quebrado enquanto cuidava do gado. “Fui encaminhado para o HGP e no dia que cheguei fiz uma cirurgia, depois esperei mais alguns dias e fiz uma segunda cirurgia. Não tenho o que dizer de ruim, fui muito bem cuidado por toda equipe do hospital”, afirmou.

Em abril deste ano, a unidade realizou o 5º mutirão de Cateterismo Cardíaco no setor de Hemodinâmica, quando zerou a fila de espera por procedimentos eletivos cardíacos. Na ocasião foram realizados 51 procedimentos de alta complexidade cardiovascular. Desde o início do serviço em 2012, já foram realizados aproximadamente 12 mil procedimentos.

Próximos eventos

Nos dias 07 e 08, 14  e 15 de setembro das 8 às 17 horas, o Hospital Geral de Palmas receberá o mutirão de tomografia e ressonância, que irá beneficiar cerca de 200 pacientes.  “Nosso intuito maior é poder realizar atividades como esta e possibilitar zerar a lista de pacientes a espera de exames para dar andamento ao tratamento”, destacou o diretor geral do HGP, Leonardo Toledo, acrescentando que “estamos trabalhando para que a partir da próxima semana sejam retomadas as atividades de intensificação das cirurgias ortopédicas, com a disponibilização de duas salas do centro cirúrgico, especificamente para a especialidade”.

Continue Lendo

Notícias