Conecte-se conosco

Cidades

Governo do Tocantins inicia procedimentos para implantação do curso de Medicina na Unitins em Augustinópolis

Também em andamento o processo de implantação do curso de Pedagogia em Palmas

Publicados

em

Curso de Medicina será implantado no Câmpus da Unitins em Augustinópolis

A região do Bico do Papagaio, extremo norte do Tocantins, em breve deve contar com o curso de Medicina totalmente gratuito. O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, determinou ao reitor da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), professor Augusto Rezende, a realização de estudos e processos necessários para a implantação do curso de Medicina no Câmpus de Augustinópolis. A intenção do governador é que as adequações necessárias e os procedimentos legais sejam realizados com celeridade para que os cursos sejam uma realidade na instituição o mais breve possível.

Em atendimento à determinação, o reitor apresentou um estudo preliminar ao Conselho Universitário (Consuni), instância máxima, colegiada e deliberativa da Unitins, que autorizou o andamento do processo e já instituiu a equipe responsável pelo trabalho de estudo, análise e manifestação final para que o curso já tenha vagas ofertadas no próximo vestibular, com as aulas iniciando em fevereiro de 2021. A Portaria que institui o Grupo de Trabalho será publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, 24. Também está instituída a equipe responsável pela implantação do curso de Pedagogia no Câmpus da Unitins em Palmas, atendendo à previsão de expansão da Universidade no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI).

“A Universidade Estadual do Tocantins tem uma função muito importante na formação da nossa população. O nosso estado precisa formar profissionais para atuarem aqui, na prestação de serviço e no atendimento ao nosso povo. O curso de Medicina é uma necessidade que a rede pública de saúde tem e é preciso que façamos esse trabalho, de dar oportunidade aos nossos estudantes com o objetivo de, num futuro próximo, eles trabalharem aqui atendendo a nossa população”, ressalta o governador Mauro Carlesse.

O Chefe do Poder Executivo completa que o planejamento visa que o recurso investido na implantação dos dois cursos e na formação desses profissionais, médicos e pedagogos, tenha retorno com a prestação de serviço à população tocantinense nas áreas de saúde e educação. O governador Mauro Carlesse destaca também o desenvolvimento econômico e social que o curso de Medicina proporcionará para a região do Bico do Papagaio, com reflexo direto na saúde pública e na vida das pessoas.

A Unitins já atua na área da saúde com o curso de graduação em Enfermagem ofertado no Câmpus Augustinópolis, de modo que a implantação do curso de Medicina trata-se de uma ampliação dessa atuação na área. O projeto prevê o compartilhamento e a ampliação da estrutura laboratorial e de parte do corpo docente entre o curso de Enfermagem e Medicina, considerando que são áreas afins, como estratégia de melhor aproveitamento dos recursos que serão empregados.

De acordo com o reitor Augusto Rezende, o pré-projeto de implantação do curso de Medicina considera as políticas públicas de saúde do Governo Federal, do Governo Estadual e de municípios, de modo que esses entes sejam parceiros na formação acadêmica e profissional dos futuros médicos, abrindo campo de estágio, internato e residência médica.

“O Governador pontuou a preocupação de que essa mão de obra a ser formada pela Universidade Estadual seja retida no Tocantins, principalmente dos médicos. Para isso, precisamos criar possibilidades desses alunos e futuros profissionais criarem raízes na rede de saúde daqui, principalmente na rede pública, estabelecerem vínculos e relações profissionais no Estado, para que depois de formados tenham plenas condições de continuar atuando no Tocantins, com boa remuneração e condições de trabalho. Assim, eles terão interesse em permanecer aqui e teremos atendimento da mão de obra formada por nós”, destaca o reitor.

Para a implantação do curso de Medicina no Câmpus de Augustinópolis, a Unitins já dispõe de R$ 2,5 milhões via emendas parlamentares destinadas pelos deputados estaduais: Eduardo Siqueira Campos, Fabion Gomes, Amélio Cayres, Jair Farias e Ricardo Ayres, sendo que cada um empenhou R$ 500 mil para viabilizar a estruturação do curso e do câmpus.

O reitor Augusto Rezende acrescenta que a Universidade Estadual do Tocantins tem plenas condições de ofertar os cursos de Medicina e Pedagogia. “São 30 anos de história e experiência na formação superior. Estamos no mesmo patamar que outras universidades no Tocantins [conforme o MEC pela nota no Índice Geral de Cursos] e trabalhamos para atender a determinação do Governador. A implantação dos dois cursos é uma meta institucional, será uma conquista imensurável para a universidade”, destaca.

A Unitins possui, hoje, 67% de professores mestres e doutores. Com a realização do processo seletivo simplificado para contratação de docentes no início de 2019, a Universidade Estadual registrou redução de 23% no número de contratados. “Além da economicidade, conseguimos um ganho qualitativo para a Unitins”, conclui o reitor, enfatizando a capacidade administrativa da instituição de alcançar resultados de excelência com otimização de recursos.

“Cabe ressaltar que o decreto presidencial que proíbe a criação de novos cursos de Medicina e ampliação de vagas nos cursos já existentes restringe-se às instituições de ensino federais ou privadas. A Unitins é vinculada ao sistema estadual de ensino e, por isso, não tem nenhum impedimento legal para a criação dos cursos”, enfatiza o reitor Augusto Rezende.

Medicina nas universidades estaduais

Segundo dados levantados pela Unitins considerando o Censo 2018, ao todo são 33 cursos de Medicina ofertados no país por universidades estaduais. Na região Norte do país, de acordo com o portal Escolas Médicas do Brasil, apenas três estados contam com o curso nas instituições públicas estaduais: Amazonas, Roraima e Pará.

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cidades

Ação emergencial do Governo do Tocantins vai atender mais 92 assentamentos rurais com alimentos e kits de higiene

Serão beneficiadas 6.853 famílias de 21 municípios do Alto Araguaia

Publicados

em

Serão beneficiadas 6.853 famílias de 21 municípios do Alto Araguaia

Para garantir a segurança alimentar das famílias da zona rural em situação de vulnerabilidade devido à pandemia da Covid-19, o Governo do Tocantins, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e da Secretaria de Estado do Trabalho e do Desenvolvimento Social (Setas), tem realizado a entrega de cestas básicas. A ação emergencial do Tocantins contra o novo Coronavírus já chegou a 111 cidades tocantinenses, beneficiando, até o momento, 22.471 famílias de 430 assentamentos rurais, comunidades tradicionais e torrõezeiras. E nesta quarta-feira, 14, a equipe do órgão rural se prepara para mais uma etapa de entrega, desta vez a região do Alto Araguaia, com 6.853 famílias.

Serão 92 assentamentos e quilombos de 21 municípios: Aragominas, Araguaína, Araguanã, Arapoema, Babaçulândia, Bandeirantes do Tocantins, Barra do Ouro, Bernardo Sayão, Brasilândia, Carmolândia, Colinas do Tocantins, Filadélfia, Goiatins, Juarina, Muricilândia, Nova Olinda, Palmeirante, Pau D’arco, Piraquê, Santa Fé do Araguaia e Wanderlândia.

Iniciada em março, a ação prossegue até contemplar todas as famílias de tiveram suas rendas comprometidas pela pandemia. Além do Ruraltins, que atende a zona rural, o Governo do Tocantins realiza também a entrega de alimentos às famílias vulneráveis e aos trabalhadores afetados pelo distanciamento social. No total, a ação já atendeu mais de 190 mil famílias dos 139 municípios.

Na zona rural, o Ruraltins já percorreu seis regiões do Estado: Bico do Papagaio, beneficiando 26 municípios; região sul, em que foram percorridos 16 municípios; médio Araguaia, onde foram contemplados 15 municípios; na região sudeste, com 15 municípios; no médio Tocantins, a equipe percorreu 21 municípios; e no Jalapão, com 8 municípios, somando mais 180 mil km rodados com a entrega de 314,6 toneladas de alimentos. As entregas são feitas de casa em casa a fim de evitar aglomerações.

O presidente da pasta e secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Thiago Dourado, ressalta o empenho dos servidores nessa missão do Governo do Tocantins em levar alimentos às famílias que estão em situação de vulnerabilidade durante a pandemia. “Essa é uma ação emergencial empenhada pelo governador Mauro Carlesse, por entender que muitas famílias, em especial os agricultores familiares, estão enfrentando dificuldades por não conseguirem comercializar seu produto e garantir o seu sustento. Com esta ajuda e o empenho dos servidores, garantimos o alimento a estas famílias”, frisa.

A ação está sendo realizada com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), baseado na Lei n° 3.015, de 30 de setembro de 2015, considerando a decisão plenária do dia 23 de março de 2020 (Resolução nº 01/2020, de 31 de março de 2020), que aprovou a destinação de recursos financeiros a órgão público estadual para execução de projeto social, com vistas a combater e erradicar a pobreza, por meio da distribuição de 200 mil cestas básicas à população necessitada.

Emendas parlamentares

Desde o início de junho, o Governo do Tocantins, por meio da Setas, realiza a entrega de cestas básicas adquiridas por meio de recursos oriundos de emendas parlamentares de deputados estaduais para a população afetada pela Covid-19.

Transparência e controle

Os processos referentes às aquisições e aos contratos realizados no contexto da Covid-19 estão disponíveis no Portal da Transparência pelo endereço http://www.transparencia.to.gov.br. Para consultar, acesse na página principal a aba azul – Consulta Contratos Emergenciais -, e a aba verde – Gráficos dos Empenhos e Pagamentos -, e informe-se sobre todos os trâmites.

É importante ressaltar que compras diretas, ou seja, sem licitação, estão autorizadas pela Lei Federal n° 13.979/2020 – de enfrentamento à Covid-19, somente para atender a situação emergencial provocada pela pandemia.

Legislação federal e estadual referente a este contexto está disponível para consulta no site da Controladoria-Geral do Estado (CGE-TO) pelo link https://www.cge.to.gov.br/legislacao/legislacao-aplicada-a-covid-19/.

 

Continue Lendo

Cidades

No “Mês do Comerciante”, governador Carlesse determina criação de linha especial de crédito para o segmento na Fomento

Solicitações devem ser feitas de 16 de julho a 16 de agosto

Publicados

em

Por determinação do governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, a Agência de Fomento criou uma linha especial para os comerciantes tocantinenses. Com taxa de 1,29% ao mês, carência de 90 dias para começar a pagar, eles poderão obter até R$ 30 mil em crédito dividido em até 48 parcelas. Essa linha especial de crédito faz parte do Mês do Comerciante e compreende as solicitações de empréstimos feitas no período de 16 de julho a 16 de agosto deste ano.

De acordo com a presidente da Agência de Fomento, Denise Rocha, mesmo que o comerciante tenha alguma restrição adquirida durante a pandemia da Covid-19, ele poderá obter crédito e ter certidões liberadas. “O comerciante que tiver interesse, mesmo se tiver alguma restrição adquirida neste período de pandemia, pode acessar o site da Fomento para ver qual a documentação necessária, nos enviar essa documentação que será analisada, para então ser concedido o empréstimo. É uma das menores taxas de capital de giro disponíveis no mercado para o comércio, também direcionada às empresas recém-constituídas”, explica.

A presidente Denise Rocha ressalta ainda que o objetivo é atender o maior público possível. “É uma determinação do Governador Mauro Carlesse que a Fomento cumpra o seu papel de aquecer a economia. E neste período difícil que todos estão passando, é fundamental que alguém estenda a mão e ajude essas empresas. Por isso, diminuímos a taxa de juros, estamos dando uma boa carência para começar a pagar, o valor pode ser dividido em até 48 vezes, bem suave, e a gente espera de fato ajudar o nosso empresariado a enfrentar essa crise e seguir em frente”, ressalta.

O Dia do Comerciante é comemorado em 16 de julho no Brasil.

Agilidade na análise de crédito

Para que o cliente tenha agilidade no atendimento, a Agência de Fomento disponibilizou, no site www.fomento.to.gov.br e nas redes sociais Twitter, Instagram e Facebook, um checklist dos documentos a serem apresentados pelos empreendedores de acordo com suas categorias.

De posse da documentação necessária, o empreendedor pode agendar um atendimento presencial na Agência de Fomento pelos telefones (63) 32220-9800/3220-9826/3220-9813/99993-7016/99277-5147.

Com atendimento também via e-mail: [email protected], a Agência de Fomento orienta os empreendedores de regiões mais distantes, como proceder com o processo por meio de correspondência postal, para que também possam ter acesso à apreciação do crédito.

A Agência de Fomento está com atendimento contínuo e estendido de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 18h30.

 

Continue Lendo

Cidades

Policiais militares integram equipe de escola que fará parte do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares

Solenidade ocorreu na Escola Estadual Hercília Carvalho da Silva, setor Vila Nova em Gurupi

Publicados

em

Na manhã dessa quarta-feira, 15, foi realizada a solenidade de posse dos policiais militares que farão parte do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim), que ocorreu na Escola Estadual Hercília Carvalho da Silva, localizada na Avenida Aeroporto, setor Vila Nova em Gurupi.

A escola, recém-incluída no programa do Governo Federal em conjunto com o Governo Estadual, recebeu oficialmente dois policiais militares, a segundo-tenente Sandris Léia de Sousa e Silva Sakai, que ocupará a função de Oficial Gestora Escolar; e o subtenente Thimóteo Rodrigues Tavares, que atuará como Gestor Educacional, ambos atuarão juntamente com a equipe escolar da unidade.

A solenidade contou com a participação da diretora Regional de Educação de Gurupi, Cláudia Moreira, do subcomandante do 4º Batalhão da Polícia Militar (4° BPM), o major José Batista Freitas Júnior; e da diretora da Escola, Leila Ribeiro da Silva Alves, além de coordenares, professores e alguns pais que compareceram para prestigiar o evento.

A diretora da Unidade Escolar afirmou que “a presença dos policiais é importante e bem-vinda. Esperamos que essa parceria venha fortalecer o vínculo escola/família, promover a paz dentro da escola e formar cidadãos de bem para a sociedade”.

Para o major Freitas, a parceria entre PM e Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes só tem trazido resultados positivos, esse processo não pode parar, as crianças e os adolescentes merecem receber um ensino de excelência, para que possam se tornar cidadãos de bem e conscientes de seus direitos e deveres no meio social.

 

Continue Lendo

Notícias