Conecte-se conosco

Cultura

‘Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos’ terá sessão especial no Cine Cultura, com a presença dos diretores

Publicados

em

Filme foi rodado ao longo de nove meses na aldeia Pedra Branca, Terra Indígena Krahô, em Itacajá-TO

Premiado no Festival de Cannes, com o Prêmio Especial do Júri da mostra Un Certain Regard, o filme ‘Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos’, será exibido em sessão especial no Cine Cultura, no dia 13 de abril, às 19h. A sessão contará com a presença dos diretores João Salaviza e Rennée Nader Messora. O evento é promovido pela Fundação Cultural de Palmas (FCP), em parceria com o Ponto de Cultura Telas em Cena e Spatium Arte e Cultura e Universidade Federal do Tocantins.

Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos teve estreia mundial na última edição do Festival de Cannes, onde ganhou o Prêmio Especial do Júri da mostra Un Certain Regard. Rodado ao longo de nove meses na aldeia Pedra Branca (Terra Indígena Krahô, no Tocantins), em negativo 16mm, o filme acompanha Ihjãc, um jovem Krahô, que após um encontro com o espírito do seu falecido pai, se vê obrigado a realizar sua festa de fim de luto. Rejeitando seu dever e com o objetivo de escapar do processo de se transformar em xamã, ele foge para a cidade, onde enfrentará a realidade de ser um indígena no Brasil contemporâneo.

As filmagens foram precedidas por uma longa relação de Renée com o povo Krahô, que se iniciou em 2009. Desde então, a diretora (também fotógrafa do filme) trabalha com a comunidade, participando na mobilização do coletivo de cinegrafistas indígenas Mentuwajê Guardiões da Cultura. O trabalho do grupo é focado na utilização do audiovisual como instrumento para a autodeterminação e o fortalecimento da identidade cultural. Em 2014, João Salaviza conheceu os Krahô e, juntos durante longas estadias na aldeia, começaram a imaginar o que viria a ser o filme. A sessão vai contar também com a participação da integrantes da Aldeia Krahô Pedra Branca, que participaram do filme.

Os ingressos custam R$ 12 para todos e podem ser adquiridos na Loja da Fundação Cultural no Capim Dourado Shopping ou no local do evento.

Sinopse

Ihjãc é um jovem da etnia Krahô, que mora na aldeia Pedra Branca, em Tocantins. Após a morte do pai, ele recusa-se a se tornar xamã e foge para a cidade. Longe de seu povo e da própria cultura, Ihjãc enfrenta as dificuldades de ser um indígena no Brasil contemporâneo. Prêmio Especial do Júri na Mostra Un Certain Regard, do Festival de Cannes.

Principais festivais e prêmios

 Cannes Int. Film Festival (Prêmio Especial do Júri – Un Certain Regard) Mar del Plata Int. Film Festival (Prêmio Especial do Júri) Festival do Rio (Melhor Direção / Melhor Fotografia) Lima Film Festival (Melhor Filme / Melhor Fotografia) La Orquidea Film Festival (Melhor Primeira Obra) Minsk Int. Film Festival Listapad (Melhor Filme) Panorama Internacional Coisa de Cinema (Prémio IndieLisboa) Fidocs Int. Documentary Festival Santiago Chile (Menção Especial do Júri).

Renée Nader Messora

Nascida em São Paulo, em 1979. Formada em Direção de Fotografia pela Universidad del Cine, em Buenos Aires. Por 15 anos, trabalhou como assistente de direção no Brasil, Argentina e Portugal. Em 2009, Renée Nader Messora conheceu os Krahô e, desde então, ela trabalha com a comunidade, contribuindo na organização de um coletivo de jovens cinegrafistas. O foco do trabalho do grupo Mentuwajê Guardiões da Cultural é usar as ferramentas audiovisuais para o fortalecimento da identidade cultural e a autodeterminação da comunidade. Chuva é cantoria na aldeia dos mortos é seu primeiro longa-metragem.

João Salaviza

 Nascido em Lisboa em 1984. Formado na ESTC, em Lisboa, e na Universidad del Cine, em Buenos Aires. Seu primeiro longa-metragem, Montanha, teve estreia mundial na Semana da Crítica do Festival de Veneza, em 2015. Veio na sequência de uma trilogia de curtas formada por Rafa (Berlinale Golden Bear 2012), ARENA (Palme d’Or no Festival de Cannes 2009) e Cerro Negro (Rotterdam em 2012). Recentemente voltou ao Festival de Berlim com os curtas Altas Cidades de Ossadas e Russa (co-dirigido com Ricardo Alves Jr). Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos, co-dirigido com Renée Nader Messora, é seu segundo longa-metragem.

Serviço

Sessão Especial de ‘Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos’

Local: Cine Cultura

Quando: 13/04 às 19h

Ingressos: R$ 13,00

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

Número de casos de covid-19 sobe para 7.910; mortes chegam a 299

O índice de letalidade aumentou de 3,5% para 3,8%.

Publicados

em

O número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no país subiu de 6.836 para 7.910 de ontem (1º) para hoje (2), conforme atualização do Ministério da Saúde. O número de mortes passou de 240 para 299. O índice de letalidade subiu de 3,5% para 3,8%.

As mortes ocorreram em São Paulo (188), Rio de Janeiro (41), Ceará (20), Pernambuco (nove), Piauí (quatro), Rio Grande do Sul (cinco), Paraná (quatro), Amazonas (três), Distrito Federal (quatro), Minas Gerais (quatro), Bahia (três), Santa Catarina (dois), Rio Grande do Norte (dois), Sergipe (dois), Alagoas (um), Maranhão (um), Mato Grosso do Sul (um), Pará (um), Espírito Santo (um), Goiás (um), Paraíba (um) e Rondônia (um).

Na entrevista coletiva, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, avaliou que a forma da propagação dos casos indica um acerto nas medidas de distanciamento social e quarentena dos governos estaduais.

“A gente está conseguindo ficar com curva menos íngreme. Está valendo a pena manter dinâmica de isolamento. Estamos ajudando para ter uma condição para atravessar período difícil”, comentou.

Sobre os impactos na economia, ele acrescentou que o governo vem promovendo iniciativas que criam um “colchão de proteção” e que a abertura das atividades terá que ser vista a partir da análise do desenvolvimento da pandemia no país.

“A gente consegue ir compatibilizando: estados em que podemos andar mais, e [lugares] onde vamos ter que segurar mais. Vamos ter que ir regulando. Se na Saúde a gente achar que está passando muito, vamos ter que segurar. Vamos fazer todo o possível para dar equilíbrio entre saúde e economia”, observou.

Leitos e insumos
O ministro informou que foi assinada hoje portaria destinando recursos para o atendimento exclusivo de pacientes com covid-19. Entre as medidas de reforço estão o pagamento de despesas com pacientes e o aumento do valor diário das Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) custeadas pelo Executivo.

Os representantes do ministério da Saúde anunciaram a criação de um site no qual serão publicados os insumos repassados aos estados, bem como os recursos disponibilizados para leitos de UTIs.

De acordo com o site, em todo o Brasil há 30.623 leitos de UTI para adultos, enquanto outros 170 foram locados pelo Ministério. Em relação aos equipamentos de proteção, o Executivo repassou aos estados 24 milhões de luvas, 14,2 milhões de máscaras cirúrgicas e 742 mil aventais. Também foram encaminhados cerca de 500 mil testes rápidos.

Sobre a compra de materiais, Mandetta informou que foram adquiridos oito mil respiradores (utilizados em UTIs), que devem chegar em até 30 dias. Já sobre os equipamentos de proteção individual (EPIs), foram adquiridas 200 milhões de unidades. Contudo, o ministro vem alertando que diante de dificuldades com os fornecedores, a concretização das compras só se dará no momento em que os produtos chegarem, de fato, ao país.

Profissionais de saúde
O titular da Saúde abordou a iniciativa de criar um cadastro de profissionais de saúde, programa intitulado “Brasil Conta Comigo”. Segundo ele, o intuito é fazer um mapeamento dos trabalhadores que teriam disponibilidade de atuar em outras cidades ou estados que necessitem de reforço nas equipes das unidades de saúde.

Mandetta comentou a ação ajuizada pelo Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (CREMERJ) contra o programa e a possibilidade de convocação de profissionais e afirmou que o intuito é deslocar apenas quem tem interesse, mas que, em uma eventualidade a convocação compulsória poderia ocorrer. “Não é obrigatório. Mas a lei prevê requisição de bens e serviços e se precisar a gente vai requisitar. Se tiver necessidade, vamos convocar sim.”, disse.

Como vem ocorrendo diariamente, o governo atualizou nesta tarde, em coletiva no Palácio do Planalto, os dados do avanço da doença no país. Participaram os ministros da Casa Civil, Walter Braga Netto; da Saúde, Luiz Henrique Mandetta; da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves; e do Turismo, Álvaro Antônio.

Máscaras caseiras
Mandetta defendeu a prioridade das máscaras médicas de proteção para os profissionais de saúde. Para a população, recomendou a produção ou aquisição de máscaras de pano, que funcionam como “barreira física”. Para isso, elas devem ser utilizadas somente por uma pessoa, que também deve ser a responsável por lavá-la. O indicado é que esses objetos tenham duas camadas de pano, ou sejam dupla face. Podem ser usadas como matéria-prima algodão, tricoline, TNT e outros tecidos. A lavagem deve ser feita com água e sabão ou água sanitária.

Vacinação
O ministro informou que a segunda fase da campanha de vacinação contra a gripe, com início previsto para o dia 16 de abril, terá a inclusão de profissionais de segurança, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e trabalhadores em portos. Até hoje, 15,6 milhões de pessoas foram vacinadas.

Continue Lendo

Cidades

Secult participa de reunião para tratar da segurança durante o carnaval de Gurupi 2020

Publicados

em

A Secretaria de Cultura e Turismo (Secult) da Prefeitura de Gurupi reuniu na manhã desta terça-feira, 11, com a Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), 3° Batalhão de Bombeiros (3° BBM), Detran, Agentes Municipais de Trânsito, empresa de segurança Master, Secretaria Municipal de Saúde, representantes da classe empresarial, representantes de blocos carnavalescos para juntos tratarem da segurança do Carnaval de Gurupi 2020. A reunião foi realizada na sede do Quartel do 4° Batalhão da Polícia Militar de Gurupi (4º BPM).

O objetivo da reunião foi ajustar o plano de segurança no circuito de carnaval e fora desse perímetro, estabelecendo e esclarecendo as atribuições de cada parceiro com o propósito de garantir segurança e tranquilidade aos foliões durante o evento.

“Nós continuamos com toda a estrutura de apoio para a PM, Bombeiros, Saúde, Agentes de Trânsito, todas as pessoas envolvidas na realização do carnaval terão respaldo da Prefeitura. Tudo o que depender da gestão nós faremos para manter o carnaval seguro. Nós antecipamos a resolução dos problemas que podem acontecer, por isso temos sempre o cuidado de seguir todas as determinações dos órgãos de segurança. Contratamos uma equipe de segurança especializada, equipe de brigada, queremos fazer uma grande festa, mas com a segurança em primeiro lugar, e contamos com todas as forças disponíveis para garantirmos isso”, ressaltou a secretária de Cultura e Turismo, Zenaide Costa.

O Comandante da PM de Gurupi, Tenente-Coronel Jaime Porfírio ressaltou o trabalho que será feito durante a folia. “A Polícia Militar com a sua equipe fará o policiamento ostensivo preventivo e também no entorno do cinturão de segurança, receberemos reforço de Palmas, a PM mais uma vez cumpre seu papel constitucional, e trará uma tranquilidade muito grande ao carnaval de Gurupi. A estrutura de segurança todos os anos nós a incrementamos, visualizamos os pontos fortes e fracos, mantemos os fortes e os fracos procuramos melhorar. Este ano teremos uma segurança maior por meio do monitoramento com câmeras, que está ativo em toda a cidade. O nosso objetivo é manter a festa totalmente segura”, declarou.

O delegado Alicindo Augusto da Polícia Civil ressaltou a importância da junção de forças em prol da população. “Essa reunião é de extrema importância por estarmos integrando todas as forças para garantir a segurança da sociedade. Esse planejamento é essencial para que ano a ano possamos melhorar cada vez mais o trabalho que realizamos”, afirmou.

Continue Lendo

Cultura

Balé Popular abre período de inscrição para estudantes interessados em ingressar na companhia

São ofertadas 100 vagas; inscrições prosseguem até a sexta-feira, 14

Publicados

em

Em 2019, foram atendidos mais de 500 bailarinos nos cinco polos

Os estudantes interessados em ingressar no Balé Popular do Tocantins têm até a sexta-feira, 14, para se inscreverem. No sábado e no domingo, 15 e 16, serão realizadas as audições que selecionarão os 100 novos estudantes, de 7 a 15 anos, distribuídos nos 5 polos do projeto, seguindo as modalidades e a faixa etária.

O Balé Popular do Tocantins é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) e oferece aulas gratuitas de dança. Para se inscrever, é necessário comparecer à escola onde deseja participar das aulas, acompanhado de um responsável e munido de documento pessoal com foto.

O Balé Popular oferece aulas no Colégio Militar do Estado do Tocantins – Unidade II, no Colégio Estadual de Tempo Integral Raquel de Queiroz, no Colégio Estadual de Tempo Integral Vila União, no Colégio Estadual de Tempo Integral Professora Elizângela Glória Cardoso e na Escola Estadual Frederico José Pedreira.

As audições serão realizadas conforme os polos que os estudantes desejam participar das aulas. No sábado, 15, no Colégio Militar do Estado do Tocantins – Unidade II, ocorrem as audições da própria unidade de ensino e também as da Escola Estadual Frederico José Pedreira, a partir das 14 horas; no Colégio Estadual de Tempo Integral Raquel de Queiroz, a audição ocorrerá a partir das 8 horas; no Colégio Estadual de Tempo Integral Vila União, a audição ocorrerá a partir das 8h30. Já no Colégio Estadual de Tempo Integral Professora Elizângela Glória Cardoso, a audição ocorre no domingo, 16, a partir das 8 horas.

Histórico da Cia

O Balé Popular do Tocantins foi criado em 2013 como forma de oferecer aulas de dança gratuitas a crianças e jovens do Estado. Em 2019, foram atendidos mais de 500 bailarinos nos cinco polos.

Entre as conquistas do Balé, estão as cinco premiações no Festival Internacional de Dança de Goiás, a participação no Festival de Dança de Joinville, além do segundo lugar do bailarino Maicon Cardoso em competição da Academia Americana de Dança, em Nova York (EUA). Além disso, estudantes da companhia ganharam bolsas de estudo para o curso de férias American Ballet Theatre, em Nova York.

 

Continue Lendo

Notícias