Conecte-se conosco

Política

Governador Carlesse terá agenda oficial com  Presidente do Senado na tarde deste sábado

Encontro acontecerá no início da tarde deste sábado, 17, no Palácio Araguaia, sede do Governo Estadual

Publicados

em

Governador Mauro Carlesse terá agenda oficial com Presidente do Senado na tarde deste sábado

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, receberá a visita oficial do presidente do Senado Federal, David Alcolumbre, acompanhado da comitiva de Senadores que estão em visita a Palmas. O encontro acontecerá no início da tarde deste sábado, 17, no Palácio Araguaia, sede do Governo Estadual.

A reunião de trabalho servirá para a discussão de assuntos de interesse do Estado do Tocantins e de temas tratados pelos Governadores do Consórcio da Amazônia Legal, realizado em Palmas nó início do mês.

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

Deputados e produtores rurais discutem uso das águas do Rio Formoso na agricultura

Publicados

em

Representantes da Associação dos Produtores Rurais do Sudoeste do Tocantins (Aproest) reuniram-se na manhã deste quarta-feira, 11, no plenarinho da Assembleia Legislativa, com o presidente da Casa, deputado Antonio Andrade (PTB), parlamentares e autoridades da área. Na pauta, um pedido de apoio para as demandas do setor agropecuário da região Sudoeste do Estado.

Entre as principais questões apresentadas está a captação de água na bacia do Rio Formoso – um controle de vazão de águas criado pelos produtores, para uso na agricultura irrigada, mas que está sendo questionado pelo Ministério Público.

Em defesa do projeto, eles apresentaram um vídeo sobre o sistema de produção agrícola na Bacia, os avanços na estrutura da gestão hídrica e dos investimentos em segurança no sistema, além de questionarem ações do Ministério Público e de ambientalistas.

Segundo o superintendente executivo da Aproest, Wagner Milhomem, a produção agrícola do Tocantins está sendo prejudicada pela falta de informações técnicas e científicas, por má vontade de alguns agentes. “Estamos propondo uma nova forma de praticar a agricultura, buscando entendimento para garantirmos produtividade e geração de empregos no Estado” afirmou.

Milhomem pediu à Assembleia apoio na criação de uma Câmera de Mediação e de Conciliação de Conflitos Ambientais, a fim de intermediar questões entre a Justiça e os órgãos fiscalizadores do meio ambiente.

Para o secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), César Halum, é importante procurar o entendimento, com vistas a promover a integração entre lavoura, pecuária e floresta. “É preciso conviver com o contraditório e buscar o debate com domínio tecnológico e conhecimento de causa”, sugeriu.

Já o deputado Antonio Andrade afirmou que o Poder Legislativo tem especial atenção com agronegócio e prometeu apoio aos produtores. Ele sugeriu a instalação de um Comitê Gestor com o objetivo de mediar efetivamente as questões do setor. “A saída econômica para o país está no campo, e os produtores precisam ser ouvidos e vistos de forma positiva, pois produzem alimentos, uma atividade essencial para a vida e para a economia do nosso país”, afirmou.

Por outro lado, o deputado Zé Roberto (PT) se contrapôs a algumas explanações, alertando para o desmatamento em várias regiões do Estado e criticando a pulverização de agrotóxicos por aviões, o que, segundo ele, provoca danos ao meio ambiente e é prejudicial à saúde humana.

A preocupação do petista foi compartilhada pelo deputado Elenil da Penha (MDB), que ponderou sobre a necessidade de avanço nas discussões com apresentação de dados tecnicamente comprovados.

Diante das alegações, a presidente do Partido Verde, deputada Cláudia Lelis, adiantou que vai elaborar um requerimento propondo uma audiência pública em Lagoa da Confusão para ouvir os questionamentos das pessoas, dos produtores e de todos os envolvidos e atingidos com a segmentação.

Participaram da reunião os deputados Ivan Vaqueiro (PPS), que presidiu a reunião, Glydson Nato (PHS), Delegado Rérisson (DC), Olyntho Neto (PSDB), Vilmar de Oliveira (Solidariedade), Zé Roberto, Valderez Castelo Branco (PP), Cláudia Lelis (PV), Elenil da Penha (MDB), Junior Geo (PROS) e Amália Santana (PT).

Também prestigiaram o evento as seguintes autoridades: o presidente da Aproest, Cleuber Marques de Oliveira, o procurador geral do Estado do Tocantins, Nivair Vieira Borges; o deputado Eduardo do Dertins, que atualmente responde pela Secretaria de Assuntos Estratégicos do Tocantins; a secretária da infraestrutura, Juliana Passarin; além de representantes do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), das secretarias de Meio Ambiente e Recursos Hídricos; da Cidades e Habitação e Universidade Federal do Tocantins.

Continue Lendo

Política

Atendimento da BRK Ambiental motiva críticas de parlamentares

Motivado por críticas ao atendimento da BRK Ambiental, o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Gleydson Nato (PHS), comentou na manhã desta quinta-feira, 12, os serviços prestados pela empresa, bem como a situação enfrentada pela Agência Tocantinense de Saneamento (ATS).

Publicados

em

Motivado por críticas ao atendimento da BRK Ambiental, o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Gleydson Nato (PHS), comentou na manhã desta quinta-feira, 12, os serviços prestados pela empresa, bem como a situação enfrentada pela Agência Tocantinense de Saneamento (ATS).

Vários parlamentares questionaram a falta de água, a cobrança de altas tarifas e a falta de investimento nos municípios atendidos pela multinacional, a exemplo da capital Palmas.

Para o líder do Governo, a BRK fica com o “filé mignon” dos serviços de abastecimento e saneamento, atendendo às 47 maiores cidades do Estado, e a ATS com 51 municípios de menor população. Segundo ele, a empresa promove “o sofrimento ao povo do Estado”, devido aos altos valores cobrados.

O deputado afirmou que a Agência de Saneamento recebeu da gestão anterior uma dívida de R$ 3,8 milhões, e que 40% da arrecadação se destinam ao pagamento do referido débito, estando sob auditoria o restante dos R$ 2,4 milhões já pagos. “Com vistas a aperfeiçoar o atendimento das regiões mais carentes de água no Estado, a ATS está melhorando equipamentos e perfurando novos poços”.

Gleydson garantiu que o presidente da agência, Romis Alberto da Silva, está determinado a resolver o problema da água no Tocantins. “A BRK faz cobranças exorbitantes, sendo que um dos pontos mais absurdos é o proprietário ter de pagar os serviços dos técnicos da empresa quando há a necessidade de avaliar a tubulação para constatar vazamento”, observou a deputada Vanda Monteiro (PSL).

Os parlamentares Leo Barbosa (Solidariedade), Elenil da Penha (MDB) e Delegado Rérisson (DC) também pediram explicações. Por fim, foi sugerida a realização de audiência pública para debater as demandas e soluções aos problemas apresentados.

 

 

Continue Lendo

Política

TRE-TO sobe 25 posições no Ranking da Transparência 2019

Com 90.16% de transparência, o TRE-TO ficou como 12º colocado no ranking geral que avaliou 93 órgãos do Poder Judiciário; e em 9º lugar no segmento Justiça Eleitoral.

Publicados

em

O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins subiu 25 posições no Ranking da Transparência do Conselho Nacional de Justiça. O levantamento é feito anualmente com objetivo estimular os órgãos a disponibilizarem suas informações de forma mais clara e padronizada à sociedade e, assim, facilitar o acesso aos dados.

Com 90.16% de transparência, o TRE-TO ficou na 12º colocação no ranking geral de 2019; e no 9º lugar no segmento Justiça Eleitoral, com diferença de menos de 5% do 1º colocado. Participaram da avaliação 93 órgãos do Poder Judiciário, destes 27 foram do seguimento eleitoral.

Em 2018 o TRE-TO havia ficado como 37º colocado ranking geral e no 11º lugar no segmento Justiça Eleitoral. De acordo a assessora de Planejamento e Gestão, Silvia Helena, a evolução do TRE-TO no ranking em 2019 é fruto de muito empenho e comprometimento. “O resultado evidencia o compromisso de todas as unidades do TRE na prestação dos serviços ao cidadão-usuário, de forma clara e transparente”, destacou.

O CNJ coordenou toda a coleta dos dados enviados pelos tribunais e conselhos para elaboração do ranking. Os órgãos tiveram até 19 de julho para preencher o questionário eletrônico com informações sobre a divulgação de endereços, telefones, horários de atendimento ao público, levantamento estatístico sobre a atuação do órgão na internet, ferramentas de pesquisa e detalhamento da folha de pagamento de magistrados e servidores.

Premiação

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) entregou, nesta terça-feira (10/9), o prêmio de Transparência do Poder Judiciário/ano 2019 aos cinco primeiros tribunais vencedores. Confira a classificação de todos os tribunais e conselhos no Ranking da Transparência 2019.

Continue Lendo

Notícias