Conecte-se conosco

Geral

Agrotins 2020: Vídeo mostra orientações sobre como montar horta orgânica

No vídeo, a técnica Drielly Rodrigues explica como montar e as vantagens de ter uma horta orgânica em casa

Publicados

em

No vídeo, a técnica Drielly Rodrigues explica como montar e as vantagens de ter uma horta orgânica em casa

Ter uma horta caseira é uma boa alternativa para quem quer colher vegetais, legumes e temperos frescos para as suas receitas. Sobre o assunto, a gerente de Apicultura, Orgânicos e Agroecológicos do Ruraltins, Drielly Rodrigues, preparou um vídeo especial que vai estar disponível na plataforma da Feira Agrotecnológica do Tocantins – Agrotins 2020 100% Digital (www.agrotins.to.gov.br), explicando como montar e as vantagens de ter uma horta orgânica em casa.

“Ter uma horta orgânica, além de ser uma atividade relaxante, representa qualidade de vida, tanto pelo envolvimento com a natureza quanto pela experiência de colocar a mão na terra para consumir o próprio alimento fresco, mais saudável, por ser livre de produtos químicos e mais rico em vitaminas e sais minerais, e por ser produzido em casa com adubos orgânicos”, explica Drielly Rodrigues.

No vídeo Drielly Rodrigues ressalta também que é possível plantar alimentos em casa sem gastar muito e sem tanto trabalho, utilizando embalagens que seriam jogadas no lixo, como garrafas pet, embalagens de amaciante, de água mineral, pneus, pallets, latas. “A diversidade é enorme, nesse momento a criatividade entra em ação, e o resultado pode surpreender”, ressalta a gerente do Ruraltins.

Outra vantagem é a possibilidade de criar um ambiente agradável e bonito transformando qualquer pequeno espaço – como uma cozinha ou varanda por exemplo, em uma horta orgânica.

Agrotins 100% Digital

Estas e outras dicas estarão disponíveis na plataforma da Feira Agrotecnológica do Tocantins – Agrotins 2020 100% Digital, que ocorrerá entre os dias 27 e 29 de maio. Realizada pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) e parceiros, esta edição tem como tema o Cerrado Sustentável.

Este ano, de forma digital, o cidadão terá acesso às diversas exposições, palestras, além de workshops e mais de 40 horas de programação ao vivo, dentre elas leilões virtuais.

 

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

CGE Tocantins realiza reuniões com ouvidorias setoriais do Poder Executivo Estadual

Objetivo é promover acompanhamento e orientação técnica das unidades de cada pasta

Publicados

em

A Controladoria-Geral do Estado (CGE-TO), por meio da Ouvidoria-Geral (OGE), realiza até o próximo dia 16, reuniões com as ouvidorias setoriais dos órgãos e entidades do Poder Executivo Estadual. O objetivo é fomentar a articulação, o assessoramento e a interação com as unidades.

As reuniões iniciaram no dia 29 de junho, com a previsão de atender todas as 36 unidades setoriais. Estas ocorrem em ambiente virtual, com duração de 40 minutos cada. Nessa quarta-feira, 8, a OGE se reuniu com os responsáveis pelas ouvidorias da secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) e da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto).

A ouvidora-geral do Estado, Juliana Gobbo de Oliveira, destaca que a ação faz parte de uma política de acompanhamento da gestão das ouvidorias que já era executada por meio de visitas técnicas. “Em vista da pandemia, não pudemos continuar com as visitas presenciais, mas por meio dos meios virtuais continuamos oferecendo suporte, esclarecendo dúvidas e passando orientações para facilitar o fluxo de trabalho dentro das ouvidorias”, complementa a ouvidora, que é acompanhada nas reuniões pela gerente de Articulação e Gestão de Ouvidoria da CGE-TO, Kíriam Martins Guedes.

Nas reuniões, é apresentada a minuta do Decreto Estadual que vai regulamentar a Lei Federal n° 13.460 de 26 de junho de 2017 e instituir o Sistema de Ouvidorias do Governo do Tocantins.

“Este é um trabalho de suma importância para o aprimoramento do atendimento às demandas do cidadão. Com isso, o Governo do Tocantins fortalece a sua missão institucional de transparência pública e a promoção do controle social, por intermédio da interação com os usuários dos serviços públicos”, comenta o secretário-chefe da CGE, Senivan Almeida de Arruda.

Encerramento

Os encontros terão como fechamento a live Mecanismos de Fortalecimento do Controle Social na Administração Pública, que será realizada no próximo dia 17, às 10 horas, pela CGE-TO, por meio da Ouvidoria-Geral do Estado. O link será divulgado posteriormente.

 

 

Continue Lendo

Geral

Tocantins inicia monitoramento do período reprodutivo 2020 do Pato-Mergulhão no Jalapão

Governo do Tocantins tem o compromisso de cumprir o calendário de monitoramento da espécie

Publicados

em

Tocantins inicia monitoramento do período reprodutivo 2020 do Pato-Mergulhão no Jalapão

Nesta quarta-feira, 8, Dia Nacional da Ciência e do Pesquisador Científico, o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) compilou as informações da primeira etapa de monitoramento do período reprodutivo da espécie Pato-Mergulhão no Jalapão, realizado anualmente.

De 22 a 26 de junho de 2020, o Governo do Tocantins enviou uma equipe do Naturatins para cumprir o calendário de monitoramento nas trilhas de ninhos das aves na região do Jalapão, com adoção dos cuidados e item de proteção individual, recomendados pela saúde.

Sebastião Albuquerque, presidente do Naturatins, pontuou que o Governo do Estado tem o compromisso de atender o calendário de monitoramento da espécie, firmado por meio do Instituto com o Plano de Ação Nacional para a Conservação das Espécies Ameaçadas de Extinção ou do Patrimônio Espeleológico (PAN/ICMBio/MMA). Sebastião Albuquerque reitera que o Tocantins, por meio das equipes do Naturatins, mantém os esforços, para dar continuidade ao monitoramento recomendado no Plano Nacional.

Gilberto Ires, gerente de Unidades de Conservação, Parques e Monumentos do Naturatins, relatou que nesse período a equipe técnica acompanhou um ninho da espécie no trecho do Rio Novo, onde a fêmea mantinha incubados os ovos. O macho foi visto nas proximidades, desempenhando o papel de vigilante.

Marcelo Barbosa, inspetor e biólogo do Naturatins, contou que foram percorridos dois trechos de rios da região, sendo um trecho de 18 km do Rio Novo e outro de 30 km do Rio Preto. De acordo com o biólogo, no Rio Novo, um casal foi observado e outros dois ninhos foram vistoriados, sem indicativo de uso. Nessa primeira etapa, no Rio Preto, nenhum indivíduo foi visualizado.

O levantamento aponta que a ocorrência do Pato-Mergulhão no Rio Preto é esperada, embora apenas um único registro tenha sido realizado em 2009. Em ocasiões posteriores, nos anos de 2010 e 2018, também foi constatada a ausência da ave no mesmo trecho percorrido.

Nos próximos dias, mais uma etapa da atividade de monitoramento dos ninhos deve ser realizada para acompanhamento do nascimento dos filhotes. Durante a expedição, a equipe permanece isolada na área do Parque, sem contato com a comunidade de Mateiros. Marcelo Barbosa esclareceu que, por se tratar de atividade na água, com a ocorrência de rajadas de vento, em alguns momentos, não foi possível manter o uso da máscara.

A operação de monitoramento foi realizada por uma equipe da Diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas, que contou com o gerente de Unidades de Conservação, Parques e Monumentos do Naturatins Gilberto Iris e o inspetor Marcelo Barbosa.

 

 

Continue Lendo

Geral

Governo do Tocantins discute protocolos com municípios e empresas visando abertura do Parque do Jalapão

Adaptação aos protocolos de sanidade e controle de acesso serão trabalhados de forma compartilhada entre Governo, prefeituras e operadoras de turismo

Publicados

em

Parque Estadual do Jalapão e seus atrativos – Cachoeira da Velha/Prainha, Dunas e Serra dos Espírito Santo – deverão ser reabertos aos turistas a partir do dia 19 de julho

O Parque Estadual do Jalapão e seus atrativos controlados pelo Governo do Estado – Cachoeira da Velha/Prainha, Dunas e Serra dos Espírito Santo – poderão ser reabertos aos turistas a partir do dia 19 de julho. A discussão sobre a reabertura do parque está sendo realizada pelo Governo do Tocantins com os municípios da região e também com o trade turístico. Para a reabertura do parque, uma série de protocolos de segurança deverão ser obedecidos, além da instalação de barreiras sanitárias, e ainda, o treinamento dos profissionais ligados ao setor sobre a implementação dos protocolos.

Nesta quarta-feira, 8, foi realizada uma videoconferência coordenada pelo presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra, e com a participação do prefeito de São Félix, Marlen Ribeiro, da secretária de Meio Ambiente e Turismo de Ponte Alta do Tocantins, Dircivânia Ribeiro Marques, do secretário de Meio Ambiente e Turismo de Mateiros, Heberson Wagner Dias. Também participaram os secretários de Estado da Saúde, Edgar Tollini, e da Comunicação, Élcio Mendes; o presidente do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Sebastião Albuquerque; o coronel da Polícia Militar, Antônio Leite, o coronel do Corpo de Bombeiros Militar, Farias; o presidente da Associação Brasileira de Agentes de Viagens (Abav-TO), Marcelo Perim; o vice-presidente da Associação Tocantinense de Turismo Receptivo (ATTR), Nilton Roverssi; e o presidente da Associação dos Condutores Ambientais (Ajaca), José Alagoinha.

“O Governo do Tocantins entende que é o momento da retomada, visto que outros parques estão reabrindo no país”, ressaltou Tom Lyra, ao enfatizar que todas as medidas preventivas serão adotadas para garantir a saúde de turistas, profissionais do setor e comunidade local. Entre elas, a criação de um passaporte para controle de acesso – serão apenas 30% de visitantes/dia –, que virá com dados pessoais e resultado de exame prévio para Covid-19. Será proibido o ingresso de turistas individuais que não estejam com guia, somente operadoras e guias autorizados poderão circular pelos atrativos.

Barreiras Sanitárias

Também serão montadas sete barreiras fixas, sendo cinco para controle de acesso, nos municípios de Novo Acordo, Lizarda, Mateiros (Galhão), Lagoa do Tocantins e Ponte Alta do Tocantins, e duas de policiamento, para controlar o acesso às comunidades do Prata, em São Félix; e Mumbuca, em Mateiros, que neste primeiro momento continuarão fechadas ao turismo.

O presidente da Adetuc explicou que a Secretaria de Estado da Saúde terá um profissional em cada barreira e que o acesso será controlado pela Polícia Militar para garantir que todas as exigências dos protocolos discutidos previamente com prefeituras e associações sejam respeitadas. “Estamos à disposição, a operação já está em andamento”, garantiu o coronel Antônio Leite.

Distanciamento físico, uso de máscara, disponibilidade de álcool em gel, proibição de banho em locais de água parada também estão listados no protocolo de segurança, sendo que a prática de rafting na Cachoeira da Velha vai obedecer a um protocolo específico.

Agendamento e controle de fluxo

O presidente do Naturatins, Sebastião Albuquerque, ressaltou a importância da parceria das operadoras e das agências de turismo. Na oportunidade, o gestor pontuou que o agendamento prévio para entrada nos atrativos vai garantir o fluxo controlado nos atrativos. “O Governo do Tocantins pretende reabrir o Jalapão de uma forma segura, com orientação específica para o momento, precisamos do apoio de todos para ter sucesso neste trabalho”, pontuou, lembrando que, mesmo com exame prévio, se algum turista apresentar temperatura elevada ou outro sintoma do novo Coronavírus, o veículo terá que retornar à unidade de saúde mais próxima. Já o secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini, ressaltou que todo teste rápido dá uma certificação numerada, que deverá constar no passaporte.

 

Continue Lendo

Notícias