Conecte-se conosco

Geral

Governo abre oficialmente colheita da safra da produção de grãos 2019/2020

Abertura oficial da colheita de grãos ocorre na sexta-feira, 31; expectativa é de que seja superior a 5 milhões de toneladas

Publicados

em

A produção de grãos no Tocantins é uma atividade econômica em expansão, batendo recorde a cada ano. O 4° levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aponta que a expectativa é de que a colheita de grãos seja superior a 5 milhões de toneladas de grãos. O Governo do Estado abre oficialmente a colheita da safra de grãos 2019/2020, na próxima sexta-feira, 31, a partir das 11h30, na fazenda Uruçu, km 47, localizada no município de Pedro Afonso, região nordeste do Estado.

O secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), César Halum, mostra-se otimista quanto à colheita na região centro-norte. “A Coapa [Cooperativa Agroindustrial do Tocantins] é nossa parceira neste segmento agrícola. Por isso, vamos fazer a abertura oficial da safra de grãos nessa região que inclusive foi uma das pioneiras neste segmento, sendo também uma das maiores produtoras de soja do Estado”, ressalta.

Coapa

De acordo com informações da Coapa, a região compreende 13 municípios, sendo 283 cooperados; destes, 142 plantam grãos, produzindo na última safra 110 mil toneladas de soja, 32 mil toneladas de milho e 4 mil toneladas de sorgo.

Produção geral

A expectativa para produção de grãos no Tocantins na safra 2019/2020 é de superar a marca dos 5 milhões de toneladas de grãos, ultrapassando a safra anterior que produziu 4,8 milhões de toneladas, um incremento em cerca de 4,5%. Dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontam que a soja continua sendo o principal grão cultivado no Tocantins, na safra 2018/2019 produziu 2,9 milhões de toneladas, a expectativa para a safra 2019/2020 é alcançar 3,2 milhões de toneladas, um aumento de 11%, representando 64% da área cultivada.

Jornada Tecnológica

Na ocasião, a Coapa realiza a 10ª edição da Jornada Tecnológica de Pedro Afonso e região, um dos principais eventos do agronegócio tocantinense. Na fazenda, foi implantado um campo experimental, com área de 15 hectares, e cultivadas 23 variedades de soja para se observar aspectos como adaptação ao clima e tipos de solo, ciclo reprodutivo, resistência a pragas e doenças, e produtividade.

Os participantes conhecerão os resultados da pesquisa e recomendações para a safra 2020/2021. Além disso, 28 empresas e instituições parceiras irão expor novidades tecnológicas, produtos e serviços. Podem participar produtores, estudantes, técnicos e interessados no assunto. A inscrição é gratuita e deverá ser feita no dia da jornada.

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Mais de sessenta municípios tocantinenses têm incremento do PAB

Publicados

em

A Associação Tocantinense de Municípios (ATM) informa que houveram várias habilitações referentes ao Incremento Temporário do Piso de Atenção Básica (PAB), o chamado incremento PAB, especificadas em várias portarias do Ministério da Saúde – da Portaria 618 até a 624, todas do ano de 2020.

A Portaria 624/2020 trata dos Municípios tocantinenses e referem-se aos recursos de Custeio da Portaria 488/2020, que dispõe sobre a aplicação de emendas parlamentares que adicionarem recursos ao Sistema Único de Saúde (SUS), para a realização de transferências do Fundo Nacional de Saúde aos Fundos de Saúde dos Municípios.

Municípios

Os municípios tocantinenses contemplados são: Abreulândia, Aguiarnópólis, Aliança, Almas, Alvorada, Aparecida do Rio Negro, Aragominas, Araguaçu, Arapoema, Aurora do Tocantins, Babaçulândia, Barrolândia, Bom Jesus do Tocantins, Brejinho de Nazaré, Cachoeirinha, Campos Lindos, Cariri do Tocantins, Carmolândia, Carrasco Bonito, Caseara, Chapada da Natividade, Chapada de Areia, Colmeia, Combinado, Conceição do Tocantins, Cristalândia, Dianópolis, Dueré, Esperantina, Goianorte, Itacajá, Itaguatins, Itapiratins, Jau do Tocantins, Lagoa do Tocantins, Lavandeira, Luzinópolis, Maurilândia do Tocantins, Miracema do Tocantins, Monte Santo do Tocantins, Muricilândia, Natividade, Novo Alegre, Oliveira de Fátima, Palmeiras do Tocantins, Palmeirópolis, Pau D’Arco, Pindorama do Tocantins, Ponte Alta do Bom Jesus, Ponte Alta do Tocantins, Porto Alegre do Tocantins, Praia Norte, Presidente Kennedy, Pugmil, Recursolândia, Riachinho, Rio da Conceição, Rio Sono, Sampaio, Sandolândia, Santa Maria do Tocantins, Talismã e Tupiratins.

Fundo a Fundo

A ATM explica que os recursos dessas Portaria serão organizados e transferidos na forma do Bloco de Custeio das Ações e Serviços Públicos de Saúde. As propostas serão processadas no Sistema de Cadastro de Propostas Fundo a Fundo, disponível no site do Fundo Nacional de Saúde. A liberação é de emendas de entes da bancada federal do Tocantins.

Sobre a transferência

O Fundo Nacional de Saúde vai tomar as medidas precisas para que seja realizada a transferência em até seis parcelas dos recursos estabelecidos na Portaria, em conformidade com os processos de pagamento instruídos após atendidas as condições previstas para essa modalidade de transferência. Aos Municípios caberá realizar a prestação de contas sobre a aplicação dos recursos por meio do Relatório Anual de Gestão (RAG).

No decorrer do tempo, o Ministério fará ainda novas habilitações.

Continue Lendo

Geral

Coronavírus: medida provisória suspende reajuste de remédios por 60 dias

Governo decidiu adiar remarcação anual de preços por causa da epidemia de covid-19

Fonte: Agência Senado

Publicados

em

A suspensão do ajuste anual no preço dos medicamentos por 60 dias, anunciada via Twitter e em pronunciamento oficial do presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira (31), está prevista na Medida Provisória (MP) 933/2020, publicada no mesmo dia em edição extra do Diário Oficial da União.

Segundo o texto, fica suspenso, pelo prazo de 60 dias, o reajuste dos medicamentos para o ano de 2020, em razão dos efeitos da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional, declarada pelo Ministério da Saúde em decorrência da infecção causada pelo coronavírus SARS-CoV2, a covid-19.

O preço de diversos medicamentos no Brasil é tabelado. O ajuste anual é definido pela Câmara de Regulação de Mercado de Medicamentos (CMED) e passa a valer a partir de 1º de abril de cada ano, conforme a Lei 10.742, de 2003. Dessa forma, o reajuste deste ano poderá ser aplicado a partir de junho.

O percentual de aumento é calculado por meio de uma fórmula que considera a variação da inflação (IPCA), ganhos de produtividade das fabricantes de medicamentos, variação dos custos dos insumos e características de mercado.

Tramitação
As MPs, durante a vigência da calamidade pública, seguirão um rito diferenciado, determinado por ato da Câmara dos Deputados e do Senado. Segundo essas novas regras, as medidas poderão ter a votação concluída em 16 dias, ante os 120 até então vigentes.

A deliberação será remota, e ocorrerá diretamente nos Plenários de cada Casa, sem necessidade de passar por comissão mista. Ato complementar vai disciplinar a situação de cada uma das medidas provisórias que estavam no Congresso antes da edição do ato, como prazos para emendas, caso da MP 933.

Fonte: Agência Senado

Continue Lendo

Geral

Governo do Tocantins inicia utilização de nova plataforma de chamados 

Objetivo da Central de Serviços é fornecer um único canal de comunicação entre servidores públicos e Agência de Tecnologia da Informação

Publicados

em

Na plataforma contém vídeos explicativos sobre como ter acesso a conta do servidor, abrir o chamado e o acompanhamento

O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Tecnologia da Informação (ATI), tem trabalho na implantação da Central de Serviços, que será o novo sistema de gestão de atendimento de chamados do Estado. Um sistema moderno e flexível que vai permitir centralizar todos os serviços de atendimento de Tecnologia da Informação (TI), com capacidade de atender, de forma integrada, todos os órgãos da administração pública, sendo acessada por meio do link https://chamados.ati.to.gov.br.

A Central de Serviços, gerida e administrada pela Gerência de Atendimento ao Usuário, realiza o atendimento aos servidores do Estado para esclarecimento de dúvidas, com o primeiro atendimento aos incidentes e requisições, bem como a triagem de atendimento aos sistemas, solicitação de suporte técnico e demais serviços. A Central permite que os analistas em tecnologia da Agência classifiquem e encaminhem com precisão os incidentes e as solicitações de serviço para as áreas correspondentes.

Para o superintendente de Infraestrutura e Serviços de Tecnologia da Informação, Augusto Ayres, a plataforma tem como objetivo padronizar os processos e os procedimentos que já são realizados no Tocantins, bem como trazer evoluções para a estrutura. “Com a implantação da nova plataforma, poderemos padronizar os processos de atendimento, tornando-os mais ágeis e eficazes. Também será possível a extração de relatórios que nos permitam perceber as reais necessidades dos nossos usuários na utilização dos recursos de infraestrutura, operação, manutenção e auxiliando na absorção de novos serviços”, afirma.

O catálogo de serviços da plataforma será atualizado no decorrer dos próximos meses e atenderá a todas as demandas de TI do Estado, e iniciará o atendimento pelas demandas do Sistema Integrado de Gestão Administrativa (Siga), na parte de Patrimônio Imobiliário e Almoxarifado.

Cadastro de chamados

A nova Central é de fácil acesso, bastando ao servidor que deseja atendimento, realizar o login com a matrícula funcional, e na sequência realizar a abertura do chamado adicionando o assunto, texto explicativo do problema observado e telefone para contato, possibilitando também o anexo de imagens e arquivos que possam ajudar na solução do problema encontrado. Após a abertura, o acompanhamento do atendimento é realizado na plataforma, permitindo adicionar informações e realizar a avaliação final.

Existe ainda a possibilidade de abertura de chamados via e-mail, pelo endereço eletrônico [email protected], no qual a solicitação do servidor é registrada e segue o mesmo tratamento da ferramenta e por telefone 3212-4592/ 4593/ 4594. Futuramente, com o amadurecimento da ferramenta, será possível realizar outras integrações tais como chatbots, sistemas legados, chamados abertos via WhatsApp e Telegram.

A Diretoria de Suporte e Serviços alerta que é fundamental que o servidor público mantenha, em seu cadastro no Portal do Servidor, o e-mail de contato atualizado, uma vez que será por meio deste e-mail que serão trocadas as informações necessárias durante o uso da plataforma.

Melhores Práticas de ITIL

O software escolhido para gerenciar a Central de Serviços foi o OTRS (Open-source Ticket Request System), em português pode ser traduzido por Sistema Livre de Requisição de Chamados. Baseado nos estudos da Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação (ITIL), um projeto desenvolvido na Grã-Bretanha com o objetivo de documentar e arquivar o máximo de informação e conhecimento possível sobre as melhores práticas e desenvolvimentos dos processos ligados à TI, seja por meio de estudos de casos práticos, assim como manuais e literatura especializada no assunto.

No Tocantins, como em todo mundo, essa biblioteca de infraestrutura será padrão de boas práticas para gerenciamento de serviços de Tecnologia da Informação, com finalidade de gerar uma grande quantidade de modelos e exemplos para base de consulta com conhecimento de casos de sucesso e empregá-los em projetos no âmbito estadual, de forma bem mais ágil e assertiva.

Segundo Augusto Ayres, implementar o uso das boas práticas mundiais elevará a qualidade da prestação de serviços da Agência de Tecnologia da Informação ao servidor público e por consequência ao serviço que este presta ao cidadão. Como exemplo das práticas que estão sendo implementadas, foram elencados o Gerenciamento de Problemas, o Gerenciamento de Incidentes, o Gerenciamento de Ativos e o Gerenciamento de Mudanças. Estes processos não possuíam rotinas definidas até então e, no pouco tempo de ativação, já demonstraram resultados incríveis na melhoria dos serviços.

“Após a implementação dos processos e com o mapeamento dos problemas e incidentes, conseguimos concentrar alguns esforços e solucionamos problemas recorrentes de serviços que ficavam fora do ar, ao menos uma vez por semana. Hoje, estes mesmos serviços estão a mais de 120 dias sem paradas, outros já chegaram a 160 dias”, ressalta Augusto Ayres.

 

 

Continue Lendo

Notícias