Conecte-se conosco

Cidades

Governo do Tocantins apresenta medidas de contenção ao novo Coronavírus em Araguaína

Reunião abriu precedentes para outros momentos de debate e parcerias entre município e Estado

Publicados

em

Edgar Tollini, gestor da SES, se colocou à disposição para ouvir em outros momentos as demandas e sugestões da cidade, reafirmando a postura técnica do Estado e da Gestão

Após questionamentos a respeito de medidas tomadas em relação à cidade referência do norte do Tocantins, o secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini, se reuniu no auditório do Centro Universitário Unitpac, nesta sexta-feira, 03, com representantes de Araguaína, da Prefeitura, Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e órgãos de controle estaduais, como Ministério Público e Defensoria Pública.

Durante a reunião, que seguiu por seis horas, questionamentos foram direcionados a respeito da atuação do Governo, que logo foram esclarecidos pelo gestor da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Edgar Tollini.

HRA

Como o hospital de referência pra atendimentos de média e alta complexidade na região Macro Norte do Tocantins, o Hospital Regional de Araguaína (HRA) foi mencionado como uma unidade hábil para recebimento dos pacientes que apresentarem sintomas moderados a graves da covid-19.

“Estão sendo implantados dez leitos isolados de UTI [Unidade de Tratamento Intensivo] no HRA, e nas seis Unidades Hospitalares do Estado na Região Macro Norte, estão sendo implantados leitos clínicos para os pacientes que apresentarem quadros moderados e leitos de estabilização, em que os pacientes podem ficar até 24 horas no isolamento”, apontou a superintendente de Unidades Hospitalares Próprias da SES, Elaine Negre, se referindo aos leitos de isolamento para o atendimento da Covid-19.

Posicionamento do Governo

Após a cobrança de um posicionamento do Governo, o prefeito da cidade, Ronaldo Dimas, questionou a não formalização de um decreto que determine o isolamento social, ao que Edgar Tollini esclareceu informando que, neste momento, o papel do Estado é orientar, e isso tem sido feito desde a chegada dos primeiros casos suspeitos no Tocantins. As medidas mais ostensivas devem ser decretadas por meio de prefeituras, que são responsáveis pela fiscalização do cumprimento das medidas definidas.

Isolamento

Os órgãos de controle chamaram atenção para as medidas que têm sido tomadas e a falta de fiscalização para aplicação do isolamento. Embora a gravidade do momento que a sociedade vive esteja explícita, ainda há muitos descumprimentos.

As medidas até hoje tomadas pelo Governo do Estado foram esclarecidas, como a apresentação do plano de contingência, aprovado sem ressalvas pelo Ministério da Saúde; isolamento de área para atendimento de casos suspeitos no Hospital Geral de Palmas (HGP), definido também pelo Ministério como referência para os casos mais graves e há, ainda, a premissa que a rede hospitalar araguainense deve trabalhar em consonância para que seja possível atender de forma ágil os pacientes referenciados à cidade.

Hospital de Campanha

Uma das sugestões mais recorrentes durante o encontro foi relacionada a criação de um hospital de campanha. A gestão Estadual esclareceu que a hipótese não é remota, está sendo estudada, entretanto deve ser implementada em um momento posterior, uma vez que os recursos disponíveis na rede hospitalar são suficientes neste primeiro ciclo da doença no Tocantins.

Estoque

O superintendente de Compras na SES, Afonso Piva, explicou a todos presentes as dificuldades que o Estado tem enfrentado devido aos altos preços praticados no Brasil e no mundo com a demanda consequente da pandemia da Covid-19, além da falta de disponibilidade de produtos, como as máscaras N95, para entrega imediata. No entanto, reforçou o abastecimento regular do Estoque estadual para os próximos meses.

Testes

Durante a reunião foi sugerida a disponibilização do laboratório de Veterinária e Zootecnia do polo de Araguaína da Universidade Federal do Tocantins (UFT) para futuros testes da Covid-19, hoje realizados somente no Lacen, em Palmas. A possibilidade será estudada para que seja efetivada. Embora o laboratório previamente realizasse exames de coronavírus (em variação que atuava em animais), deve-se observar que, devido à especificidade da atuação em seres humanos, existem critérios técnicos que devem ser observados para confiabilidade dos resultados.

No entanto, a parceria com a Universidade, caso seja exitosa, resultará em economia e agilidade durante este período de pandemia.

“Todos os esforços devem ser empregados para o benefício dos nossos usuários. Estamos operando em capacidade máxima, sem pendências, mas não temos como dar um passo para trás. Quando passarmos por isso, seremos melhores que antes”, afirmou Edgar Tollini.

Por fim, o gestor se colocou à disposição para ouvir em outros momentos as demandas e sugestões da cidade, reafirmando a postura técnica do Estado e da Gestão.

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cidades

Araguaína contabiliza 834 casos de covid 19 e chega a onze mortes

A quantidade foi registrada em um intervalo de menos de dez dias a contar do primeiro óbito, no dia 11. 789 casos da doença foram confirmados ontem, 20

Publicados

em

Araguaína registrou, na última quarta-feira, dia 20, mais duas mortes por covid-19. Com isso, a cidade chega a 11 vítimas fatais da doença, em um intervalo de menos de dez dias a contar do primeiro óbito, registrado no dia 11. Até ontem, 22, foram contabilizados no 67º boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde 834 casos confirmados de covid 19 no município.

Os pacientes são dois homens, de 88 e 51 anos, e estavam internados no Hospital Regional de Araguaína (HRA). O idoso não tinha comorbidades e deu entrada no hospital no dia 28 de abril, com queixa de febre, dor ao engolir, tosse, fraqueza muscular e alterações pulmonares de aspecto inflamatório.

O outro homem era hipertenso e diabético, deu entrada na unidade hospitalar no último dia 12, com febre, tosse e falta de ar. Ele é o terceiro paciente não-idoso vítima da covid-19 na cidade, um homem de 48 anos e uma jovem de 22 também morreram com a doença.

Outras mortes
A primeira morte por covid-19 em Araguaína foi registrada no dia 11 de maio, sendo a vítima um homem de 65 anos. Dois outros idosos de 79 e 83 também falecerem com a doença, no dia 12.

O quarto caso foi registrado no dia 13, um homem de 48 anos. Mais dois idosos, de 64 e 73 anos, morreram no dia 14. A sétima vítima, no dia 15, foi uma jovem de 22 anos. O oitavo óbito foi de uma idosa, de 83 anos, no dia 18. E a nona morte foi a de um senhor, de 84 anos.

Distanciamento social
Segundo o boletim epidemiológico do município, divulgado no dia 20, já são 789 casos confirmados da doença na cidade. O distanciamento social segue como a medida mais recomendada para desacelerar a transmissão da doença, evitando uma explosão de casos e garantindo que todos recebam assistência adequada.

Rede hospitalar
A rede hospitalar no Município, somando pública e privada, conta com 95 leitos exclusivos para Covid-19, sendo 67 leitos clínicos e 28 em unidades de tratamento intensivo (UTI). Desses, até a tarde da última terça-feira, dia 19, 16 leitos clínicos (22,5% do total) e 12 de UTI (24%) estavam ocupados.

O Hospital Dom Orione (HDO) dispõe de 28 leitos clínicos e 16 UTI, desses, quatro clínicos e sete UTI estão ocupados; o Hospital de Doenças Tropicais (HDT) possui 10 leitos clínicos, estando sete ocupados; e o Hospital Regional de Araguaína (HRA) comunicou ter 10 leitos de UTI, com ocupação de quatro.

Já entre as unidades municipais, o Hospital Municipal de Araguaína (HMA) conta com quatro leitos exclusivos para tratamento de crianças com covid-19, sendo dois UTI, e nenhum está ocupado. Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Anatólio Dias Carneiro, há sete leitos, sendo dois com suporte avançado, desses, todos os clínicos e um avançado estão ocupados. Na Unidade Corona Norte, que inicia as atividades hoje, são 20 leitos com suporte avançado.

Continue Lendo

Cidades

Oportunidades de investimentos no Estado são apresentadas na Agrotins 100% digital

Também estarão disponíveis informações a respeito dos incentivos fiscais oferecidos pelo Governo aos setores empresarial e industrial

Publicados

em

Os diversos segmentos da cadeia econômica do Estado serão lembrados pela Sics durante a Agrotins/2020

A Secretaria da Indústria, Comércio e Serviços (Sics) terá participação na plataforma digital da Feira Agrotecnológica do Tocantins (Agrotins 2020 100% Digital), dentro do pavilhão institucional, onde serão disponibilizadas informações sobre os serviços da pasta nas áreas de atração de investimentos, com apresentação de indicadores específicos e dando ênfase às ações realizadas. Também estarão disponíveis informações a respeito dos incentivos fiscais oferecidos pelo Governo aos setores empresarial e industrial, com foco nas oito regiões econômicas do Estado e na estratégia utilizada para atender os 139 municípios do Tocantins.

Na plataforma digital da feira, a Sics também contará com a participação dos parceiros, a exemplo das entidades classistas e empresas que estarão expondo seus produtos e serviços a fim de promover a expansão dos negócios, alcançando novos mercados e ultrapassando fronteiras de maneira inovadora.

“A Agrotins virtual é uma estratégia criativa e inovadora que o governador Mauro Carlesse adotou, nesse momento de crise causada pela pandemia do novo Coronavírus para que possamos divulgar nossos projetos e ações que favorecem o crescimento econômico e social do Tocantins. A plataforma digital também permite que as empresas possam divulgar seus produtos de forma segura e eficaz nesse momento de dificuldades para o setor econômico”, destacou o gestor da pasta e presidente da Agência de desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra.

A Sics convida empresas para firmarem parceria para que tenham seus produtos, serviços e suas marcas divulgados junto à plataforma digital da Agrotins 2020.

Agrotins

A realização da Agrotins 2020 100% Digital ocorrerá nos dias 27, 28 e 29 de maio, trazendo como tema central Cerrado Sustentável. A feira será realizada por meio de uma plataforma on-line, no endereço com diversos expositores e palestrantes, além workshops e programação especial que será transmitida em tempo real no endereço eletrônico: www.agrotins.to.gov.br, com programação ao vivo das 8 às 18 horas, sendo que os conteúdos ficarão disponíveis por 30 dias após o término da feira.

A cada edição, a maior feira da região Norte do País leva informações para milhares de pecuaristas, agricultores, empresários e é responsável pela movimentação de milhões em negócios.

A feira foi lançada oficialmente no dia 12 de maio, pelo governador do Tocantins, Mauro Carlesse, e pelo secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins, César Halum.

 

 

Continue Lendo

Cidades

Pau D’Arco recebe melhorias no saneamento básico

Entre as ações previstas para a próxima semana está a perfuração de um novo Poço Tubular Profundo no município

Publicados

em

Equipe técnica realiza detalhado estudo geológico antes de iniciar a perfuração

O Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), iniciou, na última semana, uma série de ações que objetivam melhorar o Sistema de Abastecimento de Água (SAA) em Pau D’Arco, na região do Bico do Papagaio. Entre as ações previstas para a próxima semana está a perfuração de um novo Poço Tubular Profundo (PTP).

Em decisão liminar, a justiça determinou a retomada do contrato de concessão do abastecimento de água à autarquia estadual. O contrato havia sido rompido unilateralmente pelo executivo municipal em outubro passado. Diante de uma série de reclamações da população pela ineficácia dos serviços prestados por uma empresa privada que assumiu o serviço de abastecimento, o Ministério Público do Tocantins impetrou uma Ação Civil Publica (ACP).

Davi Goveia Junior, presidente da ATS, destaca que a perfuração de um novo PTP irá aperfeiçoar a produção de água, e assim evitar desabastecimento em pontos da cidade onde há interrupção pontual. “Na última semana, executamos manutenção com ações corretivas e preventivas. Já o sistema de captação de água também recebe melhorias com troca de bombas”, informa.

Antes de iniciar a perfuração de um PTP, a equipe de geologia da Agência faz um estudo detalhado do solo em diferentes locais da cidade. Após isso é iniciada perfuração que leva em média uma semana. Concluída esta etapa, a Gerência de Qualidade do Produto realiza coleta de amostragens para testes em laboratório. Confirmada a potabilidade, a água captada pelo novo poço é interligada à Rede de Distribuição de Água (RDA).

 

 

Continue Lendo

Notícias